Poder

Bandidos explodem agência bancária em Santa Luzia do Paruá

a

A laje da agência despencou

Mais uma agência bancária do interior do estado foi alvo de bandidos. Na madrugada desta segunda-feira (11), criminosos fortemente armados explodiram a agência do Bradesco do município de Santa Luzia do Paruá.

Com o impacto da explosão, a laje do estabelecimento bancário despencou, impedindo que a quadrilha tivesse acesso ao cofre do banco.

Para tentar impedir a ação da polícia, o bando furou pneus das viaturas, colocou correntes e cadeados nas portas dos postos da polícia, a fim de impedir a saída dos agentes. Ainda efetuaram diversos disparos em via pública. Até o momento ninguém foi preso.

1468219338-257209901


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Clientes do HSBC agora passam a ser do Bradesco

Operação movimentou US$ 5,2 bilhões

Operação movimentou US$ 5,2 bilhões

Apresentando queda nos lucros desde 2014, a filial brasileira do grupo britânico HSBC, segundo maior banco estrangeiro do país, foi comprado pelo Bradesco, que passa a comandar suas operações no Brasil.

O investimento foi de R$ 17,6 bilhões e a venda que foi selada em 31 de julho, pode ser concluída até junho de 2016.

Com a aquisição, o Bradesco assumirá todas as operações do HSBC no Brasil, incluindo varejo, seguros e administração de ativos, bem como todas as agências e clientes. Serão 5 milhões de correntistas no banco que está instalado em 529 cidades, com 851 agências, 464 postos de atendimento, 669 postos de atendimento eletrônico, 1.809 ambientes de autoatendimento e 4.728 caixas eletrônicos.

O HSBC chegou ao país há 18 anos, quando comprou o extinto Bamerindus, e continuará operando com as grandes no país.

O banco Bradesco tem crescido e alcançou este ano, entre abril e junho, o maio lucro trimestral na história. A instituição financeira anunciou ter registrado lucro líquido contábil de R$ 4,473 bilhões no segundo trimestre de 2015, após atingir R$ 4,244 bilhões nos três meses anteriores – um aumento de 5,4 por cento.

O Bradesco ainda informou que os clientes do HSBC continuarão a ser atendidos “da forma habitual” e, após a conclusão da operação, passarão a contar com todos os produtos, serviços e comodidades oferecidos pelo Bradesco.

Demissões

A preocupação agora é para manter os trabalhadores em seus postos, visto que em outras aquisições o desemprego se alastrou com as aquisições.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Finaceiro (Contraf-CUT) solicitou uma reunião com os dois bancos para discutir a manutenção dos empregos.

Queda

Após o anúncio da compra, as ações do Bradesco caiam mais de 2 por cento, enquanto o Ibovespa recuava 0,88 por cento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Correntista do Bradesco denuncia sumiço de mais de R$ 200 mil

Em contato com o Blog do Neto, um dos correntistas do Banco Bradesco, denunciou o “sumiço” de cifras que foram aplicadas em contas movimentadas pela ex-gerente do Bradesco, Raimunda Célia Moraes da Silva Abreu.

Segundo ele, o primeiro sumiço foi de R$ 20 mil reais, quando foram aplicados R$ 50 mil, em uma das contas movimentadas pela ex-gerente.

Ainda de acordo com ele, quando tomou conhecimento do escândalo no Bradesco, foi pego de surpresa com uma movimentação indevida onde resultou no desaparecimento de mais de R$ 200 mil.

“Neto eu fiz a última aplicação foi de cinquenta mil reais. Quando tomei conhecimento que a Célia tinha sido demitida, nessa hora fui ao banco e peguei um susto ao ver que sumiu mais de duzentos mil”, denunciou ao Blog.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Astro de Ogum nega que exista agiotagem em caso envolvendo o Bradesco

Vereador Astro de Ogum

Vereador Astro de Ogum

O presidente em exercício da Câmara Municipal, Astro de Ogum (PMN) resolveu falar a respeito do caso envolvendo o Bradesco e a Câmara Municipal de São Luís. Astro nega que exista agiotagem no caso. Em entrevista à Rádio Capital na tarde de ontem, o vereador se esquivou, e negou peremptoriamente conhecimento sobre todas as acusações. E disse que a Câmara até hoje não foi acionada por nenhum órgão sobre a investigação que estaria ocorrendo.

Astro afirmou desconhecer o caso e disse que os vereadores fazem empréstimos normais, principalmente para pagar débitos de campanha. “Desconheço essa história. Estou interinamente na presidência da Câmara e o que sei é que alguns vereadores usam das prerrogativas de cidadãos e pedem dinheiro emprestado de acordo com a necessidade de cada um. Acho até estranho transformarem vereadores em agiotas, já que, quando se termina uma campanha, geralmente o político chega com as finanças combalidas e geralmente recorre a empréstimo para quitação de débitos”, disse Astro de Ogum.

O vereador do PMN garantiu que o Legislativo da capital jamais foi acionado pela Polícia, Ministério Público ou Justiça a respeito da suposta agiotagem e disse também que já estive com a Assessoria Jurídica do Bradesco que também o informou desconhecer a história.

O vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB), disse que cada parlamentar deve responder por si, já que é dito que existe a participação de 14 vereadores e nenhum nome é citado. Por isso, respondendo por si, Pedro afirmou que não mantém nenhuma relação com o Bradesco, a não ser por receber lá seu salário de vereador, mas que nunca contraiu empréstimo da instituição bancária. “Ainda tentei fazer a portabilidade para o meu banco, mas demora cinco dias a mais para cair o salário. Mas nunca fiz nenhuma transação com o banco”, afirmou.

Pedro também afirmou que se o esquema funcionaria com movimentações do Bradesco, este deveria se pronunciar. “O Bradesco que deve dar explicações oficiais, e dizer se existiu ou não empréstimo ilegal, já que pedir empréstimo não é ilegal quando o desconto do empréstimo vem descontado no contracheque. Enquanto o Bradesco não dá uma posição oficial, eu só posso falar por mim”, afirmou o vereador.

A Polícia Federal investiga um suposto esquema de cheques e empréstimos que teriam desviado mais de R$ 26 milhões da Câmara Municipal. O esquema envolveria uma ex-gerente da agência do Bradesco na Câmara e funcionários.

Há duas semanas, o vereador Marquinhos (PRB) protocolou um requerimento na Casa pedindo a saída do Banco Bradesco das transações por “transações suspeitas da instituição financeira Bradesco S/A e servidores da Câmara”, segundo o requerimento. Porém, Marquinhos não quis falar sobre quais seriam estas transações. (O imparcial)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Bandidos assaltam banco do Bradesco de Santo Antonio dos Lopes

downloadUm bando assaltou a agência do Banco do Bradesco de Santo Antonio dos Lopes na manhã de hoje (15).

Segundo informações extra oficiais, os bandidos levaram a quantia de R$ 100 mil, após o assalto fugiram em um Corsa Classic que horas depois foi abandonado na entrada da cidade.

Aguarde mais informações!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.