Maranhão

Luis Fernando enxerga Edivaldo Júnior como cabo eleitoral

Pré-candidato ao governo do estado, Luis Fernando

Pré-candidato ao governo do estado, Luis Fernando

Na semana passada, o secretário de Infraestrutura, Luis Fernando Silva (PMDB), conversou com o titular do Blog do Luis Pablo sobre sua pré-campanha ao Governo do Maranhão em 2014.

Luis Fernando disse que o empenho do governo em melhorar todas as estradas do Estado, tem sido importante para mostrar à população o trabalho que ele pretende fazer no comando do governo.

Ao ser indagado sobre o resultado de pesquisas realizadas em São Luis por diferentes Institutos, o secretário falou que a administração do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) tem sido uma das razões do seu crescimento na capital maranhense.

“Esse rapaz [Holandinha] é o meu maior cabo eleitoral”, disparou Luis Fernando. Segundo informou o Blog do Luis Pablo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Crescimento de Luis Fernando atrai prefeitos de oposição

Prefeitos de oposição podem deixar barco do comunista Flávio Dino.

Prefeitos de oposição podem deixar barco do comunista Flávio Dino.

Números de pesquisas realizadas desde o início deste ano onde aparece o crescimento da pré-candidatura do secretário de Infraestrutura do Governo Roseana, foi um dos pontos chamativos para que membros da oposição inicie a famosa debandada.

Um dos exemplos disso são alguns prefeitos que antes diziam serem soldados do projeto comunista. Mas, hoje, com dados embasados foram atraídos a iniciar dialogo e possível acordo com a pré-candidatura de Luis Fernando Silva.

A perca de prefeitos aliados do grupo de oposição que enxergam o crescimento do candidato do Palácio dos Leões é, sem sombra de duvidas, o iniciou do enfraquecimento político para Flávio Dino em 2014.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Pesquisa Ibope diz que Dilma venceria eleição no primeiro turno

Presidente Dilma

Presidente Dilma

A presidente Dilma Rousseff seria eleita no primeiro turno das eleições em três dos quatro cenários avaliados por uma pesquisa do instituto Ibope divulgada nesta quinta-feira (24). Contra o senador mineiro Aécio Neves (PSDB) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), tidos como os oponentes mais prováveis, a petista teria 41% dos votos –mais do que a soma dos adversários, que ficariam com 14% e 10%, respectivamente.

O levantamento, realizado em parceria com o jornal “O Estado de S. Paulo”, também indica que a disputa iria para o segundo turno apenas se o candidato tucano fosse o ex-governador José Serra e se a ex-senadora Marina Silva (PSB) tomasse o lugar de Campos. Nesse caso, a presidente tem 39% ante 21% de Marina e 16% de Serra.

No quadro em que Dilma disputa contra Marina e Aécio, a ex-senadora teria 21% –mais que o dobro dos votos de Campos–, mas Dilma oscilaria apenas de 41% para 39%. Aécio passaria de 14% para 13%. Se Dilma, Serra e Campos fossem candidatos, eles teriam 40%, 18% e 10%, respectivamente.

No segundo turno, a presidente ganha de todos os demais candidatos e tem em Marina sua adversária mais próxima: venceria por 42% a 29% dos votos. Em um segundo turno com Campos, a presidente venceria por 45% a 18% e, contra Aécio, sairia vitoriosa por 47% a 19%. Contra Serra, Dilma ganha por 44% a 23%.

A pesquisa ouviu 2.002 eleitores em 143 municípios entre os dias 17 e 21 de outubro. A margem de erro da é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fábio Macedo em Timon…

Empresário Fábio Macedo.

Empresário Fábio Macedo.

O empresário Fabio Macedo (foto) visitou na manhã desta quarta-feira,23, a cidade de Timon. Pré-candidato a deputado estadual pelo PDT, ele é visto como um dos nomes certos a conquistar uma vaga para a Assembleia Legislativa Estadual no próximo ano.

De olho no enorme colégio eleitoral timonense que conta atualmente com mais de cem mil eleitores, o filho do empresário Dedé Macedo conversou com várias pessoas na cidade. Empresários e políticos fizeram parte de sua agenda.

