Poder

Maranhão tem registradas até o momento mais de 10 mil candidaturas

TRE apresentará nesta segunda (9) os números finais das eleições (Foto: De Jesus/O Estado)

TRE apresentará nesta segunda (9) os números finais das eleições (Foto: De Jesus/O Estado)

Até as 11h45 deste domingo (8), o sistema DivulgaCand do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que foram realizados 10.814 pedidos de candidaturas para as eleições de 2012 no Maranhão. Só em São Luís, maior colégio eleitoral do Estado, existem até o momento 518 pedidos solicitados à Justiça Eleitoral, entre candidatos às eleições majoritárias e proporcionais.

De acordo com o TSE, em todo o Estado até o momento foram contabilizados 9.959 pedidos para candidaturas a vereadores, 428 para prefeitos e 427 para os cargos de vice-prefeitos. Para as eleições majoritárias a cidade que apresentou o maior número de postulantes aos cargos de prefeito e vice foi Imperatriz, com nove: Adalberto Franklin (PT), Aluísio Melo (PCB), Carlinhos Amorim (PDT), Major Melo (PSOL), Wilson Leite (PSTU), Justino Filho (PTC), Kléber Miranda (PSB), Rosângela Barros (DEM) e Sebastião Madeira (PSDB).

O segundo maior número de candidatos a prefeitos e vices foi registrado em São Luís, oito: Tadeu Palácio (PP), Edivaldo Holanda Júnior (PTC), Ednaldo Neves (PRTB), Eliziane Gama (PPS), Haroldo Sabóia (PSOL), João Castelo (PSDB), Washington Oliveira (PT) e Marcos Silva (PSTU). Na capital também foram solicitados 510 pedidos para candidatura à câmara municipal. ( Com informações do G1 MA)

Logo depois o sistema do TSE apresenta Paço do Lumiar, com sete, além de Caxias e Presidente Juscelino, com seis, como as cidades com maior número de candidatos às respectivas prefeituras.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Veja todos os detalhes do caso Décio Sá

O assassino do jornalista mostra como cometeu o crime.

O assassino do jornalista mostra como cometeu o crime.

Foi realizada durante a noite do dia (3), a reconstituição da morte do jornalista e blogueiro Décio Sá. A ação se iniciou na Avenida Ana Jansen, em frente ao prédio do Sistema Mirante no bairro do São Francisco e se estendeu até o Retorno da Cohama.

Participaram da reconstituição aproximadamente 70 agentes das forças de segurança, entre profissionais da Delegacia Geral da Polícia Civil, da Superintendência de Investigação Criminal (Seic), das superintendências da Capital (SPCC) e do Interior (SPCI), do Grupo de Resposta Tática (GRT), do Comando de Operações Especiais (COE) do Batalhão de Choque da Polícia Militar, Peritos Criminais e policiais do Grupo Tático Aéreo (GTA).

Acompanharam ainda as ações, a delegada geral e o subdelegado geral da Polícia Civil do Maranhão, Maria Cristina de Meneses e Marcos Affonso Júnior, além da comissão oficial composta por seis delegados responsáveis pelas investigações sobre o caso. O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) e a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) deram suporte durante todo o período dos trabalhos.

Jhonatan de Sousa Silva, de 24 anos, o executor do jornalista, segundo as investigações, participou de toda a reconstituição do crime. Ele refez, ao lado dos policiais e peritos, todos os passos e ações realizadas no dia do crime.

A remontagem das cenas e as circunstâncias que envolveram os momentos preliminares do ato delituoso, a ação criminosa que vitimou o jornalista bem como a fuga do executor foram examinadas minuciosamente pelos peritos criminais da Superintendência de Polícia Técnica Cientifica (SPTC).

“Não existem dúvidas sobre a autoria do crime. A reconstituição serve como prova complementar cabal àquelas já apuradas durante as investigações. É a materialização das circunstâncias do crime que se somam às evidências testemunhais e materiais já colhidos pela Polícia”, disse a delegada geral, Maria Cristina.

Reconstituição

Próximo da Mirante.

Próximo da Mirante.

