Poder

Pesquisa Exata mostra Edivaldo com 25%, Eliziane com 21% e Wellington com 18%

O Instituto Exata e a TV Guará divulgaram, nesta sexta-feira (12), o resultado do levantamento acerca da disputa eleitoral de São Luís. Segundo aponta a pesquisa, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) lidera o pleito.

No cenário espontâneo, o atual prefeito da capital maranhense surge com 16% das intenções de voto, em segundo vem Eliziane Gama (PPS) com 9%. Wellington do Curso (PP) é o terceiro com 9%. Rose Sales (PMB) aparece com 2%. Eduardo Braide (PMN), João Castelo (PSDB) e Fábio Câmara (PMDB) surgiram com 1% cada um. O candidato do PPL, ZeLuís Lago marcou menos de 1%. Outros apareceram com 1%. Nenhum 15%. Não responderam ficou com 45%.

Na modalidade estimulada, 25% dos eleitores afirmaram que votariam em Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Em seguida vem Eliziane Gama (PPS) com 21%. O candidato do PP, Wellington do Curso, surgiu com 18%. Logo a seguir vem a vereadora Rose Sales do PMB com 7%, Eduardo Braide (PMN) com 3%, Fábio Câmara (PMDB) com 2% das intenções de voto. Zé Luís Lago do PPL e Cláudia Durans do PSTU marcaram 1% cada um . Valdeny Barros do PSOL foi citado por menos de 1% dos eleitores. Nenhum, branco e nulo marcou 12%. Não sabem 10%.

exata_1-e1471014702621

2º Turno

A pesquisa também avaliou um possível segundo turno entre Edivaldo Júnior, Eliziane Gama e Wellington do Curso. O prefeito de São Luís perderia para os seus dois opositores.

35% dos eleitores afirmaram que voltariam em Eliziane Gama e 32% para Edivaldo Holanda Júnior. Nenhum, branco e nulo marcou 24%. Não sabem, 7%.

Em uma eventual disputa com o candidato do PP, Edivaldo também perderia. Wellington do Curso apareceu com 39% e Edivaldo Holanda Júnior com 34%. Nenhum, branco e nulo 19%. Não sabem 8%.

E na disputa entre Eliziane e Wellington, a candidata do PPS venceria comcom 36% dos votos. E o pepista apareceu com 34%. Nenhum, branco e nulo 21%. Não sabem 9%.

Rejeição

O Instituto Exatas e a TV Guará também verificaram a rejeição dos candidatos.

Edivaldo Holanda Júnior foi o mais rejeitado pelos entrevistados com 35%. Em seguida Eliziane Gama com 18%. Cláudia Durans marcou 17% de rejeição, Eduardo Braide e Fábio Câmara marcaram 16%. Rose Sales 15% e 14% disseram que não votariam de jeito nenhum em Zé Luis Lago. Wellington do Curso e Valdeny Barros 11%. 6% disseram que votariam em todos e 14% disseram que não votariam em nenhum.

A sondagem ouviu 806 pessoas na Zonal Rural e Urbana de São Luís durante os 8 a 10 de agosto. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. E o grau de confiabilidade é de 95%. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob o número 07433/2016.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

“Em São Luís, o aluno sai às 8h e sai às 10h porque não tem merenda escolar”, diz Câmara

Fábio

“Em São Luís, o aluno sai às 8h e sai às 10h porque não tem merenda escolar”, criticou Fábio Câmara (PMDB) ao falar sobre a gestão da educação em São Luís. Câmara foi o quinto entrevistado da sabatina do jornal O Estado do Maranhão, realizada na manhã desta sexta-feira (12).

O candidato do PMDB ressaltou que é necessário planejar São Luís e fazer um projeto político-pedagógico. “Greves na educação é não falta de orçamento, mas sim de gestão. Escola de tempo integral é bonito de falar. Serviu para muitas campanhas”, afirmou.

Câmara comentou também sobre o PMDB e sua situação dentro da legenda.

“Jamais! Não levo mágoas”, negou Fábio Câmara ao ser questionado se guardava algum rancor dos membros do PMDB que lutaram para que ele não saísse como candidato a prefeito de São Luís.

Durante a entrevista, o candidato peemmedebista falou também sobre a oposição dentro da sua própria legenda. “Houve divergências internas, mas faz parte do processo” E sobre pesquisas, ele disse que no momento da campanha as digitais do partido que agora está unido serão mostradas e o eleitor saberá perceber o trabalho já desenvolvido pelo PMDB em São Luís.

