Poder

Mega-Sena acumula em R$ 15 milhões

O prêmio da Mega Sena sorteado ontem, 24, em Caçador (SC), pelo concurso 1.374, acumulou onde ficou previsto para o próximo sorteio, na quarta-feira (28).

O valor que será sorteado na próxima semana, segundo a Caixa Econômica Federal, poderá chegar em R$ 15 milhões.

Com isso, os amantes da jogatina poderão efetuar a compra dos bilhetes nas casas loterias mais próximas de suas residências.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flamengo bate o Volta Redonda por 4 a 2

Só a raça não seria suficiente. Só o oportunismo de Vagner Love não bastaria. O Flamengo precisou unir os dois elementos para, com um jogador a menos em boa parte do jogo, vencer o Volta Redonda por 4 a 2, de virada, no Raulino de Oliveira. O time de Joel Santana alcançou o resultado – fundamental na luta pela classificação – no segundo tempo, disputado todo sem Luiz Antonio, que recebeu o cartão vermelho ainda na etapa inicial.

Love foi decisivo ao fazer dois gols, um deles de letra. Ele agora tem seis no Campeonato Carioca, três a menos do que o artilheiro Alecsandro, do Vasco. Os outros foram marcados por David Braz e Léo Moura, e Rafael Granja e Leílton anotaram para o Voltaço.

O resultado permite que o Flamengo respire na Taça Rio. Faltando três rodadas para o término da fase de classificação, o time chega a 12 pontos no Grupo A, na terceira colocação, atrás do Macaé (que enfrenta o Americano neste domingo) por causa do critério de saldo de gols. O próximo compromisso no estadual é contra o Bangu, no domingo, em Macaé. Antes, na quarta-feira, tem Libertadores: duelo com o Olimpia no Paraguai.

O Volta Redonda perdeu para o Fluminense o seu lugar na zona de classificação e agora ocupa o terceiro lugar no Grupo B, com seis pontos. No próximo sábado, visita o Nova Iguaçu. (Do Globo Esporte)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Nayrinha deverá sair do presídio na madrugada, aguarda advogado

Jovem presa é amiga de Marcos Caldas

Jovem presa é amiga de Marcos Caldas

A estudante Nayra Veloso, 23 anos, deve ser solta nas próximas horas. Ela foi presa através de solicitação da Polícia Federal e autorização pelo juiz Antônio Noleto, da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Teresina.

O advogado Ernesto Lopes que faz a sua defesa, tentará retirá-la durante a madrugada e pretende levá-la para Valença onde ficam os familiares da jovem, pois não há restrição no mandado de prisão quanto à sua saída da cidade.

Nayrinha era amiga da estudante Fernanda Lages, encontrada morta no dia 25 de agosto de 2011 na obra do MPF na avenida João XXIII na zona leste de Teresina, e foi a última pessoa vista com a vítima antes da morte.

Com informações do Meio Norte


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Corte de verba na Esplanada atinge aliados e poupa o PT

Da Folha de S. Paulo

O endurecimento do controle de gastos na administração de Dilma Rousseff pesa mais sobre os ministérios entregues aos sócios minoritários da coalizão governista, o que ajuda a explicar a crise na base de sustentação parlamentar do Planalto.

Uma análise do recente bloqueio de R$ 55 bilhões em despesas previstas no Orçamento deste ano mostra que as dez pastas entregues a PMDB, PSB, PR, PP, PDT, PC do B e PRB perderam quase um quarto das verbas de livre aplicação –exatos 23,9%.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Matadouro público interditado em Vitorino Freire

Parte interna do matadouro

Parte interna do matadouro

Desde o ano de 2009 a Rede de Defesa dos Direitos da Cidade de Vitorino Freire, vem realizando um trabalho de organização popular em defesa dos direitos da população. Dentre estas ações destaca-se a questão das péssimas condições em que se encontra o matadouro publico municipal.

Ainda no ano de 2009, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED), realizou vistoria no matadouro publico a requerimento do Ministério Publico Estadual.

No relatório da referida vistoria, constatou-se que o matadouro não estava dentro das normas higiênicas estabelecidas por lei.

Dentre as várias irregularidades, cita-se: 1) estrutura física inadequada; 2) falta de aparelhos para o abate dos animais; 3) falta de capacitação técnica e sanitária; 4) adoção de medidas de higiene pessoal e dos instrumentos de proteção, regras necessárias para que a população possa consumir um produto de boa qualidade.

