Mundo

Veja publica trecho da biografia de Steve Jobs

Da coluna Cláudio Humberto

A revista Veja traz na edição que chega às brancas neste final de semana um capítulo inédito da biografia do ex-presidente do conselho de administração da Apple, Steve Jobs, que teve seu lançamento antecipado para 24 de outubro após sua morte. No trecho reproduzido pela revista, o jornalista americano Walter Isaacson, que também é autor da biografia de Albert Einstein, descreve a relação entre o executivo e o designer Jonathan Ive, chefe da equipe de design da companhia e responsável por produtos como iPod, iPad e iPhone. Ive – ou Jony, como era chamado – assumiu o comando da equipe em 1996, um ano antes do retorno de Jobs à Apple.

Ive conta no livro que pensava em deixar a empresa, já que a Apple tinha pouco apreço pelo design. Quando Jobs reassumiu seu posto, diz o trecho, realizou uma palestra que fez com que Ive resolvesse ficar. “Estávamos na mesma frequência. De repente entendi por que eu amava a empresa”, afirma no livro.

Segundo a biografia, Jobs respeitava Ive e achava que o designer fez “uma diferença imensa” na Apple e no mundo. Ive disse no livro que às vezes se ofendia com Jobs por ele ficar com muito crédito sobre os produtos. “Eu me sentava na plateia e ele falava daquilo como se fosse ideia sua. (…) dói quando ele assume a autoria de um dos meus designs”, contou Jony. Mesmo com a mágoa de artista, Ive reconhece a importância do papel de Jobs na companhia.
“As ideias que ocorrem a mim e a minha equipe seriam totalmente irrelevantes se Steve não estivesse aqui para nos empurrar, trabalhar conosco e derrubar a resistência a transformar nossas ideias em produtos”, disse no trecho do livro, segundo a Veja.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mundo

Morre Steve Jobs, fundador da Apple

G1

Steve Jobs apresenta o iPhone 4, em junho de 2010 (Foto: Robert Galbraith/Reuters)

Steve Jobs apresenta o iPhone 4, em junho de 2010 (Foto: Robert Galbraith/Reuters)

Morreu nesta quarta-feira (5) aos 56 anos o empresário Steven Paul Jobs, criador da Apple, maior empresa de capital aberto do mundo, do estúdio de animação Pixar e pai de produtos como o Macintosh, o iPod, o iPhone e o iPad.

Idolatrado pelos consumidores de seus produtos e por boa parte dos funcionários da empresa que fundou em uma garagem no Vale do Silício, na Califórnia, e ajudou a transformar na maior companhia de capital aberto do mundo em valor de mercado, Jobs foi um dos maiores defensores da popularização da tecnologia.

Steven Paul Jobs

Steven Paul Jobs

Jobs sempre acreditou que computadores e gadgets deveriam ser fáceis o suficiente para ser operados por qualquer pessoa, como gostava de repetir em um de seus bordões prediletos, que era “simplesmente funciona” (em inglês, “it just works”). O impacto desta visão foi além de sua companhia e ajudou a puxar a evolução de produtos como o Windows, da Microsoft.

A luta de Jobs contra o câncer desde 2004 o deixou fisicamente debilitado nos anos de maior sucesso comercial da Apple, que escapou da falência no final da década de 90 para se transformar na maior empresa de tecnologia do planeta. Desde então, passou por um transplante de fígado e viu seu obituário publicado acidentalmente em veículos importantes como a Bloomberg. Há 42 dias, deixou o comando da empresa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.