Poder

Professores de Ribamar receberão novo reajuste salarial

A administração do prefeito Gil Cutrim (PMDB) implantará, neste próximo mês de maio, novo reajuste salarial de 8% para os professores da rede municipal de ensino de São José de Ribamar. Em menos de três anos, este é o terceiro reajuste concedido pelo governo municipal aos profissionais do magistério.

Gil Cutrim continua implantando benefícios para professores.

Gil Cutrim continua implantando benefícios para professores.

O novo reajuste seria efetivado em junho, mas em cumprimento a um acordo firmado com a categoria e, de forma especial, em reconhecimento ao trabalho dos docentes a administração municipal resolveu antecipá-lo. O benefício faz parte das ações de valorização da categoria e está inserido no Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos profissionais do magistério do município, implantado pelo prefeito em 2011.

Este ano, a prefeitura ribamarense, cumprindo o que foi acertado com os professores e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), já implantou os seguintes benefícios: pagamento das progressões, feito em janeiro; e implementação das promoções, ocorrida mês passado – é importante ressaltar que os docentes que, por algum motivo (falta de documentação, por exemplo), não receberam este benefício podem ingressar com pedido de reconsideração junto a Secretaria Municipal de Educação (SEMED).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Deputado pede asfaltamento de ruas de Presidente Dutra

Deputado Antônio Pereira.

Deputado Antônio Pereira.

O deputado Antônio Pereira (DEM) protocolou duas indicações na Mesa Diretora da Assembleia – já encaminhadas à governadora Roseana Sarney e aos secretários de Estado, Hildo Rocha (Cidades) e Victor Mendes (Meio-Ambiente) – pedindo a execução de benefícios cobrados pela população de Presidente Dutra, um das mais importantes municípios da região Central do Maranhão.

Na primeira indicação, Antonio Pereira pede – em nome do prefeito Juran Carvalho (PV) e da população – que a governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado de Cidades, Hildo Rocha, determinem a realização de um convênio com a Prefeitura do Município de Presidente Dutra na área de infra- estrutura urbana.

O democrata informou que o objetivo do convênio é asfaltar e construir meios fios e calçadas nas ruas e avenidas do Centro e dos bairros de Presidente Dutra. Segundo ele, os logradouros públicos se encontram em péssimo estado de conservação, o que impõe a necessidade da realização imediata das obras para a devida restauração.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Sérgio Vieira entrega ônibus escolar à prefeitura de Açailândia

Blog do Luis Pablo

Mesmo como suplente de deputado estadual, o advogado Sérgio Vieira tem lutado para levar benefícios para a população do município de Açailândia.

Sérgio Vieira fazendo a entrega do ônibus escolar.

Sérgio Vieira fazendo a entrega do ônibus escolar.

Prova disto, foi a entrega de um ônibus escolar equipado com elevador para cadeirantes, que vai beneficiar diversos alunos das comunidades carentes.

Sérgio Vieira conseguiu o ônibus através da Secretaria de Estado da Educação, quando assumiu no período de 4 meses na Assembleia Legislativa a vaga do deputado Antonio Pereira.

O retorno do advogado ao Poder Legislativo é dada como certo. Há uma forte articulação de lideranças da Região Tocantina que tem pressionado a governadora Roseana Sarney para que o deputado Tatá Milhomem assuma a Secretaria de Articulação Política, abrindo assim a vaga para Sérgio Vieira.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeitura de Pedro do Rosário recebeu R$ 5 milhões para a saúde e manda pacientes para Viana

O prefeito  de Pedro do Rosário, José Irlan Serra (PTC), não tem do que reclamar quando o assunto é recursos.

A pequena cidade recebeu para os próximos 10 meses a bagatela de R$ 5.266.993,88, sendo R$ 2.907,300,72 só para medicamento e  mais R$ 2.359.693,16 em materiais médico-hospitalares.

Nada contra o valor, agora o que chama atenção é que nos Hospitais de Viana o que mais se encontra são pacientes vindos do município de Pedro do Rosário.