Mesmo sabendo de tudo isso, o poder público municipal nunca solucionou esta grave violação de direito, expondo toda a população a contrair doenças, já que a presença de urubus, ratos, baratas e outros insetos é constante no matadouro.

Diante destas denúncias, feitas pela Rede de Defesa dos Direitos da Cidadania de Vitorino Freire, o Poder Judiciário determinou a interdição do matadouro municipal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino viu o filho morrer de asma dentro de um hospital privado de Brasília

Flávio Dino sugere que o SUS e a Anvisa fiscalizem os hospitais privados (Foto: Igo Estrela/ÉPOCA)

Flávio Dino sugere que o SUS e a Anvisa fiscalizem os hospitais privados (Foto: Igo Estrela/ÉPOCA)

Da Época – Na manhã de 14 de fevereiro, uma terça-feira, pouco depois das 6 horas, o ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB-MA), de 43 anos e pai de dois filhos, recebeu uma ligação da mulher, Deane Maria. Ela falava do Hospital Santa Lúcia, um dos maiores de Brasília, para informar que Marcelo, o caçula, sofria uma nova crise de asma depois de 16 horas de internação. Dino pegou o carro e, por ruas ainda vazias, chegou ao hospital em poucos minutos. No trajeto, o ex-deputado se manteve calmo. Previu que Marcelo passaria por uma sessão de nebulização e logo estaria bom de novo.

Ao entrar na unidade de tratamento intensivo (UTI), deparou com uma cena bem diferente da que imaginara. Marcelo ocupava uma das cinco camas, cercado por três médicos – uma mulher e dois homens –, visivelmente tensos. O filho estava inconsciente, com o rosto roxo, e parecia não respirar. “Adrenalina”, disse um dos médicos, enquanto fazia massagens cardí-acas. Poucos minutos depois, viram os dois médicos deixar a sala. A médica ficou inerte em frente a Marcelo por alguns ins-tantes. Em seguida, dirigiu-se ao casal: “O Marcelo não resistiu”.

O destino de Marcelo gera consternação porque, apenas dois dias antes, era um adolescente ativo. No domingo, Dino e Marcelo pedalaram 10 quilômetros pelo Eixão, principal avenida de Brasília. Na segunda-feira, de volta à rotina, Dino viajou a trabalho para São Paulo. Desde junho do ano passado, preside a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur). Marcelo foi para o colégio, onde cursava o 9o ano do ensino fundamental. No final da manhã, o flamenguista Marcelo teve uma crise aguda de asma durante uma partida de futebol de salão. Sentiu falta de ar, vomitou e desmaiou. Foi socorrido e levado para o Santa Lúcia. Por volta das 14 horas, foi internado na UTI adulta do hospital e, mais tarde, transferido para a pediátrica. O prontuário médico registrou que seu quadro exigia monitoramento e que o menino necessitava de oxigenação. A mãe, Deane, fazia com-panhia.

No início daquela noite, quem assumiu o plantão do Santa Lúcia foi a médica Izaura Emídio. Aos 39 anos, especializada em pediatria e terapia intensiva, ela já vinha de uma jornada de 12 horas de plantão no Hospital Regional de Taguatinga. Ao che-gar, foi informada sobre as condições de saúde dos três pacientes da UTI: dois bebês e Marcelo. “Ele estava conversando nor-malmente. Estava ansioso. Não estava cansado”, disse Izaura à polícia. A situação parecia tão tranquila que Deane aconselhou o marido, que pousava em Brasília de volta de São Paulo, a nem seguir para o hospital. Marcelo dormia em paz e, possivelmente, teria alta no dia seguinte, logo cedo. Durante a madrugada, a médica Izaura visitou a UTI pediátrica duas vezes. Avaliou que Marcelo e os demais pacientes apresentavam “saúde estável”.