“Não temos qualquer tipo de mágoa. O partido está pacificado. Vamos buscar com os grandes nomes do PMDB apoio para administrar São Luís. São pessoas que têm experiência e já fizeram muito pela capital”, afirmou Câmara.

O peemmedebista criticou o governo do Maranhão sobre o atendimento a pessoas queimadas e citou o exemplo o caso de Pirapemas, no qual morreram 4 pessoas.

Na sabatina, o vereador de São Luís expôs vários projetos que deseja implantar, caso seja eleito prefeito da capital maranhense. Ele falou sobre segurança, cultura, tecnologia e mobilidade urbana.

Fábio Câmara garantiu que irá criar uma Secretaria de Segurança no município, e por sua vez tornar a guarda municipal em uma espécie de polícia municipal. ” É necessário qualificar os guardas municipais para combater crimes como incêndio a ônibus. São Luís precisa fazer o dever de casa. Não vamos fazer projetos messiânicos e sim trabalhar com o que tem”, frisou o candidato do PMDB.

O vereador disse também que sabe do orçamento da Prefeitura e sabe da realidade na qual a cidade vive. “Iremos buscar parcerias com o governo federal e do estado, que fará convênios com a UFMA a fim de desenvolver os seus projetos.

Ao ser questionado sobre o desenvolvimento da cultura em São Luís, Câmara foi categórico: “Cultura é saúde também, tem que ser tratado com prioridade. Precisamos democratizar a Cultura. O poder público deve levar a população os conhecimentos sobre o folclore maranhense”.

E sobre a mobilidade urbana, o peemmedebista afirmou que após a licitação do transporte público ainda não viu melhora alguma e que a prioridade em seu governo será o transporte de massa. E sobre o VLT, ele falou, ainda, que confia no prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, quando este fala que tem um projeto sobre o VLT no Ministério das Cidades. “Para implantar o VLT, BRT precisa de investimentos e são caros e por isso buscarei parcerias”, pontuou.

Câmara também falou sobre política para os negros e para o público LGBT. “O Estado é laico. Seremos prefeito de todos. Não de um segmento”.

E ao ser perguntado sobre a reeleição para vereador. De acordo com ele, as transformações sociais somente chegam com esforço e com ousadia.”Eu não corro nenhum risco. Coloco meu nome para a avaliação do eleitor. Se não der certo, volto a minha vida como antes levada”, ressaltou Fábio Câmara.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Babalorixá diz que Edivaldo não se reelege em São Luís

IMG-20160810-WA0000

O babalorixá conhecido no meio político do Maranhão, Pai Dudu, jogou as cartas dos orixás e teve uma revelação sobre a eleição de São Luís. Ele, que está segurando a carta da Guerreira, contou ao titular do Blog que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior não terá êxito nesta campanha eleitoral.

As cartas indicaram que Edivaldo não irá se reeleger e que São Luís será comandada por um outro gestor. Só não deixaram claro quem comandará a Prefeitura de São Luís e nem o sexo do vencedor.

Edivaldo tem sofrido enorme rejeição por parte dos ludovicenses, em virtude do caos instalado na saúde, educação e infraestutura.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Eliziane diz que Edivaldo mentiu ao dizer que recebeu herança maldita da gestão de Castelo

3

A deputada federal e candidata a prefeita de São Luís, Eliziane Gama (PPS), criticou a gestão do atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), em sabatina realizada pelo jornal O Estado do Maranhão, na manhã desta quarta-feira (10). Durante 1h, Gama debateu sobre assuntos como infraestrutura, tecnologia, educação, mobilidade urbana e política.

A candidata do PPS afirmou que a cidade vive no abandono e que Edivaldo Júnior mentiu quando disse que recebeu uma herança ruim da gestão de João Castelo em 2013. “O discurso de herança é pífio assim como o discurso de planejamento de três anos”, garantiu Gama.

Segundo Eliziane, os gastos da Prefeitura de São Luís aumentou cerca de 700% se comparada a gestão que ficou na Prefeitura até 2012. “É preciso diminuir os custos para fazer a máquina funcionar de forma satisfatória. A Prefeitura está gastando e está gastando mal. E isso é muito grave”.

A pepessita falou sobre a mobilidade urbana e ressaltou que a Prefeitura de São Luís perdeu mais de R$ 400 milhões para o projeto do VLT, pois não apresentou em tempo hábil o estudo de viabilidade técnica e econômica. A gestão de Edivaldo Holanda Júnior perdeu mais de R$ 1 bilhão em projetos, segundo informou a candidata do PPS. Gama disse ainda que pretende criar um corredor de transporte. “Para a cidade melhorar é necessário juntar forças de todos os governos: estado, união e município”, pontuou.