O Hospital José Murad localizado em Viana não está em condições de atender a população de Viana quanto mais os pacientes de municípios vizinhos.

Se a prefeitura de Viana é que está tendo gastos com os pacientes de Pedro do Rosário o que diabos  o prefeio Irlan Serra está fazendo com mais de R$ 5 milhões de reais?

Abaixo os contratos para a saúde pública em Pedro do Rosário.

0001

00021

Documentos extraídos do blog do Fábio Moreira


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Chiquinho Escórcio e Gleide Santos reúnem-se com José Sarney e pedem melhorias para Açailândia

Encontro em Brasília

Encontro em Brasília

O deputado federal Francisco Escórcio (PMDB-MA) acompanhou a prefeita de Açailândia, Gleide Santos, juntamente com o deputado Hélio Soares, em uma produtiva reunião com o senador José Sarney e o ministro Edison Lobão em busca da concretização de projetos para o município.

Com Sarney foi tratado assunto referente ao novo hospital de Açailândia. Ficou acertada a vinda da secretária de saúde do município para uma audiência com o ministro Alexandre Padilha e o deputado Chiquinho Escórcio, a fim de elaborar um piso do custeio da saúde em Açailândia.

Na área de infraestrutura urbana foi solicitado ao senador José Sarney e à governadora Roseana 20 km de asfalto. E o deputado Chiquinho Escórcio também está buscando a celeridade no projeto de duplicação da BR-010 no trecho Imperatriz/Açailândia.

Sarney também recebeu o pedido, que já foi repassado ao ministro da Integração, Fernando Bezerra, para tapar as enormes erosões no município. Na ocasião, ficou acertada a ida de uma força tarefa para fazer o levantamento dos danos causados pelos buracos e, consequentemente, a retirada das casas que estão em perigo, à beira do precipício.

Além disso, foi acertada a urbanização da Lagoa do Joaquim. E na área da Educação, discutiu-se acerca dos sete cursos para a Faculdade do Aço.

Ao ministro Edison Lobão foi pedida a ampliação da iluminação pública em Açailândia e discutido assunto referente a Vale. O deputado Chiquinho Escórcio, a prefeita Gleide e o deputado Hélio Soares estão fazendo um movimento para que a Vale recompense os municípios do corredor de Carajás.

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Grupo empresarial que extraia madeira ilegal foi multado em R$ 30 milhões

A extração ilegal acontecia na reserva biológica do Gurupi, localizado no município de Carutapera, oeste do Maranhão.

De lá a madeira era levada para o Pará com guias de transportes e outros documentos que falsificavam a origem para áreas que o grupo possuía autorização de corte e manuseio.

Em uma única fiscalização foi comprovado o desmatamento de uma área equivalente a 2.600 campos de futebol . O grupo empresaria l foi multado em mais de R$ 30 milhões de reais.
Sem título

O esquema vinha sendo investigado desde 2011 por Policiais Federais do Maranhão, Pará, São Paulo e Distrito Federal.

A operação foi deflagrada com o cumprimento de 29 mandados de busca e apreensão em quatro cidades Paraense são elas Paragominas, Dom Eliseu, Tomé-Açu e Pacajá

As investigações da Polícia Federal levantaram indícios de que a madeira extraída ilegalmente da Reserva ecológica do Gurupi estava sendo exportada para o Estados Unidos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Geral

Corpo de Bombeiros interdita Mix Mateus do João Paulo

image

O Supermercado Mix Mateus, do Grupo Mateus, foi interditado nesta quinta-feira (04), pelo Corpo de Bombeiros.

A interdição segundo o coronel Figueiredo, se deu após o Grupamento de Atividades Técnicas (GAT), constatar rachaduras na estrutura superior. Além disso, o forro do estacionamento foi encontrado em situação que põe em risco a vida dos clientes.

De acordo com as leis de segurança, o supermercado só deverá voltar a funcionar quando engenheiro do estabelecimento emitir laudo técnico sobre imediatas soluções para os problemas.