(Com informações do Blog do Elias Lacerda)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Eliziane discute eleições 2014 com Eduardo Campos

Eliziane e Eduardo Campos.

Eliziane e Eduardo Campos.

A presidente do Diretório Estadual do PPS-MA, deputada estadual Eliziane Gama participou ontem terça-feira, dia 22, de solenidade de entrega do título de Cidadão Piauiense ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

A parlamentar recebeu convite da executiva do PPS da cidade de Teresina para participar do evento realizado na Assembleia Legislativa do Estado do Piauí. Na oportunidade, a deputada foi recebida pelo pré-candidato à Presidência da República, governador Eduardo Campos e discutiu as eleições 2014. Ela reafirmou seu posicionamento no campo da oposição.

“Esse foi meu primeiro contato com Eduardo Campos, que ao lado de Marina Silva protagonizam a nova política no Brasil, no mesmo alinhamento que defendemos no Maranhão”, afirmou Eliziane Gama.

A solenidade de entrega do título de Cidadão Piauiense ao governador de Pernambuco, presidente nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e pré-candidato à Presidência da República, Eduardo Henrique Accioly Campos foi realizada na Assembleia Legislativa do Piauí. O título foi um requerimento do deputado Antônio Félix (PSD).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Eliziane reafirma independência política e pré-candidatura ao Governo

A presidente do Diretório Estadual do PPS no Maranhão, deputada Eliziane Gama (PPS) reafirmou a sua independência política e postura oposicionista na manhã desta quarta-feira, dia 16 de outubro. A parlamentar afirmou não ter nenhum vínculo com o grupo liderado pelo senador José Sarney (AP). Em resposta a notícia divulgada pela coluna Radar on-line, publicada pelo jornalista Lauro Jardim no site da Revista Veja, a deputada esclareceu que nunca integrou o grupo do senador no Maranhão.

“Quero falar ao Maranhão e às pessoas que acompanham o nosso trabalho, que se existe uma coisa na minha vida que não aprendi a fazer foi jogo para ninguém. Eu aprendi a trabalhar com a verdade, com a convicção e com a certeza em tudo aquilo que eu defendo. Eu nunca nem sequer pessoalmente conversei com José Sarney, com todo respeito que tenho a todos os colegas, à ele, à sua família, que aliás este é um debate que eu nem entro, por acreditar que o nosso debate é muito mais amplo, e é em cima de uma proposta importante, propositiva, embasada e fundamentada para de fato mudar o Maranhão”, destacou.

Na tribuna Eliziane Gama reafirmou a legitimidade da pré-candidatura do PPS ao Governo do Estado, e enfatizou que o Partido Popular Socialista se posiciona como uma alternativa democrática, e propõe projeto inovador e factível, e que vai além da dicotomia Sarney X Anti-Sarney.

“Quero dizer que é desonestidade essa atitude de tentar pregar uma pecha que não é verdadeira, é algo incompatível com o princípio fundamental que todo ser humano precisa ter, que é o princípio da honestidade e da integridade. E queria finalizar, presidente, que diante de tanta celeuma que tem ocorrido, diante de tanto debate que tem ocorrido, eu queria mais uma vez reafirmar o projeto de candidatura própria do PPS ao Governo do Estado do Maranhão”, assegurou.

Eliziane Gama reforçou que o foco sempre foi o trabalho na garantia dos direitos humanos e lamentou insinuações inverídicas sobre sua postura. “Infelizmente nesse debate político há varias insinuações e até fofocas que não vale muito a pena considerar, por isso que eu decidi na minha vida ter foco no trabalho. Estou no meu segundo mandato de deputada estadual, e desde o primeiro dia nesta Casa, o meu foco foi sempre trabalhar na defesa das comunidades, dos direitos humanos e com olhar para os excluídos do Maranhão”, comentou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Eliziane fecha com Luis Fernando para o 2º turno

Eliziane Gama apoiará Luis Fernando em troca do apoio do Palácio para disputar Prefeitura de São Luís em 2016.

Eliziane Gama apoiará Luis Fernando em troca do apoio do Palácio para disputar Prefeitura de São Luís em 2016.

