Poder

Praias da Região Metropolitana de São Luís continuam 100% próprias para banho

balneabilidade-das-praias-foto-gilson-teixeira

Pelo segundo relatório consecutivo, as praias de São Luís e São José de Ribamar estão 100% próprias para banho. É o que aponta o laudo semanal de balneabilidade divulgado nesta quinta-feira (13) pelo Laboratório de Análises Ambientais – LAA, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema). A aferição foi realizada no último domingo (9) e comprova que os 21 pontos monitorados possuem condições para o banho.

Os níveis de contaminação estão caindo, gradativamente, desde janeiro deste ano, devido aos investimentos feitos pelo Governo do Estado em saneamento. De acordo com o presidente da Companhia de Saneamento Ambiental (Caema), Davi Telles, essa é uma conquista que vem sendo construída a partir dos investimentos no programa ‘Mais Saneamento’. Ele destacou como preponderante para a balneabilidade das praias a inauguração da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Vinhais, uma das maiores do Nordeste, e que tem capacidade para tratar até 40% do esgoto da capital.

Além disso, Telles informou que a Caema já implantou mais de 70 quilômetros de redes coletoras e interceptoras e está melhorando as condições para a operação das elevatórias de esgoto já existentes. “Não é um resultado que se viu acontecer sem que algo por trás tivesse demonstrando, o que fez nós chegarmos a esse momento”, enfatizou o presidente da Caema.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Praias de São Luís continuam impróprias para o banho

Consideradas uma das principais opções de lazer em São Luís, as praias da capital maranhense continuam impróprias para o banho. Pelo menos é o que garante o relatório mensal da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais do estado do Maranhão (SEMA).

De acordo com o estudo do SEMA, das amostras de água colhidas de 21 pontos da orla marítima da capital, as praias de São Marcos, Calhau, Praia do Meio, do Araçagi e Ponta D’Areia não foram aconselhadas ao banho.

Por isso que mesmo com o período de férias muita gente prefere não desbravar as águas sujas do mar. Como é caso da vendedora Viviane Araújo que afirma que, em virtude do alto nível de poluição no mar, prefere apenas pegar sol nas barracas e, claro, evitar a água salgada. “Por conta da poluição eu evito”.

Além dos riscos da poluição do mar, existe também o perigo de afogamento. E para evitar acidentes foi iniciada nas praias a “Operação Férias com Segurança”, que segundo o Corpo de Bombeiros tem o principal objetivo de evitar acidentes na orla.

A capitã do Corpo de Bombeiros, Priscila Chahini, diz que os bombeiros que atuam nas praias estão orientando os banhistas a não entrarem em áreas de risco. “Nós fazemos a patrulha terrestre usando as viaturas e os quadriciclos ao longo da orla da praia, e também temos as patrulhas marítimas, que nós realizamos com os botes infláveis e as motos aquáticas. Sempre orientando os banhistas a não entrarem em uma área de risco, em uma determinada situação que possa ocasionar um acidente”, explicou. (Do G1 MA).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.