A reconstituição se iniciou em frente ao Sistema Mirante, seguiu até um quiosque na Praia da Ponta d’Areia, onde Jonathan teria se encontrado com seu comparsa, e se estendeu até o sítio de José Raimundo Sales Chaves Júnior, o “Júnior Bolinha”, de 38 anos, um dos suspeitos de ser mandante do crime, localizado na Rua 6, Residencial Verde Mar, no Bairro Pirâmide-Raposa.

De lá, os policiais retornaram para o Sistema Mirante e deram prosseguimento aos trabalhos, percorrendo todo o trajeto apontado pelo matador até o local do crime no bar Estrela do Mar, na Avenida Litorânea, posteriormente às dunas da praia por onde ele se evadiu e, por fim, até o retorno da Cohama onde, segundo relatado em depoimento, Jonathan teria solicitado a corrida de um táxi com destino a um sítio no povoado Miritiua.

O subdelegado geral Marcos Affonso comentou que a encenação do crime serve também para determinar o tempo gasto para execução, a distância, a localidade exata da ação e o percurso percorrido por Jhonatan até o momento do homicídio e sua consequente fuga do local.

O relatório contendo a conclusão da reconstituição, emitido pelo Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim), será anexado junto ao inquérito policial, que depois de concluído, deverá ser encaminhado ao Poder Judiciário.

Prisão

Os quadrilheiros acusados de tramar a morte do jornalista Décio Sá.

Os quadrilheiros acusados de tramar a morte do jornalista Décio Sá.

Jhonatan de Sousa Silva, executor confesso do jornalista Décio Sá, foi preso no dia 5 de junho em uma residência na Rua General Artur Carvalho, no Bairro do Turu, durante investigações da Seic. Portava 10 quilos de crack prontos para serem distribuídos e comercializados, além de duas armas, sendo uma escopeta calibre 12 e uma pistola ponto 40, e outros materiais.

Ele é natural da cidade de Xinguara, no Pará, e responsável pela autoria de pelo menos outros 20 crimes. O criminoso responde, também, por tráfico de drogas, associação ao tráfico e porte ilegal de arma de uso restrito.

Foram presos na Operação Detonando, além de Jhonatan de Sousa Silva; José de Alencar Miranda Carvalho, 72; Gláucio Alencar Pontes Carvalho, 34, filho de José de Alencar; Airton Martins Monroe, 24; José Raimundo Sales Chaves Júnior, o “Júnior Bolinha”, 38 anos; Fábio Aurélio do Lago e Silva, o “Buchecha”, 32 anos; e o capitão da Polícia Militar Fábio Aurélio Saraiva Silva.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Justiça obriga ex-prefeito de Vargem Grande a pagar R$ 12,6 milhões

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 4 de julho, três Ações Civis Públicas de Execução contra a ex-prefeita do município de Vargem Grande (a 175km de São Luís), Maria Aparecida da Silva Ribeiro, requerendo  o pagamento, em três dias, de, aproximadamente, R$ 12,6 milhões, em virtude da desaprovação das prestações de contas relativas ao exercício financeiro de 2006 da prefeitura daquele município.

As ações do MPMA são baseadas em irregularidades constatadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) na prestação das contas do município no que concerne ao Instituto Municipal de Aposentadorias e Pensões de Vargem Grande (IMAP). O tribunal verificou a não-comprovação da liquidação e do pagamento de despesas com folha de pagamento.

Na primeira das três ações ajuizadas pelo promotor de Justiça da Comarca de Vargem Grande, Benedito de Jesus Nascimento Neto, o MPMA solicita o pagamento de R$ 10.936.288,54 aos cofres municipais e de multa no valor total de R$ 1.128.482, 85 aos cofres estaduais.

Na segunda ação do MPMA, o promotor de Justiça requer que Maria Aparecida da Silva Ribeiro devolva, em três dias, R$ 501.167,90 aos cofres municipais e pague à Receita Estadual o valor de R$ 60.116,79.

Dos R$ 12,6 milhões devidos pela ex-prefeita de Vargem Grande, R$ 5 mil correspondem à multa imposta pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), em consequência de a ex-gestora não ter encaminhado documentos exigidos pela legislação e pela realização de despesas sem licitação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Iniciada a fase de acareações do caso Décio Sá

Do G1 MA

Marcos Afonso

Marcos Afonso

O delegado Marcos Afonso, que coordena a comissão responsável pela elucidação da morte do jornalista Décio Sá, afirmou, em entrevista à rádio Mirante AM, realizada manhã deste sábado (7), que as acareações entre os envolvidos na morte do jornalista Décio Sá já estão ocorrendo. “Nós já começamos a fazer esse trabalho. Todos os procedimentos necessários estão sendo feitos, assim como a reconstituição foi feita”, afirmou.