Nota:
Em nota ficou firmado acordo entre o Grupo Mateus e os técnicos do Corpo de Bombeiros que apenas o estacionamento permaneceria fechado. As loja está funcionando normalmente atendendendo aos clientes.

“Foi uma interdição baseada simplesmente no que foi visto, o Crea não emitiu nenhum laudo condenando nossa estrutura. Nós vamos estudar o que aconteceu e tomar as devidas providências pra solucionar o problema”, disse o engenheiro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Água Mineral Floratta é vendida com coliformes

Percentual de coliformes totais encontrados na amostra da água mineral Floratta é quatro vezes maior que o tolerável pelos parâmetros da Anvisa

Um estudo encomendado pela organização H2Ong ao Laboratório de Química da Universidade Federal do Maranhão avaliou a qualidade da água mineral comercializada em São Luís.

Das cinco marcas analisadas – Floratta, Indaiá, Lençóis Maranhenses, Mar Doce e Psiu – uma apresentou desconformidade nos parâmetros de qualidade. Na amostra da água mineral Floratta foi encontrada quantidade de coliformes totais quatro vezes acima do limite permitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

217904

No item que avalia a quantidade de coliformes totais, o tolerável seriam 2,2 NMP (sigla que significa Número Total Permitido) para cada 100mL, mas o laudo da análise aponta 9,1 NMP/100 mL, o que sugere falha na higiene durante o processo de manipulação do produto. O laboratório realizou contraprovas em todas as amostras.

“A água mineral tem que estar isenta de qualquer substância que não sejam sais minerais e garantir ausência de risco à saúde da população.”, avalia Milton Dias, ambientalista e presidente da H2Ong.

Dias explicou ainda que as marcas de água mineral analisadas são as que detêm maior presença no mercado e que o estudo foi encomendado por conta do aumento significativo da demanda pelo produto em São Luís. “Água é questão de saúde. Buscamos um laboratório idôneo para fazer os testes e, para nossa infelicidade, encontramos este resultado”, completa.

Diante do resultado, a organização vai encaminhar os laudos para a Vigilância Sanitária do Estado e Município, Secretarias de Saúde municipal e estadual, além do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).

Não existem dados oficiais sobre o aumento do comércio de água mineral na capital maranhense, mas o grande número de pontos de venda e os dados da Associação Brasileira da Indústria de Águas Minerais (Abinam) sugerem aumento expressivo da demanda pelo produto.

De acordo a Abinam, o consumo de água mineral na região Nordeste foi o que mais cresceu no Brasil no período de 10 anos, passando de 4,7 bilhões de litros em 2002 para mais de 10 bilhões de litros no ano passado.

Esse crescimento pode estar relacionado à falta de acesso à água potável ou mesmo à desconfiança da população em relação ao produto que chega às torneiras.  Além disso, o racionamento e o aumento do poder aquisitivo das classes C e D ajudam a explicar o fenômeno.

A organização H2Ong, que atua com foco na preservação dos recursos hídricos, estudos e monitoramento da qualidade da água, também encomendou ao Laboratório de Química da UFMA a análise da água encanada que chega às casas dos moradores. Foram coletadas três amostras no mês de março em três diferentes bairros de São Luís: Coroado, Estrada da Maioba e São Francisco.

O resultado apontou ausência de coliformes fecais na água que chega às torneiras das casas onde foram feitas as coletas, o que torna a água própria para consumo. “Esse é apenas o início de um trabalho que estamos fazendo”, anuncia o presidente da H2Ong. A organização deve encomendar novas análises, desta vez para avaliar os níveis de cloro, concentração de metais e a composição da água dos poços, uma vez que esses fatores são de fundamental importância para estabelecer se o líquido consumido pela população atende aos parâmetros adequados para uso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

PF realiza operação e prende madereiros e empresários em Carutapera

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A  Polícia Federal deflagrou, na madrugada de hoje (03) , a Operação Dríade que teve por objetivo esclarecer a atuação de grupos empresariais que realizavam extração ilegal de madeira na região da Reserva Biológica do Gurupi, localizada no Município de Carutapera, oeste do estado do Maranhão.

