Poder

Funcionário do Hospital Carlos Macieira leva um choque e diretora tenta abafar

Blog do Luis Pablo

Um funcionário identificado como Eduardo Santos Figueiredo levou um choque no container que fica no estacionamento do Hospital Carlos Macieira, em São Luís-MA. O fato ocorreu na última sexta-feira, dia 23.

Segundo informações, o funcionário teria tocado em um fio de energia que alimentava as tomadas do container. Ele trabalha como Supervisor de Transporte no hospital.

Assim que soube do ocorrido, a diretora administrativa Silvana Helena Serra Muniz foi até o local para tentar abafar o caso. A preocupação dela não seria com o funcionário eletrocutado e sim para que não chegasse no conhecimento do secretário de Saúde, Ricardo Murad.

Funcionários que presenciará a cena ficaram assustados com a atitude da diretora, que seria protegida pela Gestora de Ações e Serviços da Rede da SES, Socorro Bispo.

O funcionário Eduardo Santos Figueiredo foi levado desmaiado para o UDI Hospital, onde se recupera das fortes dores na região da cabeça e da coluna.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Geral

Formandos em Medicina são recebidos no Hospital Carlos Macieira

O Hospital de Alta Complexidade Carlos Macieira (HCM) recebeu sua terceira turma de estudantes de medicina para estágio curricular em clínica médica, pediatria e ginecologia/obstetrícia.

Formando recebem orientações durante reunião.

Formando recebem orientações durante reunião.

A solenidade de abertura do internato foi realizada no auditório da unidade e contou com a presença do coordenador do curso de medicina do Uniceuma, Marcos Pacheco; do chefe de clínica médica e coordenador de estágio do HCM, Luis César Costa; da pediatra do Hospital da Criança Lucyana Braz e técnicos do HCM.

Luis César disse que os 57 estudantes de medicina encontrarão no Hospital Carlos Macieira equipes de profissionais da área médica comprometidos com a excelência do serviço e todas as condições necessárias para um bom aprendizado: “Este é um momento importante porque vocês serão preparados para abordar os pacientes, realizar um diagnóstico e conduzir o tratamento de forma adequada”.

O médico ressaltou, ainda, que é necessário que todos tenham comprometimento, disciplina, ética e humildade para perguntar sobre as patologias. “Estamos aqui com uma das melhores equipes médicas do país disposta a ensinar”, acrescentou. O estágio é dividido em três etapas de dois meses cada uma. Eles passarão pela clínica médica, pediatria e, ainda, ginecologia e obstetrícia, fechando os seis meses de estágio.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.