As acareações são importantes para confrontar os depoimentos do envolvidos e esclarecer a participação dos integrantes da quadrilha de agiotagem na morte do jornalista Décio Sá.

O delegado falou, também, sobre a arma 0.40, usada para matar o jornalista, que foi encontrada na Avenida Litorânea na última quinta-feira (5). Inicialmente, Jhonathan de Sousa Silva disse, em depoimento, que teria jogado a arma no mar, quando saía de São Luís em um ferryboat. Na quinta ele confirmou que escondeu a arma em uma duna na Avenida Litorânea, durante a fuga do local do crime.

O delegado Marcos Afonso, que coordena a comissão responsável pela elucidação da morte do jornalista Décio Sá, afirmou, em entrevista à rádio Mirante AM, realizada manhã deste sábado (7), que as acareações entre os envolvidos na morte do jornalista Décio Sá já estão ocorrendo. “Nós já começamos a fazer esse trabalho. Todos os procedimentos necessários estão sendo feitos, assim como a reconstituição foi feita”, afirmou.

As acareações são importantes para confrontar os depoimentos do envolvidos e esclarecer a participação dos integrantes da quadrilha de agiotagem na morte do jornalista Décio Sá.

O delegado falou, também, sobre a arma 0.40, usada para matar o jornalista, que foi encontrada na Avenida Litorânea na última quinta-feira (5). Inicialmente, Jhonathan de Sousa Silva disse, em depoimento, que teria jogado a arma no mar, quando saía de São Luís em um ferryboat. Na quinta ele confirmou que escondeu a arma em uma duna na Avenida Litorânea, durante a fuga do local do crime.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Deputado anuncia construção da UPA em Açailândia

Deputado Antônio Pereira

Deputado Antônio Pereira

O deputado Antônio Pereira anunciou, na Assembleia Legislativa, que o Ministério da Saúde (MS) acaba de liberar R$ 2 milhões para o Governo construir, até no final deste ano, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de 12 leitos no município de Açailândia, um dos mais importantes e prósperos da região Tocantina.

O parlamentar esclareceu que os recursos para a construção da UPA foram confirmados pelo Ministério da Saúde (MS), por meio de portaria publicada recentemente no Diário Oficial da União (DOU), e fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal.

Antônio Pereira disse que a liberação do recurso significa que a Secretaria de Estado de Saúde (SES) já pode receber os primeiros repasses, para construir a UPA de Açailândia ampliar unidades de saúde no Maranhão. As obras da UPA devem começar nos próximos meses.

LUTA NA AL

O democrata lembrou sua luta para conseguir a construção da UPA de Açailândia. Recentemente, ele protocolou indicações na Mesa Diretora da Assembleia, encaminhadas à governadora Roseana Sarney (PMDB) e ao secretário de saúde, Ricardo Murad, pedindo a construção da UPA na Vila Ildemar, uma comunidade habitada por cerca de 30 mil pessoas.

Antônio adiantou que a UPA de Açailândia deverá oferecer atendimento de urgência 24 horas, de complexidade intermediária entre as unidades básicas de saúde e de urgência, nas especialidades de clínica médica e pediátrica, exames de Raio-X, eletrocardiograma (ECG), eletroencefalograma, atendimentos simples e até casos de infartos e acidente vascular cerebral (AVC).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Max Barros vistoria obras do Castelão

O secretário de Estado de Infraestrutura, Max Barros, vistoriou, ontem, a obra de reforma do estádio Castelão. Acompanhado do secretário de Estado de Meio Ambiente, Victor Mendes, dos deputados estaduais Roberto Costa (PMDB), Hélio Soares (PP) e Jota Pinto (PR), e da promotora de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, ele visitou todas as áreas que estão sofrendo intervenções.