O blog anunciou na semana passada sobre o desembarque de mais de 50 agentes federais no Aeroporto de São Luis. Fora isto mais chumbo grosso vem por aí.

A madeira, retirada ilegalmente da reserva ecológica, era levada para áreas em que o grupo possuía autorização para corte e manuseio. Guias de transporte e outros documentos expedidos pelas autoridades ambientais eram utilizados para “esquentar” a origem da madeira, que depois seguia para o exterior.

Noventa policias dão cumprimento a 29 mandados de busca e apreensão nas cidades de Paragominas, Dom Eliseu, Tomé-Açu e Pacajá, todas localizadas no estado do Pará.

Em uma única fiscalização ambiental, o grupo foi autuado pela devastação, na reserva biológica, de área equivalente a 2600 campos de futebol. Nessa ocasião, foi lavrado auto de infração no valor de R$ 30,96 milhões. Até o momento, as investigações apontam danos da ordem de cerca de R$ 50 milhões.

A operação conta com apoio de equipe do IBAMA e objetiva colher mais informações sobre a participação de cada uma das pessoas físicas e jurídicas envolvidas.

.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ex-prefeito de Anajatuba é denunciado por usar verba pública para reforma de sua residência

Ex-prefeito Nilton e sua esposa

Ex-prefeito Nilton e sua esposa

O Ministério Público do Maranhão, por meio da Promotoria de Justiça de Anajatuba, ofereceu denúncia contra o ex-prefeito do município, Nilton Lima, e sua esposa Maria Lúcia Marinho Lima, por crime de peculato.

Ambos estão sendo acusados de terem utilizado recursos públicos para o pagamento de pedreiros que trabalharam na construção da residência do casal no início do ano de 2010, época em que o ex-gestor encontrava-se no exercício do cargo. Maria Lúcia era secretária de Administração do município.

De acordo com o Código Penal, peculato é o ato de “apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio”. A pena prevista para quem comente o crime é reclusão, de dois a doze anos, além de multa.

A promotora de justiça Maria Cristina Lobato Murillo, titular da  Promotoria de Anajatuba, informou que, na investigação, foram obtidas cópias dos cheques da Prefeitura de Anajatuba, referentes ao pagamento da mão obra utilizada no serviço, e tabelas orçamentárias que contêm a relação semanal das diárias devidas aos pedreiros

Ouvido na Promotoria, o responsável técnico pela obra, João Carlos Dutra Júnior, confirmou ter recebido os cheques da Prefeitura cujos valores são idênticos aos cobrados nas tabelas orçamentárias. “É demasiada coincidência de datas e valores e beneficiários se compararmos os cheques e a tabela orçamentária”, observou a promotora. “Conclui-se, então, que foram utilizadas verbas públicas para construção da casa dos denunciados”, acrescentou.

Sobre a responsabilidade do ex-prefeito  a representante do Ministério Público argumenta que, ainda que não tenha assinado os cheques, ele era o gestor das contas públicas e responsável pela destinação das verbas, além de ser o principal beneficiário da construção da casa em que reside.

Quanto à ex-primeira dama de Anajatuba há também a acusação de que teria se apropriado do valor de R$ 15 mil, pagos pelo cheque de número 33790 da Prefeitura de Anajatuba, cujo comprovante de crédito na conta da denunciada se encontra nos autos do processo.

“Não se vislumbra que a denunciada tenha recebido o valor a título de salário como secretária de Administração, pois não era essa a remuneração dos secretários municipais. Se não recebeu tal verba em troca de  seu trabalho, qual o motivo de ter R$ 15.000,00 creditados em sua conta? A apropriação indevida parece a resposta mais óbvia”, ponderou a promotora de justiça   Maria Cristina Lobato Murillo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.