O filho de Dino morreu depois de 17 horas de internação na UTI pediátrica do Hospital Santa Lúcia (Foto: Monique Renne/CB/D.A Press)

O filho de Dino morreu depois de 17 horas de internação na UTI pediátrica do Hospital Santa Lúcia (Foto: Monique Renne/CB/D.A Press)

Tudo seguia bem até as 4 horas, quando o menino deveria receber dois remédios para asma. Isso não aconteceu. Aí começa-ram as complicações. Às 5h30, a médica Izaura foi chamada para ajudar num parto no centro obstétrico, ao lado da UTI pediá-trica. Marcelo só foi tomar o remédio às 6 horas. Em seguida, começou a passar mal. A mãe, Deane, pediu à auxiliar de enfermagem que chamasse a médica. Izaura não chegou. Depois de terminar o parto, ela foi trocar o uniforme. Enquanto isso, a crise de Marcelo se agravou. “Ele disse que não estava conseguindo respirar”, afirmou Deane. Segundo a mãe, os lábios já estavam roxos. A médica, finalmente, chegou e pediu equipamento para colocar um tubo de oxigênio no menino. O material veio, segundo o hospital, mas o procedimento não foi executado naquele momento. A médica pediu à auxiliar de enfermagem que chamasse o anestesista, que trabalha com entuba-ção. Ele estava no centro cirúrgico, em outra área do hospital. A essa altura, já alertado pela mulher, Dino corria para o Santa Lúcia. O anestesista chegou à UTI pediátrica às 6h20. Pouco depois, pediu à equipe de enfermagem que substituísse o equipa-mento de entubação. Às 7 horas, Marcelo foi considerado morto.

Procurada por ÉPOCA, Izaura afirmou que qualquer informação sobre o caso compete à direção do hospital. “O paciente re-cebeu todo o atendimento que a situação exigia e no tempo adequado”, diz o médico Cícero Dantas Neto, diretor técnico do Santa Lúcia. Segundo ele, havia uma situação de risco. “A asma é uma doença extremamente grave.” Mas, segundo especialistas, casos fatais são incomuns. “Com os medicamentos e tratamentos modernos, esses eventos (mortes em hospitais por asma) são muito raros”, afirma o médico Adalberto Sperb Rubin, diretor de Comunicação da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisio-logia (SBPT) e pneumologista da Santa Casa de Porto Alegre.

O menino foi enterrado no dia seguinte em Brasília. No velório, passaram o vice-presidente da República, Michel Temer, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, o governador de Brasília, Agnelo Queiroz, e o ex-presidente José Sarney (PMDB), principal adversário político de Dino no Maranhão. No dia 19 de março, acompanhado de Deane, Dino recebeu É-POCA num hotel de Brasília e deu a primeira entrevista com detalhes sobre a morte do filho. Desde a tragédia, está licenciado da Embratur. Com experiência de juiz federal aposentado, Dino é comedido quando fala do inquérito policial que apura o caso, sob a responsabilidade do delegado Anderson Espíndola. Só então decidirá o que fazer para que a morte prematura de Marcelo ajude a mostrar as falhas do sistema de saúde brasileiro. Apesar da tristeza, Flávio Dino falou com firmeza por mais de uma hora. No final, cedeu à emoção e sucumbiu ao choro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Maranhenses são destaques em Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

As estudantes do Colégio Militar Tiradentes, de Imperatriz, Sara Nascimento Reis e Laryssa de Sousa Camelo, orientadas pelo professor Gesivaldo dos Santos Silva, receberam o certificado de reconhecimento internacional do curso de inglês International Business Machines (IBM) e conquistaram o prêmio de destaque na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace).

As alunas do colégio da rede estadual de ensino defenderam o projeto Desenvolvimento de recursos computacionais para análise e interpretação parabólica das funções quadráticas utilizando o Maple visando melhorias no processo ensino-aprendizagem, apresentado na Febrace, realizada na Universidade de São Paulo (USP).

Inscritas na feira de ciências, as estudantes Sara Nascimento e Laryssa de Sousa foram escolhidas entre mais de mil participantes de todo o país e classificadas como finalistas com o projeto numerado EXA39. A feira aconteceu na semana passada na Escola Politécnica da USP.

Foram dois dias de premiações. No primeiro, conquistaram o certificado de reconhecimento internacional e curso de inglês pela International Business Machines (IBM). No segundo dia, ganharam o prêmio de Destaque Febrace – 2012 e ficaram em 3º lugar no geral na área de exatas e ciências da terra. As alunas receberam da Petrobrás uma lanterna USB e um HD externo de 500 Gb como prêmio para escola.

O diretor do Colégio Militar Tiradentes de Imperatriz, capitão Alan Camelo Ferreira, destacou a importância intelectual e emocional da participação de Sara Nascimento e Laryssa de Sousa, orientadas pelo professor Gesivaldo dos Santos.