Max ao lado do deputado Hélio Soares

Max ao lado do deputado Hélio Soares

Durante a visita, Max Barros e Lítia Cavalcanti também compararam os serviços que estão sendo realizados no estádio com o que foi acordado, ano passado, entra a Sinfra e o MP, num Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado, também, pela Secretaria de Estado de Esportes e Lazer (SEDEL). O documento prevê o atendimento a todas as exigências do torcedor.

O secretário reafirmou que o prazo de conclusão da obra é agosto deste ano. “Cada vez que vimos aqui percebemos o quanto a obra está avançando. E essas vistorias constantes têm o objetivo de mostrar à empresa responsável que estamos vigilantes para cumprir o prazo de entrega da obra, que é para acontecer em agosto deste ano”, disse.

Segundo ele, a presença da promotora Lítia Cavalcanti durante a vistoria foi importante para que o Governo do Estado mostrasse ao Ministério Público que o que foi acertado e registrado no TAC está sendo cumprido.

“Foi uma determinação expressa da governadora Roseana Sarney que nós cumpríssemos à risca o que foi proposto pelo Ministério Público e nós trouxemos da promotora Lítia Cavalcanti aqui para mostrar que o que acertamos ano passado está sendo cumprido”, disse.

Satisfação – A promotora Lítia Cavalcanti destacou que a visita não teve como objetivo inspecionar a obra – esse procedimento só pode ser feito com acompanhamento do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, CREA e Vigilância Sanitária -, mas ressaltou ter ficado satisfeita com o que viu no estádio.

“Eu não sou técnica, nem especialista da área, mas, pelo que vi, todos os tópicos do TAC estão sendo cumpridos aqui e isso é motivo de satisfação para nós do Ministério Público, porque esse é o objetivo quando buscamos soluções consensuais para os problemas que se apresentam, de forma a garantir ao cidadão o acesso aos seus direitos sem a necessidade de judicialização”, frisou.

Representante da chamada bancada da bola na Assembleia Legislativa, o deputado Jota Pinto revelou a ansiedade que tem vivido para a reinauguração do estádio. Ele acredita, reformada, a praça esportiva mais importante do estado, pode dar novo impulso ao futebol local.

“Todos os que torcemos e trabalhamos pelo futebol maranhense nos lembramos dos grandes jogos que já foram disputados aqui e eu, como entusiasta do esporte, não vejo a hora de o Castelão estar novamente reaberto, impulsionando nosso futebol novamente aos postos mais altos do Brasil”, finalizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Veja a nova tabela de tempo dos partidos após a ADI

A luta por mais tempo no horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão é um dos aspectos que mais pesam na hora de definir as coligações partidárias.

Em São Luís, a indefinição sobre alianças tem causado estrondosas reviravoltas no cenário político e, com isso, a previsão do horário eleitoral era uma incógnita.

Já com as definições, aliança partidária, fica mais fácil obter o tempo de cada candidato. O blog divulga abaixo a tabela de tempo dos partidos disponibilizada pelo escritório de Advocacia Abdon Marinho e Associados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Luis Fernando Silva entrega retroescavadeiras a municípios

Noventa e nove municípios maranhenses, cuja população é menor que 50 mil habitantes e integram o Programa Territórios da Cidadania, receberam nesta sexta-feira (6) retroescavadeiras entregues pelo secretário-chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, que na ocasião representou a governadora Roseana Sarney, e pelo representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Sergio Lopes.

Secretário Luis Fernando Silva entrega retroescavadeiras a prefeito de Icatu, Juarez Lima

Secretário Luis Fernando Silva entrega retroescavadeiras a prefeito de Icatu, Juarez Lima

As máquinas vão reforçar a infraestrutura dos municípios, melhorar as condições de escoamento da produção da agricultura familiar,bem como a circulação de bens e serviços. A ação beneficia cerca de 1 milhão de moradores da zona rural do estado.

As retroescavadeiras foram doadas ao Maranhão pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por intermédio da Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário, um investimento de R$ 17,5 milhões. As máquinas foram adquiridas para a segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) no Maranhão.

“Esta é uma parceria muito proveitosa dos governos Estadual e Federal e que reforça o esforço que a governadora Roseana Sarney está fazendo de melhorar a qualidade de vida da população maranhense, sobretudo no campo”, destacou o secretário Luis Fernando Silva. Ele disse que o Programa de Inclusão Produtiva só terá êxito se for aderido pelos municípios.

