Poder

Gestão de Tema, em Tuntum, contrata empresa declarada inidônea pelo TCU

Vencedora de um contrato milionário na Prefeitura de Tuntum (reveja), a empresa Droga Rocha Distribuidora de Medicamentos, localizada em Teresina (PI), está impedida de manter qualquer tipo de acordo contratual com Prefeituras ou governos por 3 anos, conforme documento abaixo.

A decisão é do Tribunal de Contas da União, que tornou a distribuidora inidônea em março de 2017 após constatar fraudes em uma licitação da Prefeitura de Timon para aquisição de medicamentos no valor de de R$ 9.934.469,37 milhões.

Leia a íntegra do despacho aqui

Para reverter a sentença, a Droga Rocha, de propriedade de Antônio Francisco Rocha de Abreu e Marilene Rocha de Abreu Santos, entrou com embargos de declaração contra o Acordão TC nº 247/2017, mas a Corte rejeitou e manteve a primeira decisão.

Mesmo proibida de contratar com o Poder Público, a empresa piauiense vem tendo uma atuação forte nas Prefeituras do Maranhão há cerca de 3 anos.

Só para exemplificar, em 2017 a Droga Rocha ganhou contratos nas administrações municipais de Barreirinhas e Codó que, se somados, dão R$ 3.820.454,67 milhões (reveja aqui e aqui). Além desses, venceu a licitação milionária em Timon, como já foi mencionado acima.

Ao que parece, a celebração de acordos contratuais milionários com a distribuidora não vão parar por aí.

Procurada pela reportagem, a assessoria da Prefeitura de Tuntum informou que a gestão municipal cancelará a licitação com a empresa Droga Rocha Distribuidora caso constate irregularidades.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.