Concorremos com instituições de ensino médio das redes privada, públicas federais e estaduais de todo o Brasil e conquistamos uma importante posição. A comunidade escolar e a sociedade imperatrizense estão felizes por mais uma participação positiva do Colégio Militar Tiradentes engrandecendo também o nome do Maranhão e em especial da cidade de Imperatriz, afirmou Alan Camelo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Dilma ‘empurra’ Lobão para cadeira de Sarney no Senado

Blog do Josias

O ministro Edison Lobão (Minas e Energia) procurou o pesidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO). Disse-lhe que Márcio Zimmermann, o técnico que ocupa a secretaria-executiva de sua pasta, deseja filiar-se ao partido.

Lobão se torna um forte candidato a substituir Sarney no Senado

Lobão se torna um forte candidato a substituir Sarney no Senado

Informada sobre a movimentação de Lobão, a caciquia do PMDB ficou tonta. Olhos arregalados, os figurões da tribo enxergaram nas costas do ministro as asas da mosca azul. Mais atrás, a sombra de Dilma Rousseff.

Sem estrondos, Dilma submete o PMDB a um jogo bruto. Deixa tontos os mandachuvas da legenda. Ela pega pesado no Senado, palco da derrota que acendeu o pavio de sua revolta tardia contra as “velhas práticas” da política.

Dilma executa dois lances: empurra Lobão para a poltrona de presidente do Senado e prepara a entrega da cadeira de ministro de Minas e Energia para Zimmermann, o segundo da pasta, personagem de sua irrestrita confiança.

A presidente visa três resultados: no comando do Senado, um político que lhe é dócil. Na chefia do ministério, um gestor do bolso do seu colete. De quebra, almeja inocular nas relações entre José Sarney e Renan Calheiros o vírus da discórdia.

A conversa de Lobão com Raupp tonteou os pajés porque eles perceberam que a perplexidade encontra amparo na realidade. Membro honorário do grupo de Sarney, o ministro não dá um passo sem combinar antes com o guia de seus movimentos.

Ficou entendido que as asas da mosca foram plantadas no dorso de Lobão por Dilma. Mas subentendeu-se que Sarney, após conversa que teve com Lula há 15 dias, autorizou o vôo. Algo que deixa Renan, por assim dizer, sem chão.

A manobra de Dilma espanta pela audácia. A troca de guarda do Senado só vai ocorrer no começo de fevereiro de 2013. A presidente desce ao pano verde com uma antecedência de dez meses.

Pelo regimento, cabe ao PMDB, dono da maior bancada, indicar o nome do substituto de Sarney. Renan vinha se equipando para obter a indicação. Em privado, Dilma sugeriu que talvez devesse se concentrar no governo de Alagoas.

Do ponto de vista político, a sugestão é tola. Retornando ao comando do Senado em 2013, Renan se ofereceria ao eleitorado alagoano mais bem posto em 2014. Sob a ótica da divisão de poderes, o conselho é impertinente.

Dilma mete sua colher de chefe do Executivo na sucessão do Poder vizinho. Ao comandante do Senado cabe presidir também o Congresso. No mais, uma presidente filiada ao PT remexe num caldeirão que, em tese, pertence ao PMDB.

Crispado, Renan olha para o Planalto de esguelha. Dilma dá de ombros. Vê no outrora todo-poderoso uma força decadente. Há sobre a mesa do PMDB do Senado 18 fichas. Na conta de Dilma, Renan não arrasta mais do que oito. Continue lendo aqui


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

VII Semana de Teatro no Maranhão

Espetáculos de teatro maranhenses e convidados de outros estados na programação da VII Semana de Teatro no Maranhão, realizada por meio do Teatro Arthur Azevedo (SL)

Dias 26 (segunda) a 1º abril (domingo)

Produção: Comissão Artística de Teatro do TAA

A poltrona escura

Espetáculo de Abertura da VII Semana do Teatro com o ator Cacá Carvalho (SP)

Dia 26 (segunda), às 20h

Produção: Winny

Ingressos: Entrada Franca com retirada de senha uma hora antes do espetáculo

Indicação: 16 anos

Duração: 90 min.

Os saltimbancos

Espetáculo de teatro infantil com atores da Cia 4 na Trilha (SP)

Dia 27 (terça), às 16h

Produção: Cia 4 na Trilha

Ingressos: Somente para escolas agendadas

Indicação: Livre

Duração: 45 min.