“Essas máquinas serão usadas na construção, melhoria e ampliação de estradas vicinais que são os verdadeiros caminhos de escoamento da produção. Isso vai levar mais renda mais produtividade e mais qualidade de vida ao campo maranhense”, completou o secretário.

Durante seu pronunciamento, o secretário extraordinário de Regularização Fundiária da Amazônia Legal e representante do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, disse que o Maranhão é o estado contemplando com o maior número de retroescavadeiras.

“Por conta de uma agenda muito intensa isso não foi possível, mas estamos aqui para entregar as máquinas aos prefeitos e anunciar uma nova etapa do programa. A nova etapa é a aquisição de mais 3.591 retroescavadeiras e 1.300 motos niveladoras, anunciada pela presidenta”, explicou Sérgio Lopes. Já está disponível no site do MDA a possibilidade dos municípios se cadastrarem para adquirir as novas máquinas.

O prefeito do município de Icatu, Juarez Lima, que representou a Federação Maranhense dos Municípios (Famem), foi o primeiro a receber as chaves das máquinas. Ele disse que iniciativas como esta são que promovem o desenvolvimento do Maranhão, estado onde a maior parte da população vive na zona rural. “Só temos a agradecer ao governo do Estado e federal por esse apoio aos municípios maranhenses”, disse.

De acordo com o Censo Agropecuário de 2006, no Maranhão há 262.089 estabelecimentos da agricultura familiar, o que representa 91% do total de estabelecimentos rurais do Estado. Mais de 858 mil pessoas trabalham nesses empreendimentos, o que representa 87% da mão de obra ocupada com campo maranhense. Os agricultores familiares são responsáveis por, nada menos que, 93% da produção estadual de café, 89% do arroz em casca, 86% do feijão e da mandioca e 56% do leite.

Contemplados

Os municípios contemplados com as máquinas pertencem às regiões do Alto Turi e Gurupi (17 municípios); Baixada Ocidental (14); Baixo Parnaíba (12); Campos e Lagos (10); Cocais (12); Lençóis Maranhenses (9); Médio Mearim (15) e Vale do Itapecuru (9). Todos os municípios que receberam as retroescavadeiras fazem parte do programa Território da Cidadania, com exceção do município de Bom Jardim

A cerimônia contou com a participação de prefeitos, representantes do Incra, Iterma, do Colegiado Territorial Sustentável do Maranhão, superintendência da MDA, deputados estaduais, o secretário de Estado da Agricultura, Claudio Azevedo, A secretária de Estado da Mulher, Catharina Bacelar, e o tenente-coronel, Marco Antônio Terra, comandante do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, entre outras autoridades.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

O ato irresponsável de um motorista embriagado e inabilitado ao volante

Por Milton Corrêa da Costa

Pânico, correria, 20 pesssoas atropeladas e feridas (duas em estado grave), quatro delas arrastadas por cerca de 10 metros, presas à parte debaixo do veículo ( o carro teve que ser virado para retirar as vítimas), desespero, indignação. Este foi o resultado de um grave acidente de trânsito, ocorrido em Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo, no entorno de uma praça, em que um irresponsável motorista, embriagado- apresentava notórios sinais de embriaguez- e sem possuir carteira de habilitação (havia bebida alcoólica no veículo) deu causa, na madrugada da última quinta-feira (05/07), quando cerca de 5 mil torcedores comemoravam o título do Corinthians na Copa Libertadores da América.

O atropelador, que confessou ter ingerido bebida alcoólica antes de dirigir -imaginem a quantidade que deve ter sido ingerida em algumas horas- alega que o acidente se deu em razão de que torcedores começaram a depredar o carro que conduzia (havia mais três amigos em seu interior) e para fugir acelerou atropelando os pedestres. “Estávamos no carro festejando, quando as pessoas foram para cima do carro, do nada. Se ele (o motorista) não arrancasse com o carro eles iam matar a gente. Ele acelerou sem pensar nas consequências para salvar a gente. Era muita gente, não tinha como desviar. Quando viu o carro da PM ele parou”, afirmou um dos ocupantes do veículo, ainda com a camisa do Corinthians, enquanto era aguardado para ser ouvido na delegacia. Já as testemunhas disseram à polícia que a confusão começou quando o carro acertou uma jovem que comemorava o título. “As testemunhas dizem que eles passavam pelo local e encostaram em uma garota, que teve algum ferimento leve. Estavam tentando acalmar a situação quando o motorista saiu acelerando e atingindo as pessoas”, afirmou o delegado.