Eliziane Gama disse, ainda, que houve direcionamento da licitação para “certas” empresas que ganharam o processo e atuarão no sistema de Transporte Público de São Luís.

A deputada federal comentou também sobre infraestrutura. Para candidata, a Prefeitura não tem plano algum nem diretor, nem planejamento financeiro e nem de mobilidade urbana. Ela declarou que uma das primeiras seu governo é revisar o Plano Diretor da cidade. “Temos já uns 10 anos com um plano diretor vencido e o resultado é um crescimento da cidade de forma desorganizada”, criticou Eliziane.

Durante a sabatina, Gama explanou algumas de seus projetos de implantação de tecnologia na gestão municipal e afirmou que Prefeitura de São Luís ainda vive na “era do excel” e que falta inteligência dentro da Administração municipal. “Para dá um ponta pé inicial para a interligação de todas as secretárias a saída é a criação de um sistema próprio da Prefeitura de São Luís. A transparência pública é um dos eixos do nosso programa de governo”, declarou.

A candidata criticou a existência de 32 secretarias e disse que algumas não têm sentido de existir. “As cinco secretarias de relação com a Câmara Municipal pode ser reduzida em uma pasta que funcione de verdade”. Gama falou também que São Luís é pouco transparente.

Eliziane Gama fez duras críticas em cima da gestão da educação em São Luís e foi categórica: “é criminosa a devolução de verba para construção de 25 creches e 10 escolas”. A Deputada disse que todas as crianças saberão ler e escrever até completarem fazer oito anos em seu eventual governo. “Essa é uma das nossas principais metas do nosso governo”

E para finalizar, Gama foi questionada sobre a sua chapa que é composta por integrantes do grupo Sarney e da base aliada do governador Flávio Dino. Segundo a candidata, ela tem respeito de todos os atores de várias correntes da política no país e também no estado.

Eliziane comentou também sobre o apoio do ex-prefeito João Castelo (PSDB) “O projeto que encabeço não é individual. É um projeto que reúne partidos e atores da política. Eu sou muito feliz com a plataforma que montamos. Temos um programa e vamos cumprir. Todos nós”, enfatizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Edivaldo Holanda Júnior afirma que não é dependente do governo do Maranhão

1470737510-157320296

Durante a sabatina realizada pelo jornal o Estado do Maranhão, na manhã desta terça-feira (09), o prefeito e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), foi enfático ao afirmar que não é dependente do Governo do Maranhão.

“As parcerias são necessárias e que o bom gestor sai em busca de recursos porque não há como uma prefeitura em qualquer lugar do país que consiga tocar o dia a dia somente com recursos próprios”, garantiu o pedetista.

Edivaldo Holanda Júnior disse que existem avanços em São Luís e que a Prefeitura fez uma ousada ação para revitalização de praças e espaços públicos.

Na entrevista, o candidato do PDT foi questionado sobre a construção de viadutos, que foi promessa de campanha em 2012, e ele declarou que buscou recursos no governos estaduais e federais para que as obras iniciassem, mas não obteve sucesso. Edivaldo Júnior disse, ainda, que somente após Flávio Dino ter assumido a gestão estadual foi possível realizar um trabalho de intervenções em vários pontos críticos de São Luís, como no retorno da Forquilha.

“As intervenções tem melhorado o trânsito de São Luís. Após a chegada do governador Flávio Dino fizemos a parceria e avançamos uma intervenção médio porte, que já se iniciou na Forquilha, ainda não mexemos na rotatória, mas estamos fazendo serviços complementares”, afirmou Edivaldo Holanda Júnior.

Durante a sabatina, o prefeito de São Luís também falou sobre o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e sobre a licitação do transporte público. Segundo ele, há um projeto em andamento, que já foi encaminhado ao governo federal, para a implantação do VLT, que atenderá a região do Itaqui-Bacanga.

E sobre a licitação do transporte urbano, Edivado declarou que recebeu a Prefeitura com uma série de problemas e que para realizar o processo licitatório era preciso combater a fraude, instalar o Bilhete Único. “Recebemos um sistema com uma série de problemas, que enfrentamos e estamos resolvendo. Primeiro, era preciso vencer etapas para que chegássemos até aqui.”, pontuou.

O pedetista respondeu também sobre o tema saúde. Edivaldo Júnior garantiu que não existem mais pacientes nos corredores dos Hospitais Socorrões I e II. “O programa Maca Zero retirou todos os pacientes dos corredores dos Socorrões e o que existe de forma pontual são pacientes aguardando a triagem para serem transferidos para a Santa Casa”, afirmou.