Joaquim e as estrelas

Espetáculo de teatro infantil com atores da  Cia Teatro de Nós (RJ)

Dia 28 (quarta), às 10h

Produção: Cia Teatro de Nós

Ingressos: Somente para escolas agendadas

Indicação: Livre

Duração: 45 min.

Pão com ovo

Espetáculo de teatro comédia com elenco da Companhia Santa Ignorância (MA)

Dia 28 (quarta), às 20h

Produção: Companhia Santa Ignorância

Ingressos: Entrada Franca com retirada de senha uma hora antes do espetáculo

Indicação: 12 anos

Duração: 75min.

Interplanetário levitador Xereta orbital

Espetáculo de teatro infantil com elenco da Cia ACB Teatral (RJ)

Dia 29 (quinta), às 10h

Produção: Cia ACB Teatral

Ingressos: Somente para escolas agendadas

Indicação:Livre

Duração: 45 min.

Curta a temporada

Espetáculo de teatro com elenco da companhia Circo Vox

Dia 29 (quinta), às 20h

Produção: Circo Vox

Ingressos: Entrada Franca com retirada de senha uma hora antes do espetáculo

Indicação: 12 anos

Duração: 90 min.

Capitão livrão

Espetáculo de teatro infantil com elenco da companhia Improviso

Grupo Teatral (MA)

Dia 30 (sexta), às 10h

Produção: Companhia Improviso Grupo Teatral

Ingressos: Somente para escolas agendadas

Indicação: Livre

Duração: 60 min.

História de todos os dias

Espetáculo de teatro com o grupo Miramundo (MA)

Dia 30 (sexta), às 20h

Produção: Miramundo Produções Culturais

Ingressos: Entrada Franca com retirada de senha uma hora antes do espetáculo

Indicação: 18 anos

Duração: 60 min.

O jogo do poder

Espetáculo de teatro com o ator Ivan Lima (GO)

Dia 31(sábado), às 20h

Produção: Mari  Dornellas

Ingressos: Entrada Franca com retirada de senha uma hora antes do espetáculo

Indicação: 14 anos

Duração: 60 min.

Encerramento da VII Semana de Teatro

Solenidade de entrega de troféus aos participantes do evento e homenagem aos profissionais de teatro Aldo Leite e Dona Bibi. (MA)

Dia 1º(domingo), às 20h

Produção: TAA

Ingressos: Entrada Franca

Indicação: Livre

Duração: 120 min.

Ingressos à venda na bilheteria do TAA, de terça a domingo a partir das 14h.

Obs: Os ingressos serão colocados à venda conforme Lei Municipal nº 4.729 de 28 de dezembro de 2006 (Lei da Meia-Entrada) segundo a qual 1/3 (um terço) dos bilhetes de qualquer ordem da platéia deverão ser disponibilizados para a meia-entrada para estudantes com carteira e idosos (60 anos). Os estudantes devem apresentar a carteira no ato da compra do ingresso e na entrada para o espetáculo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Atentado na França é alerta ao mundo contra o cyberterror

Atentado na França é alerta ao mundo contra o cyberterror

Por Milton Corrêa da Costa

O presidente da França Nicolas Sarkozy -o Brasil em berço esplêndido até hoje sequer tipificou o crime de terrorismo- após a aterrorizante ação do franco-argelino Mohammed Merah, que resultou no assassinato de três militares e quatro judeus, entre eles três crianças, além da morte do próprio assassino que resistiu agressivamente à prisão, acaba de alertar o mundo contra o islamismo radical, perigosamente exposto nas redes sociais. Está propondo medidas severas na legislação contra os que fazem apologia ao terrorismo na Internet ou incitam o ódio e a violência através dela. A proposta pune, inclusive, os que consultam regularmente sites que promovam o terror, com sentença de prisão.

Medida preventiva e repressiva por demais necessária quando sabemos hoje que o terrorismo islâmico, após o atentado do World Trade Center, para dificultar setores de inteligência governamentais, se subdivide em redes espalhadas por todo o mundo, inclusive na América Latina. É ledo engano imaginar que o mundo está mais seguro com a morte de Osama Bin Laden. Radicais de todo gênero, islâmicos ou simplesmente simpatizantes da ‘causa’ – não há comprovação ainda do envolvimento direto com a al-Qaeda no caso do atirador Mohamed Merah- ou como no caso do brasileiro Wellington Oliveira, que matou no ano passado doze crianças numa escola no Rio, incentivam e incentivam jovens ao extremismo em sites radicais. É o que se pode chamar de “faça você mesmo a sua guerra aprendendo na Internet”. Uma espécie de cyberterror que perigosamente se alastra para incentivar mentes, já doentias, à destruição de vidas humanas inocentes com a prática de atos de violência extrema e contra qualquer alvo.

