Poder

Felipe Camarão sairá do Procon

Advogado Felipe Camarão

Advogado Felipe Camarão

O que ciúmes não faz. A gerência do Procon será coordenada pelo advogado e professor do Uniceuma, Kleber José Moreira, que recebeu o convite para substituir o jovem e qualificado advogado Felipe Felipe Camarão.

Informações dão conta que a saída de Camarão é relativa a uma grande crise de ciúmes da secretária de Direitos Humanos, Luíza Oliveira.

Na noite de ontem, 28, foi realizado uma reunião em que chegaram a um consenso amigável colocando a direção do órgão nas mãos do professor do Ceuma Kleber José Moreira .

A saída de Felipe Camarão da direção chega a se estranhar perante a sociedade que acompanhou ao excelente trabalho que fez combatendo as irregularidades cometidas impostas ao olhos do Procon.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Dutra provoca risos na Câmara ao chamar José 'Sadan' Sarney

O deputado federal Domingos Dutra (PT) provocou risos ao utilizou a tribuna da Câmara Federal para denunciar os hospitais do “Programa Saúde é Vida” comandado pela secretária de Saúde do Maranhão.

Dutra arrancou cargalhadas e risos dos federais ao chamar o Presidente do Senado Federal, de José ‘Sadan’ Sarney. Veja abaixo:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Indo e voltando: transporte coletivo de São Luís é para todos?

Por Irinaldo Lopes Sobrinho

Deveria ser. Até para que os coletivos urbanos fizessem jus ao nome que têm. A palavra “ônibus” vem de “omnibus”, que em latim significa “para todos”. Mas a realidade é que a maioria dos passageiros de ônibus só utiliza esse meio de transporte, se espremendo, se acotovelando, se cheirando e se pisando, por quatro razões.

Primeira. Não têm carro. Na nossa cultura, quando uma pessoa passa a ser proprietária de um automóvel, ela também passa a integrar um grupo diferenciado. É como se passasse a ser gente. Os homens ficam mais bonitos e atraentes. As mulheres ficam mais independentes e corajosas. É por isso que o carro é o bem de consumo mais desejado. E não seria a casa própria? Não, definitivamente. Ter uma casa até que é bom. Mas ela só fica parada, enraizada no seu terreno. Não dá pra sair por aí mostrando para todos. E, então, que graça tem? Com o carro é diferente. Ser proprietário de um automóvel é um atestado de vitória. “Olha só. Fulano(a) tá de carro! Parabéns!!!”. Pelo mesmo motivo, não existe derrota social maior que a perda do automóvel, por roubo, acidente ou, vergonha das vergonhas, por falta de dinheiro para sustentá-lo. “Olha só. Fulano(a) tá sem carro. Ô lástima. Se junte aos pobres, amigo(a)”. Só existe uma coisa pior que não ter carro. É ter e… perder. E é assim mesmo que o(a) ex-proprietário(a) passa a ser visto(a): como um(a) perdedor(a). Perdem-se, juntamente com o carro, a admiração dos familiares, a paciência e o interesse das namoradas, o respeito dos amigos, e a aura de ser extraordinário, que pairava acima da superfície terrestre e despertava olhares de inveja por onde passava. (Já perceberam os olhares que os passageiros de ônibus lançam pelas janelas para as pessoas que estão passando no automóvel ao lado? É uma mistura de olhar de cachorro vira-lata com fome parado na frente de uma máquina de galetos com aquele olhar de presidiário inocente mirando o sol pelas grades da prisão).