O candidato do PDT disse, ainda, que a Saúde avançou muito em sua gestão. De acordo com ele, o Hospital da Mulher foi reaberto, o SAMU recebeu uma nova sede, está sendo construído um novo Hospital da Criança. Edivaldo ressaltou que quando recebeu a Prefeitura não existia recursos para a construção do Hospital Jackon Lago ” Quando assumi percebi que não haviam recursos para que fosse construído o Hospital Jackson Lago. Mas será feita uma consulta pública e depois uma licitação para que seja feita uma parceria pública-privada para a construção do Hospital Jackson Lago”, declarou.

Outro assunto polêmico foi colocado em pauta durante a sabatina. A construção da maternidade da Cidade Operária. Holanda Júnior foi categórico ao responder. “Há um convênio com o Governo Federal, mas que os recursos não estavam sendo repassados, o que fez com que as obras fossem paralisadas. A situação do convênio com o Governo Federal para construção da maternidade já foi normalizado e as obras retomadas”.

Durante 1h, Edivaldo Júnior falou sobre temas como meio ambiente e habitação e garantiu que soluções já estão sendo encontradas para que o lixo seja recolhido e tratado da melhor maneira possível. Disse também que São Luís é a cidade com o maior programa habitacional do país e que os bairros que estão surgindo recebem planejamento de infraestrutura básica.

E por fim, o prefeito de São Luís falou sobre a sua mudança do PTC para o PDT e sobre as finanças da Prefeitura. E garantiu que não haverá atrasos salarias, pois há um planejamento responsável e sério.

E sobre a troca de partidos, Edivaldo afirmou que o PTC tinha um tempo muito reduzido e não daria para divulgar a sua gestão. “Dentro do processo político chega o momento que é necessário buscar uma casa maior até mesmo porque o PTC tinha pouco tempo de televisão muito reduzido e o PDT tem uma história em São Luís e a escolha foi natural”


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Luciano Genésio define seu vice para à Prefeitura de Pinheiro

IMG-20160808-WA0005

Depois de muito burburinho e desentendimentos, finalmente foi definido o vice de Luciano Genésio (PP), candidato à prefeito de Pinheiro. O escolhido para compor chapa foi o vereador Stélio Cordeiro, do PSDB. A decisão já foi registrada em ata.

Um novo nome teve que ser escolhido às pressas, depois que Luciano foi obrigado pelo partido a romper com Leonardo Sá (PCdoB), até então seu vice. A decisão foi embasada pela resolução emitida pela Comissão Provisória Estadual do PP (Reveja).

O documento deixa claro que o  Diretório do Partido Progressista na cidade de Pinheiro não se coligará na majoritária e nem na proporcional com o Partido Comunista do Brasil (PCdoB). A declaração instalou uma crise entre as duas agremiação partidárias.

Leonardo Sá ficou desapontado com o rompimento repentino. Chegou a afirmar que será candidato a prefeito em Pinheiro com o apoio do governador Flávio Dino, conforme o Blog já havia informado (Reveja).

Ao que tudo indica, os dois ex-parceiros vão travar uma luta acirrada pela Prefeitura de Pinheiro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Convenção homologa candidatura de Josinha Cunha em Zé Doca

Blog do Minard

1
Com o apoio dos partidos PSD, PRP, PTC, PRTB, PSL, PROS, PSC, PMN, DEMOCRATAS, PDT e REDE, o Partido da República realizou a maior convenção politica da história de Zé Doca na última sexta feira (5).

A AABB de Zé Doca jamais havia presenciado um público tão grande em um ato político. As 3 mil cadeiras colocadas a disposição do povo foi ocupada bem no início do evento. Milhares de pessoas chegavam vindas de todos os cantos da cidade. Segundo estimativas, cerca de oito mil pessoas compareceram à convenção.

Na ocasião, o nome de Josinha Cunha foi aclamado como candidata a prefeita de Zé Doca pelo PR, tendo Ana Sampaio como vice. Estiveram presentes na convenção, o presidente do PR no Estado o deputado Josimar Cunha, a prefeita de Centro do Guilherme Detinha Cunha, o prefeito de Maranhãozinho, Auricélio, o prefeito de Araguanã Valmir Amorim, o presidente do PR na capital, o ex-deputado Hélio Soares, os ex-prefeitos Natinho, Alcir e Natália, entre outras lideranças políticas.

Em discurso, o deputado estadual Josimar Cunha agradeceu a confiança do povo no projeto político do PR e destacou a força do grupo político para fazer uma cidade melhor. “O que estamos presenciando aqui hoje é uma verdadeira demonstração de força e vontade de mudar a realidade desse município, agradeço mais uma vez ao povo de Zé Doca por comparecer em massa a essa convenção, hoje é um dia histórico e a nossa luta estar apenas começando”.