A deputada estadual Eliziane Gama, (PPS), já é confirmada como uma das peças fundamentais para o jogo de xadrez [eleitoral] do grupo Sarney .

Pré-candidata ao Governo do Maranhão, Gama pode ser a peça para o cheque mate da vitória do pré-candidato e secretário de Infraestrutura, Luis Fernando Silva em 2014.

No provável segundo turno entre o comunista Flávio Dino e Luis Fernando, Gama vai aparecer no tabuleiro em favor do ex-prefeito de Ribamar.

O acordo entre o PPS e o PMDB é simples: Eliziane Gama apoiará o peemedebista em troca de uma fatia do Governo. Além disso, ela vai brigar em 2016 com o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), com total apoio do Palácio dos Leões.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino persegue adversários com estratégia de Adolf Hitler

O comunista Flávio Dino.

O comunista Flávio Dino.

É nítido o objetivo do presidenta da Embratur, Flávio Dino, em escorraçar a família Sarney do Palácio dos Leões em 2015. Ocorre que para isto, ele acaba se esquecendo do ponto crucial do eleitorado e se importa apenas em perseguir adversários e inimigos políticos.

Declarado inimigo da família Sarney, Dino além de usar da estrutura da Prefeitura de São Luís para se promover (reveja), ele é apontado pela tentativa de paralisar as obras do Governo do Estado. Mesmo que elas sejam de interesse da sociedade maranhense.

A perseguição de Flávio Dino através dos deputados de oposição acarreta sérios problemas, a exemplo da enorme lacuna de propostas no debate do campo de ideias.

Há três anos quando foi derrotado por Roseana Sarney, o comunista adquiriu a perseguição de forma estratégica de pré-campanha. A outra, idêntica a dos nazistas onde o ponto capital da estratégia psicológica de Hitler é jamais encarar o endividou como pessoa, mas sempre como membro de um grupo. O que refere-se ao secretário de Infraestrutura, Luis Fernando, alvo de criticas por pertencer ao grupo Sarney.

Com essas práticas de ditador, o que será do Maranhão governado pelo espelho estratégico de Adolf Hitler?


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Mais uma pesquisa aponta liderança de Flávio Dino

Flávio Dino.

Flávio Dino.

O instituto Conceito realizou pesquisa para saber a preferência do eleitorado em várias regiões do Maranhão, entre os dias 24 a 31 de julho deste ano.

Os números do instituto mostram, que o presidente da Embratur, Flávio Dino venceria hoje no primeiro turno com 56,8%. Luis Fernando chegaria em segundo lugar com 15,3%, o ex-prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, teria 6,2%.

 

 

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Nós vamos estar juntos em 2014, diz Aécio sobre Serra

serra-beija-aecioO presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves (MG), afirmou nesta segunda-feira, 05, que estará no mesmo palanque que o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) nas eleições do ano que vem. “Serra tem a cara do PSDB. Nós, tucanos, no fundo, não acreditamos que vamos estar em palanques diferentes”, disse o senador, provável candidato à Presidência em 2014, durante um evento de gastronomia mineira realizado no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, que teve a participação dos governadores tucanos de São Paulo, Geraldo Alckmin, e de Minas Gerais, Antonio Anastasia.

“Temos os mesmos adversários. Nós vamos estar juntos”, garantiu Aécio Neves.

A permanência do ex-governador José Serra no partido virou motivo de questionamentos desde que surgiu a hipótese de fusão entre o PPS e o PMN. O presidente do PPS, Roberto Freire, tinha deixado as portas do partido abertas para Serra, que tem sonho antigo de ser presidente da República.

Prévias

Com o fracasso do projeto de fusão entre o PPS e o PMN, reacendeu em setores do PSDB o debate sobre a realização de prévias para definir o nome da legenda que estará na urna no ano que vem. A candidatura de Aécio, considerada certa até as manifestações de junho, deixou de ser unanimidade e o cenário de prévias tem sido cogitado reservadamente por tucanos de São Paulo, Estado que registra o principal foco de resistência ao projeto de Aécio. Embora Aécio seja tratado pelo PSDB como o candidato da sigla para as eleições de 2014, na semana passada tucanos paulistas e aliados serristas não descartaram que Serra dispute prévias no partido.

Estadão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.