Segunda. Não têm moto. Numa espécie de escala evolutiva da raça humana, em relação à autonomia de deslocamento, o proprietário de uma moto está logo atrás do dono de um carro. É por isso que nas cidades menores, de economia mais acanhada, a primeira coisa que as pessoas compram quando passam a ganhar mais de um salário mínimo é uma moto. De preferência uma daquelas de 125 cilindradas ou uma daquelas scooters. O importante é que seja econômica. É óbvio que comprar uma moto muito potente – o que significa “muito cara” – não é para qualquer um. Geralmente, quem tem uma moto com mais de 450 cilindradas tem também um carro e usa a moto só por diversão. Aí já é outro assunto. O título de propriedade de uma moto, dessas mais simples mesmo, é uma espécie de carta de alforria. Pode até ser uma liberdade relativa, já que não dá pra dar carona para mais de uma pessoa, nem dá pra carregar todos aqueles objetos desnecessários que os donos de automóveis sempre levam consigo, espalhados sobre o banco traseiro ou no porta-malas. Mas, convenhamos, já é uma liberdade. Pelo menos a pessoa não vai ter que ficar se espremendo no corredor de um coletivo. Por outro lado, vai ficar se espremendo no corredor dos congestionamentos urbanos. No frigir dos ovos (literalmente, se for um motoqueiro), tem gente que prefere um milhão de vezes correr o risco de ser atropelado, xingado, enlameado, cortado e abalroado em cima de uma moto a se enclausurar por livre e espontânea vontade naquelas gaiolas gigantes que são chamadas de ônibus.

Terceira. Não têm dinheiro para andar de táxi. Essa provavelmente é uma das possibilidades de deslocamento mais prazerosa, confortável e… cara. Só para entrar e sentar a pessoa já paga mais de 3 reais. Alguém que ande de táxi cinco dias na semana, em percursos regulares de 10 quilômetros, com certeza gasta, ao final de um mês, o suficiente para pagar a prestação de um carro popular. Ou seja: quem anda de táxi usa esse meio porque quer. Não porque não tem dinheiro para comprar um automóvel próprio. Afinal de contas, andar de táxi tem muitas vantagens: você pode ir quase deitado no banco de passageiro e não se preocupa com estacionamentos, flanelinhas, riscos na lataria, desgastes das peças, danos à suspensão etc. Além de ter que pagar a corrida, geralmente salgada, a única desvantagem é que nem sempre você consegue um táxi na hora que precisa. Mas quem disse que usuário de ônibus tem um coletivo à sua disposição na hora da precisão? Corre até o risco de o “motora” passar propositadamente em cima de uma poça de lama e deixá-lo em um estado lastimável… além de atrasado.

Quarta. Não consegue ver a bicicleta como um meio de transporte. Essa incapacidade visual não é privilégio dos usuários de ônibus. Na verdade, todas as pessoas que nunca utilizaram uma bicicleta como meio de transporte em algum momento de suas vidas possuem uma anomalia na retina que compromete suas capacidades de enxergar o óbvio: a bicicleta é um meio de transporte. Tanto é assim que em países como Dinamarca, Holanda, Alemanha, boa parte dos deslocamentos urbanos são feitos por ciclistas. Em alguns casos, como em Amsterdam, capital holandesa, mais de 60% das viagens diárias são feitas em cima dos selins de uma bicicleta. Detalhe: vale lembrar que os países citados pertencem àquilo que antigamente se chamava “primeiro mundo”, o que significa que, neles, as desigualdades sociais são reduzidas e as pessoas têm muitas outras formas de deslocamento disponíveis. Têm carro, têm moto, têm dinheiro para andar de táxi, têm metrô. E ainda assim muitas preferem andar de bicicleta. Por quê? Porque ela é barata, de fácil manutenção, não emite CO², não usa combustível, não paga impostos, não ocupa muito espaço nas vias, faz bem à saúde, exercita os músculos, amplia a capacidade respiratória, não gera poluição sonora, é reciclável etc etc etc. Disso, tudo mundo já sabe. Mas, mesmo assim, na nossa sociedade, o usuário da bicicleta como meio de transporte tem relacionadas a si, muitas vezes, duas imagens depreciativas: ou é um pobre peão lascado miserável ignorante que não tem dinheiro nem para pagar a passagem do ônibus; ou é um louco kamikase excêntrico anárquico que não tem amor à vida e por isso se arrisca em transitar em uma cidade sem ciclovias adequadas.