No Brasil, em Curitiba, capital do Paraná, a Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira, 22 de março, dois psicopatas, de 29 e 32 anos, acusados de manter um site que trazia mensagens de apologia a crimes graves e violência contra mulheres, negros, homossexuais, nordestinos e judeus, além de incitar abuso sexual contra menores. O cerco à dupla, conforme noticiado, se intensificou depois de duas ameaças no site mantido por eles de que estavam “contando as balas”para entrar em uma festa de estudantes de Ciências Sociais da Universidade de Brasília. Um deles escreveu (pasmem) que estava “ansioso, sonhando com gritos de pessoas chorando e implorando para viver”. A polícia investiga ainda a ligação dos dois com Wellington Oliveira, o atirador que matou as crianças na escola em Realengo, no Rio de Janeiro.

Sobre o terrorismo islâmico a grande questão é que a al- Qaeda é uma organização terrorista ‘nebulosa’ como cita o próprio serviço de inteligência da França. Pouco se conhece sobre ela. O que se sabe é que se organiza em redes, em nós, inexistindo uma estrutura necessariamente verticalizada. Está ao redor do mundo mas não se sabe precisamente onde e como se comunica. São células terroristas com fanáticos dispostos a praticar qualquer ato extremo em nome do Jihad, a guerra santa islâmica. O diretor da CIA, Laeon Panetta, a principal agência de inteligência dos EUA disse com muita propriedade e conhecimento de causa, no ano passado, logo após a morte de Osama Bin Laden: “Apesar de Bin Laden estar morto a al-Qaeda não está. Devemos permanecer vigilantes e resolutos”. A Interpol confirmou á época também a sombria previsão: “O risco de atentado terrorista está maior em todo o mundo”.

Numa preocupante entrevista, o diplomata norte- americano Roger Noriega, revelou meses atrás, a uma revista semanal de grande circulação no Brasil -hoje Noriega atua no American Enterprise Institute forPublic Policy Research, um centro de estudos em Washington- que a associação do Irã com traficantes mexicanos para realizar atentados terroristas não é um fato isolado e que a América Latina virou base do terror islâmico. Roger Noriega disse que a Tríplice Fronteira, região entre a Argentina, o Brasil e o Paraguai, preocupa por ser um dos centros de operações financeiras das mais diversas organizações terroristas. Mas é, segundo o estudioso do terrorismo, na Venezuela que esses grupos têm permissão oficial para adestrar-se e planejar ataques contra os Estados Unidos. Noriega disse ainda que o presidente da Bolívia, Evo Morales, hospeda uma academia de treinamento de milicianos patrocinada pelos iranianos. Se considerarmos ainda que as FARC, um grupo narcoterrorista atua há anos na Colômbia, chegamos à conclusão que o perigo mora bem ao lado do Brasil, a quem o diplomata alerta para que nossas autoridades deixem de cometer o erro de ignorar o terrorismo.“O risco para o Brasil é real e iminente”, disse com todas as letras. Se considerarmos também que o Brasil, até 2016, sediará cinco grandes eventos mundiais, alvos portanto tentadores à ações de terrorismo, todo cuidado será pouco.

O certo é que, nesse contexto mundial de permanente preocupação contra atos de terrorismo, oriundos de qualquer causa, isolados ou não, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, saiu na frente e acaba de alertar o mundo na proposição de medidas de contenção ao real perigo do cyberterror. Que tal exemplo se alastre entre as autoridades governamentais das nações pacíficas do mundo na luta contra a praga do terrorismo. O preço da vida e da igualdade, da liberdade e da fraternidade será a eterna vigilância. O mundo pacífico -o papel da ONU será decisivo nesse caso- precisará, mais do que nunca, estar sempre alerta e vigilante contra o terrorismo e seus simpatizantes. Depois do ataque às Torres Gêmeas, nos EUA, no fatídico 11 de setembro de 2001, jamais poderemos duvidar do perigoso inimigo oculto. Tenhamos , pois, ciência e consciência da necessidade da prevenção e combate ao terrorismo transnacional e seus novos atores.

Milton Corrêa da Costa é coronel da reserva da Polícia Militar do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.