Política

João Alberto deve ser reconduzido à presidência do Conselho de Ética do Senado

image

O senador maranhense João Alberto Sousa (PMDB-MA) deverá permanecer na presidência do Conselho de Ética do Senado Federal, que é composto por 15 parlamentares. Se for confirmado, essa será a sexta vez que o parlamentar irá comandar o CES.

Ligado ao ex-presidente e ex-senador José Sarney (PMDB-AP), o senador é conhecido por ser favorável ao engavetamento de representações.

João Alberto alega que as delações no âmbito da Lava Jato não são suficientes para que se abra processo contra os colegas: “Precisa haver alguma prova, alguns indícios”. “Até agora não apareceu nada. Na delação, hoje, está sendo pronunciado todo mundo no Senado, na Câmara. Quando chegar no conselho, a gente faz um exame acurado da coisa para ver o que tem”, disse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.