É inegável que andar de ônibus, na nossa sociedade, não é para todos. É também inegável que adotar a bicicleta como meio de transporte exige precauções e esclarecimentos. E é mais inegável ainda (se é que isso é possível) que os problemas de mobilidade urbana afetam a todos, indiscriminadamente. Esteja você dentro de um carro, em cima de uma moto, no banco de passageiro de um táxi, no corredor de um ônibus ou no selim de uma bicicleta.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Mega-Sena sorteia R$ 2 milhões nesta quarta-feira (29)

Mega Sena pagará R$ 2 milhões

Mega Sena pagará R$ 2 milhões

O prêmio da Mega Sena fará o sorteio só que desta vez, o valor a ser pago aos apostados que obter no bilhete os seis números premiados, receberam R$ 2 no sorteio que será realizado neste quarta-feira, 29, de fevereiro.

No último sorteio feito no sábado, 25,uma aposta de Cuiabá (MT) acertou as seis dezenas que foram: 12 -27 – 37 – 44 – 54 – 59 do concurso 1.366 e levou o prêmio de R$ 22 milhões.

Agora é tentar a sorte apostando na casa lotérica mais próxima com apenas R$ 2 reais, o valor unitário da Mega Sena.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Tiririca confirma candidatura a prefeito de São Paulo

Tiririca tenta viabilizar seu nome para disputar prefeitura de São Paulo

Tiririca tenta viabilizar seu nome para disputar prefeitura de São Paulo

O deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva (PR-SP), o Tiririca, afirmou ontem terça-feira, 28, durante discussão na sede do partido em Brasília ser candidato a prefeito de do Estado de São Paulo.

O Partido da República (PR) fará uma aliança com o Partido dos Trabalhadores (PT). Mesmo tendo como escolha o ex-ministro Fernando Haddad, a bancada analisará o nome do federal para disputar o pleito que logo se aproxima.

Tiririca disse que aguarda a resposta do partido, depois que vários eleitores ligaram questionando o motivo da sigla não entrar na disputa com o seu nome.

“Os eleitores entraram em contato com o pessoal do partido [o PR]. Fiquei até surpreso. Estão pedindo [que ele dispute as eleições], o pessoal que votou em mim. Conversei com o partido e estou à disposição”, afirmou Tiririca, que nas eleições de 2010 foi o deputado federal mais votado do país, com 1,3 milhão de votos.

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Deputados rejeitam requerimentos que pedem documentos à Saúde

O plenário da Assembleia Legislativa rejeitou, na sessão desta terça-feira (28), por maioria, dois requerimentos de autoria do líder da oposição, deputado Marcelo Tavares (PSB), que solicitavam do secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad, cópias de  processos referentes ao programa Saúde é Vida: projetos, fiscalização e construção dos 72 hospitais; reformas dos hospitais Pam Diamante, Carlos Macieira (Ipem) e Mamede Trovão; e cópias do processo administrativo nº 1483/2009.

O líder da oposição ocupou a tribuna e agradeceu os colegas que votaram pela transparência e que gostariam que a Assembleia fizesse sua parte em fiscalizar as ações do Executivo. Ele lamentou a decisão da maioria de rejeitar seus requerimentos e disse que não ficou surpreso com o resultado, já que está no Maranhão. Para ele, “uma das razões de o Maranhão ser um Estado atrasado e o mais atrasado do Brasil é a omissão dos agentes que têm a missão de coibir práticas como essa”.

Tavares frisou que os indícios de corrupção no programa Saúde é Vida, comandado pela Secretaria de Saúde, merece ser investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Publico Federal, já que o governo federal já colocou cerca de R$ 16 milhões nas UPAs do Maranhão, além de vários milhões do Estado.

Um dos fatos que chamou a atenção do deputado, para que ele solicitasse copias dos processos da SES para serem submetidos à análise, foi a contratação de uma empresa que vende enlatados, a HW Engenharia, que não é empresa de construção, para construir as UPAs.

OUTRO LADO

O líder do governo na Casa, deputado César Pires (DEM), reagiu e desafiou seus pares a jogarem a primeira pedra aqueles que, quando na situação, um dia não votaram contra requerimentos da então oposição, quando estes também pediam documentos para serem analisados pela Casa. O deputado lembrou o período em que foi oposição, afirmando que, nessa época, todos os requerimentos foram negados, mas que, na ocasião, ele soube respeitar a decisão da maioria, sem agredir os então secretários, sem chamá-los de corruptos.