A candidata Josinha Cunha discursou também em tom de agradecimento. Bastante emocionada ela falou do tamanho do desafio que tem pela frente e pretende contar com o apoio de todos para chegar ao objetivo almejado.

“Não tenho palavras para expressar o tamanho da minha emoção, agradeço de todo coração ao povo de Zé Doca que me acolheu de braços abertos, sei que tenho um desafio enorme pela frente, mas tenho fé e estou preparada para a batalha”, finalizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

‘Eu não fui recebido até hoje pelo governador’, diz Wellington em convenção

convenção 2

O candidato a prefeito de São Luís, Wellington do Curso (PP), afirmou, durante a convenção do Partido Progressista em São Luís, que jamais foi recebido pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), pois tem independência política.

“Quando eu falei que eu não fui recebido até hoje pelo governador do estado é porque tenho independência política, mas independência não pode ser confundida com arrogância, com prepotência”, garantiu Wellington do Curso.

Em seu discurso, o candidato do PP disse que, caso seja eleito, Flávio Dino terá que recebê-lo, afinal será um prefeito atuante e trabalhador. E se o gestor estadual não aceitar a sua visita dará a entender que não gosta de São Luís.

“Mas prefeito Wellington, o governador vai lhe receber? Vai! Qual é o governador que não vai receber um prefeito atuante? Um prefeito trabalhador, um prefeito que quer o bem da cidade, a não ser que ele não goste de São Luis e do povo, porque se gostar da cidade e respeitar o povo, ele vai receber o prefeito Wellington trabalhador, atuantes, determinado, que sabe fazer e vai resolver os problemas de São Luís”, afirmou o pepista.

E no final, declarou que não vai fazer promessas em vão. “Não vamos prometer o que não podemos cumprir”, disse Wellington do Curso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Eliziane e a repentina amizade com o tucano

IMG-20160804-WA0009

Quanto mais se aproxima a eleição, mais Eliziane Gama (PPS) se achega a João Castelo (PSDB). A deputada federal e pré-candidata à Prefeitura de São Luís não desgruda mais do tucano, e faz questão de posar toda sorridente para foto com o ex-rival, sem nenhum ressentimento.

O que incomoda mesmo a pré-candidata, nessa relação, é o passado. E uma das recordações que atormenta a parlamentar é a imagem dela segurando uma faixa que trazia um trocadilho com o nome de Castelo e a administração caótica dele enquanto prefeito de São Luís. Nesse período, ele ficou conhecido como “Caostelo”.

À época, Eliziane exercia o mandato de deputada estadual e não poupava críticas ferrenhas a Castelo. O tempo passou e o discurso mudou. Eliziane agora faz questão de manter um bom relacionamento político com o ex-prefeito e esquecer as desavenças e a imagem do passado. Tudo isso, movida pela ambição de ocupar o posto que atualmente é de Edivaldo Holanda Júnior.

Para alcançar a meta, Eliziane tem deixado de lado seus ideais, seus princípios  e se misturado com quem sempre condenou. Ah, o poder, ele mostra quem são as pessoas de fato, e o que são capazes de fazer para consegui-lo.Como dar credibilidade a quem dança conforme a música e deixa de lutar em prol do povo para brigar pelos seus próprios interesses? 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Wellington do Curso terá 2,3 minutos do tempo de televisão

thumbnail_IMG-20160804-WA0148

O candidato do Partido Progressista à Prefeitura de São Luís, Wellington do Curso, só ganhou com os apoios fechados ontem (04). O pepista terá 2 minutos e 3 segundos de propaganda eleitoral gratuita na Televisão e no Rádio.

A duração se justifica pelo fato de a coligação do candidato pepista ter adesão de mais 3 partidos em sua chapa, que são o PHS, PSD, PSB.

O partido de Wellington do Curso, o PP, tem 31,1 segundos na propaganda e ganhou mais 29,4 segundos do PSD, outros 27,8 segundos do PSB e mais 4 segundos do PHS, totalizando 92,3 segundos.

A Justiça Eleitoral determina a divisão de 60 segundos, igualitariamente, entre todos os candidatos e em São Luís serão nove candidatos, Wellington terá mais 6,6 segundos adicionais, chegando a 98,9 segundos, que, dividido por 60 é igual a 1,64 segundos, ou 2 minutos e 3 segundos.

O tempo é um dos maiores entre os candidatos a Prefeitura de São Luís. A propaganda eleitoral no Rádio e na TV começa no dia 26 de agosto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.