Política

Prefeito de Bacabal desvaloriza professores

Castro Digital

Prefeito de Bacabal fecha os olhos para reajustar os salários dos professores.

Prefeito de Bacabal fecha os olhos para reajustar os salários dos professores.

A Prefeitura de Bacabal está desvalorizando consideravelmente os professores no seletivo que está realizando para contrato temporário neste ano de 2013. Enquanto o professor vai ganhar um valor, outros cargos, que exigem menor qualificação, vão ganhar o mesmo valor e até mais.

Segundo o edital do seletivo, o salário para o cargo de professor é de R$ 1.000, com carga horária semanal de 40 horas. O cargo exige formação específica em nível superior e até pós graduação. O valor está muito abaixo do piso nacional da categoria que foi reajustado recentemente e o valor para este ano de 2013 é de R$ 1.567,00.

Para fazer um comparativo e comprovar a desvalorização do professor, veja os salários que serão pagos para outros cargos e a formação exigida, todos com carga horária de 40 horas por semana:

– Cargos de Pedreiro, Carpinteiro e Pintor (ensino fundamental incompleto): R$ 1.000;
– Cargo de Marceneiro (nível fundamental completo): R$ 1.017,00;
– Cargos de Fiscal Tributário e Fiscal Imobiliário (ensino medio completo): R$ 1.356,00;
– Cargo de Mestre de Obras (nível fundamental incompleto): R$ 1.200;
– Cargo de Operador de Sites e Designer (nível fundamental incompleto): R$ 1.500.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.