O deputado disse entender as declarações do deputado Marcelo Tavares e que o posicionamento da oposição é natural com relação a esse tipo de situação. Ele ressaltou o direito da maioria e que não há nada de ilícito em rejeitar os requerimentos.

Após a discussão, o deputado formalizou a recomendação para que a base aliada na Casa  votasse contrário aos requerimentos do deputado Marcelo Tavares.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Jogadas e dribles na política de Barra do Corda

Do Movimento BDC

Aristides Milhomem terá o apoio do irmão deputado Tatá Milhomem

Aristides Milhomem terá o apoio do irmão deputado Tatá Milhomem

Na última sexta-feira, dia 24 de fevereiro, a oposição política organizou mais uma reunião, desta vez o gramado foi na casa do Leocádio.

Antes o grupo estava com um time de futebol de campo mais o técnico, eram 12 os pré-candidatos. Agora é um time de futsal, mais o técnico e os reservas, são 7 os pré-candidatos que querem concorrer a prefeitura de Barra do Corda.

Veja quem são os atletas que jogam na linha:

Leandro Sampaio: Tem apoio de peso de seu pai e também o alto índice de rejeição por conta da gestão do próprio pai, Avelar Sampaio, como prefeito.

Eric Costa: Tem boa atuação na Câmara Municipal e pouca rejeição, mas é jovem na política (pouca experiência).

Dr. Perdigão: Um nome novo, mas não possui experiência no mundo político, busca apenas projeção futura.

Aristides Milhomem: Tem o apoio da governadora Roseana Sarney, sendo enquadrado no grupo dos fortes candidato, porém, não assumiu a Prefeitura no período que o atual prefeito esteve foragido da Polícia Federal.

Gil Lopes: Possui boa tramitação política, tanto que muda de situação para oposição a cada eleição.

Antônio Soares: Tem bons conhecimentos sobre gestão política, porém não tem o apoio do próprio PT local, que caminha em apoio ao prefeito.

Capitão Ribeirto: Exerce bom trabalho no comando da polícia, porém está sendo carimbado como um candidato patrocinado pelo prefeito para dividir a oposição.

Nilda Barbalho

Nilda Barbalho

Uma comissão foi formada por cinco membros. Veja quem são os atletas que trabalham na diretoria do time da oposição: Adão Nunes, Fonseca, Ivan Silva, Paulim Bandeira e Leocádio.

A comissão terá que apresentar no próximo dia 5, uma pesquisa representativa dos torcedores (eleitorado) de Barra do Corda. Na próxima reunião três jogadores serão eliminados da corrida dos pré-candidatos a prefeito da cidade, ficando ainda 4 jogadores de linha no time de futebol de areia.

Daí em diante, um acordo será feito ou o grupo de oposição poderá seguir o caminho de definição do nome dentre os 4 finalistas em pesquisa de opinião pública. O atacante escolhido pelos torcedores, será o artilheiro da oposição.

Possivelmente o nome do artilheiro que representará a oposição rumo à prefeitura de Barra do Corda poderá ser definido no mês de abril.

Na reunião do time de oposição, participaram 12 partidos políticos e o grupo espera por mais 3 partidos para fechar a seleção.

A maior dificuldade do grupo é fazer com que todos estejam focados no melhor para Barra do Corda e permaneçam unidos, não havendo nenhum atleta a fazer gol contra. Ou seja, se a oposição sair com dois artilhriros para disputar o cargo de prefeito de Barra do Corda, a situação sairá vencedora mais uma vez com o grande matador do time, o atual prefeito.

Quando será que o atual prefeito irá apresentar o candidato que terá seu total apoio? Talvez ele nunca apresente o candidato, e sim, a candidata Nilda Barbalho que nunca saiu do posto de candidata do prefeito.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Por R$ 4 milhões, Arnaldo Melo construirá Complexo de Comunicação da Assembleia

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), acompanhado dos membros da Mesa Diretora, apresentou aos demais parlamentares, no início da tarde desta terça-feira (28), o projeto do Complexo de Comunicação da Casa.