Pelo sim e pelo não, o que chama a atenção em mais um episódio de violência no trânsito, é o fato de que se não estivesse conduzindo o veículo, psendo pessoa inabilitada e ainda por cima ter feito uso de bebida alcoólica na direção, obviamente que o grave acidente não teria acontecido. Ou seja, a imprudência e a irresponsabilidade do motorista atropelador, ao assumir a direção de um veículo sendo inabilitado  e ainda e consumir bebida alcoólica, foram o fato gerador da grave ocorrência.O atropelador, que sofreu escoriações ao ser agredido por populares, preso em flagrante. responderá agora por tentativa de homicídio, lesão corporal dolosa, falta de habilitação e se comprovada, no exame do IML, a considerável ingestão de bebida alcoólica (quantidade  igual ou superior a 6dg de álcool por litro de sangue), também por crime embriaguez ao volante, previsto no Código de Trânsito Brasileiro.. Não foi arbitrada fiança e o criminoso permanecerá preso.

Esta é, portanto, mais uma (quase tragédia) das muitas que ocorrem em rodovias e vias urbanas, na guerra sem fim do trânsito brasileiro, pela insensatez da direção inabilitada e pelo uso da bebida alcoólica ao volante.Apesar do avento da Lei Seca, em junho de 2008, e de toda ação fiscalizadora consequente, imprudentes motoristas continuam bebendo e dirigindo, matando, mutilando, morrendo ou resultando gravemente feridos em acidentes de trânsito. Em São Paulo, em 2010, um total de 810 motoristas foram presos em flagrante por direção alcoolizada. Em 2011, tal número subiu  para 1824. Ou seja a imprudência de homicidas em potencial do volante, como o atropelafor de Tatuapé, é crescente. Note-se que estamos falando,  por simples amostragem, tão somente dos que foram flagrados num determinado estado da federação, não do número real da imprudência de beber e dirigir em todo país.

A realidade é que a quase certeza da impunidade e as brechas da benevolente lei penal brasileira (vejam o caso do ex-jogador Edmundo) também concorrem para o cenário permanente de carros retorcidos, vítimas ensanguentadas, dor e sofrimento. Até hoje, o ex-deputado do Paraná Carli Filho, que em 2009, embriagado ao volante, com o direito de dirigir suspenso e conduzindo uma caminhonete a 167km/h  matou dois jovens, sendo indicado a juri popular, por duplo homicídio doloso, não foi julgado. Permanece livre, leve e solto enquanto familiares das vítimas sofrem a dor da falta de seus entes queridos. A perguntas que ficam são: Até quando a impunidade e as brechas da lei continuarão beneficiando assassinos do volante? Até quando inabilitados e alcoolizasos do volante continuarão causando tragédias? Certamente até quando o rigor da lei e a certeza punitiva se constituirem uma realidade em território nacional.

Milton Corrêa da Costa é coronel da reserva da PM do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fábio Braga pede implantação de Viva Cidadão em São Bernardo

Deputado Fábio Braga

Deputado Fábio Braga

O deputado Fábio Braga (PMDB) enviou à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa indicação solicitando  à governadora Roseana Sarney a criação e implantação do projeto “VIVA CIDADÃO” no município de São Bernardo (MA).

O parlamentar destacou a importância do projeto “VIVA CIDADÃO” como política de inclusão social que vem beneficiando milhares de comunidades em nosso Estado, valorizando a auto-estima do povo local,  fornecendo assessoria jurídica, emissão de documentos pessoais e a promoção de eventos culturais e de lazer.

Com esta solicitação, o deputado Fábio Braga (PMDB) pretende atender a um pedido da população de São Bernardo, tendo em vista o êxito do programa em outras localidades.  O deputado pede, também, que a sua solicitação seja incluída na execução de Programas de Políticas Públicas durante o exercício de 2012.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.