Poder

Ex-prefeito se entrega à PF

luzinho

Ex-prefeito de São Bento, Luiz Gonzaga Barros, o “Luizinho”.

O ex-prefeito de São Bento, Luiz Gonzaga Barros, o “Luizinho”, se entregou na tarde desta terça-feira (19), na sede da Polícia Federal, no bairro da Cohama, em São Luís. Ele estava foragido.

Luís Gonzaga é candidato a prefeito do município e foi um dos alvos da Operação Vínculos, deflagrada hoje pelos agentes federais nas cidades de São Luís, São Bento, Palmeirândia, Pinheiro e Turilândia.

A ação visa reprimir organização criminosa responsável pela prática de crimes previdenciários, no Maranhão. O prejuízo identificado é de quase R$ 1,5 milhão.

Ao todo foram cumpridos 32 mandados judiciais, sendo nove de prisão temporária, 19 de busca e apreensão e 4 de condução coercitiva.

O esquema criminoso, segundo a PF, contava com a participação de o ex-prefeito de São Bento, contadores, um advogado especializado em causas previdenciárias, um ex-funcionário do cartório de Palmeirândia, um servidor do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e outros intermediários. Entre os mandados, está a determinação para que o INSS suspenda o pagamento de 11 benefícios de pensão por morte e afastamento do servidor.

Os envolvidos foram indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário, inserção de dados falsos, associação criminosa e falsidade ideológica, cujas penas máximas acumuladas podem chegar a 24 anos de prisão, sem prejuízo de outras infrações penais que forem identificadas após a deflagração, como lavagem de capitais e organização criminosa.

A Operação foi denominada VÍNCULOS em alusão tanto ao esquema criminoso que agia na implantação de vínculos empregatícios irregulares no CNIS, quanto pelo relacionamento comprovado entre os membros da associação criminosa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.