Melo irá gastar R$ 4 milhões com o Complexo de Comunicação

Melo irá gastar R$ 4 milhões com o Complexo de Comunicação

O prédio, que será construído ao lado da Creche-Escola Sementinha, passará a comportar toda a estrutura de comunicação do Legislativo Estadual, com espaços para a Rádio, TV e Agência Assembleia.

“Nossa recomendação é que o projeto traga para o Maranhão o que há de mais moderno em termos de estrutura para TV, rádio e internet legislativa, que esteja à altura da Assembleia Legislativa, uma das mais modernas do país”, disse o presidente Arnaldo Melo logo no início da reunião.

Ao todo, a nova instalação será construída em uma área de 2.500 m², contendo três pavimentos. No primeiro estarão os espaços de maior circulação, como por exemplo o hall, um auditório para 90 lugares, estúdio de produção, almoxarifado técnico, área de vivência, acesso social e comandos de energia, entre outros. No segundo andar estarão os estúdios e produção de TV, rádio e portal (news room), camarim, ilhas de edição e produção, CPD, área de telefonia e comunicação de dados e voz. No terceiro pavimento estará a área administrativa, disposta em mezanino.

Para dar maior agilidade ao processo de construção, o presidente disse existir uma previsão de que em 15 dias seja lançado o edital para construção da obra. Após este prazo, a previsão inicial é de que o prédio seja entregue no segundo semestre, possivelmente no dia em que se comemora a fundação da capital, 8 de setembro.

TV, RÁDIO E PORTAL

Durante a apresentação do projeto, Arnaldo Melo mostrou como acontecerá a parceria com o Senado Federal que permitirá a transmissão dos sinais da Rádio e TV Assembleia através de um sinal digital. A TV, por exemplo, será exibida no canal 51, com transmissores instalados no Bairro de Fátima.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Polícia caça vereador que matou namorada do pai com tiro

Vereador Welson Lopes de Andrade

Vereador Welson Lopes de Andrade

O vereador da cidade de Paulo Ramos, Welson Lopes de Andrade, de 37 anos, é acusado pela morte de Rosilene Feitosa Rodrigues, de 35 anos, esposa de seu pai, ocorrido na manhã da última segunda-feira (27) .

Segundo informações da polícia, a vítima era companheira do pai de Welson. E em virtude do vereador não apoiar o relacionamento entre ambos, o parlamentar é acusado pelo assassinato de Rosilene Feitosa Rodrigues.

Qualquer informação deve ser repassada ao Disque Denúncia [3223 5800 – capital e 0300 313 5800 – interior].


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Aprovado projeto de Zé Carlos que aplica Ficha Limpa no serviço público

Zé Carlos é elogiado pelo projeto de sua autoria aprovado nesta terça-feira

Zé Carlos é elogiado pelo projeto de sua autoria aprovado nesta terça-feira

Em votação unânime, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Assembleia Legislativa aprovou, na manhã desta terça-feira (28), projeto de lei de autoria do deputado Zé Carlos (PT), que institui a exigência de ficha limpa para a contratação de servidores no serviço público.

O projeto, que teve como relator o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB), tramita na Casa desde o início da atual legislatura, em fevereiro de 2011, e foi colocado em pauta, a pedido de relator, na reunião ordinária desta terça-feira, conduzida pelo presidente da CCJ, deputado Manoel Ribeiro (PTB).

Em seu parecer, Rubens Júnior defendeu a aprovação do projeto, assinalando que o Supremo Tribunal Federal concluiu, no dia 17 de fevereiro passado, um dos julgamentos mais aguardados dos últimos anos: a análise da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa. O STF ratificou a validade da Lei da Ficha Limpa para as eleições municipais de 2012.

Segundo Rubens Júnior, o projeto do deputado Zé Carlos coaduna-se com o princípio da moralidade no serviço público. Zé Carlos explica na sua proposta que, com a aprovação deste projeto, que irá à votação do plenário, a exigência também para o serviço público garantirá melhor qualidade do funcionalismo admitido, tanto no Executivo, quanto no Legislativo e Judiciário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.