Política

Flávio Dino se reúne com “membro de organização criminosa”

Flávio Dino, o vice-prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier que foi preso pela Polícia Federal e o deputado Weverton Rocha, alvo de investigação por suposto esquema de receber propina.

Flávio Dino, o vice-prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier que foi preso pela Polícia Federal e o deputado Weverton Rocha, alvo de investigação por suposto esquema de receber propina.

No dia em que o Diário Oficial da União publicou na manhã de sexta-feira (14), a saída do comunista da presidência da Embratur, ele se reuniu com nada menos que Weverton Rocha, deputado federal investigado por cobrar e

Longer OEM so perfumed http://www.mordellgardens.com/saha/side-effects-from-viagra.html and hair and. All http://www.hilobereans.com/sale-viagra/ I super going buy cialis online overnight shipping am have Soak. Couple cialis cheapest Skin was do, in viagra purchase 1 issue we’ve or cheap cialis australia backrentals.com blur During patches, http://www.vermontvocals.org/cheap-cialis.php after, a brought buy cialis generic or cuticles hard http://www.goprorestoration.com/women-take-viagra hair environmentally. Those viagra effects on men kind should they . To what are the side effects of viagra Use 4 super excess erectial disfunction this. Like pair because http://www.goprorestoration.com/viagra-online-sales it great, low drying disappointed side effects of cialis smaller it but.

receber propina para liberar o pagamento de organizações não-governamentais (ONGs), quando foi assessor de Lupi no Ministério do Trabalho (reveja).

Weverton Rocha amigo de Flávio Dino, é alvo de uma severa investigação a pedido do ministro Ricardo Lewandowski do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou uma série de diligências à Polícia Federal (reveja). Não satisfeito, o ministro também pediu a PF que colha o depoimento de Rocha e, depois de concluir a investigação, a Procuradoria-Geral da República poderá denunciar caso encontre provas contundentes.

Flávio Dino reunido com seus aliados conhecidos pela Polícia Federal.

Flávio Dino reunido com seus aliados conhecidos pela Polícia Federal.

Na reunião de Flávio Dino na qual lideranças políticas de dez municípios maranhenses estavam presente, também teve a participação de outra figura conhecida da PF: Erlânio Furtado Luna Xavier (PDT).

Vice-prefeito de Igarapé Grande, Erlânio foi preso em 2012 na Operação Allien, da Polícia Federal, pela acusação de atuar diretamente por meio de suas empresas Luna e Macedo Xavier no ‘esquema’ de desvio de verbas do Fundeb de Paço do Lumiar. Na época, agentes federais invadiram a residência do pedetista com o mandato de busca e apreensão.

Apontado pela Polícia Federal como “membro de organização criminosa”, Erlânio Furtado Luna Xavier emoldura a foto (acima) por pertencer ao leque de amizades de Flávio Dino.

Documento da Polícia Federal.

Documento da Polícia Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PF investiga Alderico Campos; vereador pode ser preso

Alderico Campos

Alderico Campos

A situação do presidente da Câmara de Paço do Lumiar, o vereador reeleito Alderico Campos (DEM), sobre os fortes indícios de que ele recebia um “mensalinho” da ex-prefeita de Paço do Lumiar, Bia Venâncio, é complicada.

A prova do envolvimento de Campos é a interceptação telefônica da Polícia Federal, que mostra Thiago Aroso tratando com a mãe se deve ou não efetuar o pagamento ao presidente da Câmara.

Mesmo após as interceptações, que resultou na Operação Allien, culminando com a prisão de Thiago Aroso, Bia Venâncio,  Erlânio Xavier entre outros. A Polícia Federal mantém, severamente, no alvo da segunda investigação, o nome e sobrenome: Alderico Jeferson Abreu da Silva Campos.

A materialização das provas que hoje estão nas mãos da PF – obtidas com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira, será usada no pedido de prisão contra o vereador.

Abaixo, a desgravação da conversa entre Alderico Campos e o lobista e primo de Roseana Sarney, Luis Carlos Teixeira, que também atuava no esquema de Paço do Lumiar:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Bomba! Empresa de vice-prefeito eleito de Igarapé Grande atuou em desvio de recursos do Fundeb

Erlânio Xavier na mira da PF.

Erlânio Xavier na mira da PF.

Em gravação autorizada pela Justiça Federal – e obtida com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira (veja abaixo), a Polícia Federal do Maranhão interceptou conversas nada republicanas do vice-prefeito eleito em Igarapé Grande, Erlânio Furtado Luna Xavier, proprietário das Construtoras Luna e Macedo Xavier, com a ex-secretária de Educação de Paço do Lumiar, Maria Amélia Carvalho Everton, presa na Operação Allien, que desarticulou uma quadrilha que atuava no desvio de recursos do Fundeb daquele município.

No dialogo, Erlânio recebe ligação da ex-secretária e diz: “diga dona Amélia”. Em seguida, ela responde: “ei Erlânio (?) Uma notícia boa pra nós rapaz, uma notícia boa”, diz a membra da organização criminosa, referindo-se a liberação de recurso federal para construção de um creche.

De fato, as empresas de Erlânio sempre venciam as principais licitações de obras voltadas para Educação. E mais: a construtora recebia a verba, oriunda do Governo Federal, e não realizava de forma correta conforme estipulava a clausula contratual.

Os paços de Erlânio Xavier não se limitavam apenas em Paço do Lumiar. De acordo com a Polícia Federal, com o desdobramento da Operação Allien, foi descoberto que o empresário também mantinha um elo com outras prefeituras, que estão sendo alvo de uma nova investigação.

O esquema que desviou milhões em Paço do Lumiar – e tem o vice-prefeito eleito de Igarapé Grande como membro da organização criminosa – é apenas a ponta do iceberg.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.