Poder

Irmã de ex-prefeito de Magalhães de Almeida também recebia pela Prefeitura

thumbnail_IMG-20160811-WA0003

A lista de “funcionários” do município de Magalhães de Almeida, no ano de 2014, ligados aos gestores do município é extensa. Dentre os agraciados está a irmã do ex-prefeito Neto Carvalho, Ana Maria Carvalho. Ela recebia um salário de R$ 1.800,00 como coordenadora pedagógica.

A irmã do ex-prefeito é do município de Magalhães de Almeida, mas reside em Parnaíba, no Piauí; conforme dados do perfil dela no Facebook. O filho dela, Ricardo de Carvalho Lima, que é ator e já até atuou na Globo, reside no Rio de Janeiro, mas também era contratado do referido município no ano de 2014, como supervisor.

Todos esses indícios de irregularidades e outros tantos foram denunciados pelo vereador Fabyanno Carvalho Silva Araújo à Promotoria de Justiça de Magalhães de Almeida.

Em um trecho do documento encaminhado ao Ministério Público, o vereador declara que “parece que os cargos de coordenador pedagógico e supervisor são destinados somente aos familiares e pessoas próximas ao alto escalão da administração pública municipal (…), sugando o que deveria ser destinado aos alunos do município”.

O ato contraria o que prescreve a Lei de Diretrizes e Bases (Lei nº 9.394/96), em seu Art. 64: a formação de profissionais de educação para administração, planejamento, inspeção, supervisão e orientação educacional para a educação básica, será feita em cursos de graduação em pedagogia ou em nível de pós-graduação, a critério da instituição de ensino, garantida, nesta formação, a base comum nacional.

ana


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ator global recebeu salários de prefeitura maranhense

thumbnail_IMG-20160811-WA0002 (1)

O ator Ricardo Ricco Lima, sobrinho do ex-prefeito de Magalhães de Almeida, Neto Carvalho, recebeu proventos pelo referido município no ano de 2014. O artista global é natural de Magalhães de Almeida, mas reside no estado do Rio de Janeiro, como mostra o perfil dele no Facebook.

A caso foi levado ao conhecimento da Promotoria de Justiça da cidade e aponta Ricardo como supervisor da Secretaria Municipal de Educação, com salário bruto de R$ 1.300,00.

Além do sobrinho global do ex-prefeito, dezenas de pessoas receberam salários pela Prefeitura de Magalhães de Almeida sem qualquer qualificação para o cargo contratado.

Foi descoberto também que muitos dos beneficiados sequer residem ou trabalham no município e são pessoas ligadas ao prefeito, ex-prefeito e à secretária municipal de Educação

Além do caso do ator global que recebeu pela prefeitura, há outros fatos que foram levados para o conhecimento da polícia onde várias pessoas tiveram seus nomes usados de forma irregular para receberem a verba federal, o que caracteriza desvio de verba e falsidsde ideológica, conforme a folha a folha de abono do FUNDEB (Reveja).

1

a


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.