Poder

Ex-deputado é investigado pelo crime de trabalho escravo

simplicio-araujo-raimundo-louro

Ex-deputado estadual, Raimundo Louro.

O Ministério Público Federal e a Polícia Federal do Maranhão abriram inquérito para apurar crimes de redução à condição análoga à de escravo cometidos pelo ex-deputado estadual Raimundo Nonato Alves Pereira, Raimundo Louro.

Segundo o documento obtido com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira, a denúncia foi oferecida pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que fez vistoria em uma fazenda de propriedade do ex-parlamentar.

“Na ocasião, também foi colhido os depoimentos dos empregados, os quais informaram que o proprietário da fazenda ocupa cargo de Deputado Estadual do Estado do Maranhão. Ante o exposto, por tratar-se de autoridade que detém foro por prerrogativa de função perante a este Tribunal Regional Federal da 1ª Região, o expediente foi remetido a esta Regional”, disse o documento encaminhado para a Polícia Federal.

O MTE detectou na fazenda Santa Cruz, localizada em Santo Antônio dos Lopes, durante fiscalização, em 2014, diversas irregularidades, como condições de trabalho degradantes, sem água tratada, alojamento sendo em um casebre.

Veja abaixo o ofício:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.