Poder

População sofre com sistema de Saúde de Buriticupu

Essa é a realidade que vive a população de Buriticupu

Essa é a realidade que vive a população de Buriticupu. O teto cheio de infiltrações

O prefeito de Buriticupu Francisco Primo (PDT) abandonou de vez o sistema público de Saúde do município.

A po­pu­la­ção de Buriticupu não tem mais a quem re­cor­rer, com re­la­ção ao caos em que se en­con­tra a si­tua­ção da saúde pú­bli­ca do mu­ni­cí­pio. Tem sido cons­tan­te as re­cla­ma­ções enviadas ao blog, que so­li­ci­tam uma providencia imediatas da prefeitura.

As consequência da falta de es­tru­tu­ra dos pos­tos de saúde de Buriticupu, a falta de um tra­ba­lho pleno das equi­pes do Pro­gra­ma de Saúde da Fa­mí­lia (PSF’), a enor­me de­man­da do Hos­pi­tal Municipal, e prin­ci­pal­men­te a falta de aten­di­men­to mé­di­co, que tem se tor­na­do cada vez mais ine­fi­caz na ci­da­de.  O morador do município relatou que “Está cada dia mais de­su­ma­na a si­tua­ção da saúde pú­bli­ca em nossa ci­da­de, são in­fi­ni­tos pro­ble­mas que de­mons­tram no sistema de saúde. O prefeito Francisco Primo tem que tomar uma ati­tu­de, caso isso não ocor­ra, mui­tas ou­tras tra­gé­dias irão ocor­rer”, disse o morador.

Se­gun­do informou, o secretário de saúde ig­no­ra a si­tua­ção da po­pu­la­ção que ne­ces­si­ta do sis­te­ma caó­ti­co de saúde do município.

As crí­ti­cas ao sis­te­ma de saúde pú­bli­ca de Buriticupu, não deve ser en­ca­ra­do como uma ati­tu­de opo­si­cio­nis­ta ao prefeito, mesmo ele afirmando que “não liga pra blogs, por que em sua cidade nem todos tem computador”.  Isso serve como uma aler­ta sobre as necessidades urgentes de mudança na forma de assegurar assistência me­di­ca a po­pu­la­ção da cidade pacata de Buriticupu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.