Maranhão

A mando de Flávio Dino e Zé Reinaldo, Rubens Júnior inventa mentiras contra Luis Fernando

Rubens Júnior usa a tribuna da Assembleia para agradar interesses de Zé Reinaldo (criador) e Flávio Dino (criatura)

Rubens Júnior usa a tribuna da Assembleia para agradar interesses de Zé Reinaldo (criador) e Flávio Dino (criatura)

Desesperado com a vertiginosa queda do seu candidato nas pesquisas de opinião, e com a crescente aceitação ao nome do pré-candidato Luis Fernando para o governo do Estado, o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB) resolveu perder qualquer resquício de compostura da rica educação que teve graças ao poder econômico que obteve do pai, Rubens Pereira, beneficiado durante parte de sua vida pública pelo grupo Sarney.

Inserido na vida política, no lugar do pai ficha-suja, Rubens Júnior levou para a tribuna da Assembleia Legislativa informações de um procedimento de auditoria preliminar inconclusa, do Tribunal de Contas de Estado, que nem de longe fere a idoneidade moral e honestidade do secretário Luis Fernando Silva, que, há 30 anos na vida pública, não responde a um processo de improbidade administrativa.

Luis Fernando tem certidão negativa que comprova a aprovação das contas referentes aos seis anos à frente da prefeitura ribamarense, fato que por si só joga por terra à investida do Deputado Emberbe e mostra que, pelo jeito, a multidão que o secretário tem arrastado por onde anda nas inaugurações e ordem de serviço tem tirado a oposição do sono.

Ficou claro que o parlamentar e seus colegas comunistas estão morrendo de medo de enfrentar Luis Fernando com sua capacidade técnica e poder de aglutinação em prol do projeto da mudança de verdade, em detrimento da falácia do gogó com seus participantes envolvidos nos maiores escândalos que o Maranhão já viveu, tendo inclusive um único governador do estado preso pela Polícia Federal, José Reinaldo, responsável pela inserção de Flávio Dino na política, na época dos convênios eleitoreiros feitos em Caxias e Tuntum e no período da construção das pontes e estradas que não ligava nada a lugar nenhum, que acabou resultado na prisão e condenação de outros tantos que hoje defendem uma boquinha para Flávio Dino no governo.

A atitude desesperada de Rubens Júnior é uma prova de que a “turma do gogó”, liderada por Zé Reinaldo e seu filhote Flávio Dino, não se conforma com a possibilidade de sair mais uma vez derrotada das urnas e, com isso, vai se utilizar de todos os meios baixos e desleais, típicos de comunistas intolerantes e inconsequentes, para tentar barrar o crescimento de Luis Fernando.

Decepção com falta de gente nos eventos de Flávio Dino (na imagem acima) e sucesso de público nos eventos de Luis Fernando (na segunda imagem) levando obras para todo o Maranhão, fez oposição perder as estribeiras.

Decepção com falta de gente nos eventos de Flávio Dino (na imagem acima) e sucesso de público nos eventos de Luis Fernando (na segunda imagem) levando obras para todo o Maranhão, fez oposição perder as estribeiras.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino despencando em pesquisa

Flávio Dino.

Flávio Dino.

Buscando uma meta estipulada acima de 50% para se eleger governador do Maranhão, o presidente da Embratur vem a despencar a cada dia nas pesquisas.

Flávio Dino que conta com apoios do ex-governador preso pela Polícia Federal, José Reinaldo Tavares, o deputado federal investigado pela PF Weverton Rocha e o condenado pela Justiça Federal Luiz da Amovelar entre outros, está observando que os números estão abaixo da meta.

Flávio Dino que no ano passado com mais de 65%, Hoje, por exemplo, a pesquisa do Instituto Data M, cravou o comunista com 55,3%. Ou seja, uma queda drástica.

Pensando em como reverter ou tentar estagnar na casa dos 55%, aliados de Dino devem estudar uma outra estrategia diferente dos ataques contra o secretário de Infraestrutura do Estado, Luis Fernando.

Embora Flávio Dino caminhe com o seu deprimente “Dialogos” e usufrua de pesquisas manipuladas, a sociedade maranhense já enxerga a arrogância e prepotência do comunista.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Geral

Candidatos poderão fazer propaganda eleitoral a partir de 6 de julho

eleições-2014

Os candidatos a um dos cargos que estarão em disputa nas Eleições Gerais de 2014 estão liberados para fazer propaganda eleitoral a partir do dia 6 de julho, conforme previsto no art. 36, caput, da Lei nº 9.504/1997, a Lei das Eleições. Segundo o Glossário Eleitoral Brasileiro, a propaganda eleitoral, facultada aos partidos, coligações e candidatos, é aquela que busca a captação de votos, por meio da divulgação do currículo dos candidatos, suas propostas e mensagens, no período conhecido como “campanha eleitoral”.

De acordo com a Lei das Eleições, o candidato, legenda ou coligação que desrespeitar essa regra, divulgando propaganda eleitoral antes do prazo, e o beneficiário, quando comprovado o seu prévio conhecimento, estão sujeitos à multa no valor de R$ 5 mil a R$ 25 mil ou ao equivalente ao custo da propaganda extemporânea, se este for maior. Para analisar as representações e reclamações ajuizadas na Justiça Eleitoral sobre o assunto, são designados juízes auxiliares, conhecidos como “juízes da propaganda”.

No dia 13 de dezembro de 2013, foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJe) a Portaria nº 659 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), designando os três ministros auxiliares que atuarão nas eleições presidenciais de 2014. Foram nomeados os ministros substitutos da Corte Humberto Martins e Maria Thereza de Assis Moura, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), e Admar Gonzaga, da classe dos juristas, que analisarão as reclamações, representações e pedidos de direito de resposta dirigidos aos candidatos à Presidência da República.

Conforme a Lei n° 9.504, os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) também devem designar magistrados auxiliares. Esses juízes terão como atribuições apreciar os processos relativos aos cargos de governador, senador, deputados federais e estaduais/distritais.

Propaganda eleitoral X propaganda partidária

Propaganda eleitoral e propaganda partidária não são a mesma coisa. A última caracteriza-se pela divulgação gratuita no rádio e na TV, por parte dos partidos, de programas destinados a temas ligados exclusivamente aos interesses programáticos das agremiações, no período e na forma prevista em lei. Nesse tipo de propaganda, deve preponderar a mensagem partidária, com a finalidade de angariar simpatizantes ou difundir as realizações da legenda.

Restrita aos horários gratuitos, a propaganda partidária é permitida durante todo o ano não eleitoral, sendo proibida a partir de 1º de julho do em que se realizar a eleição, segundo a Lei 9.504.

Conforme o art. 45 da Lei nº 9.096/1995, a Lei dos Partidos Políticos, somente é permitido à legenda, na propaganda partidária gratuita no rádio e na TV: difundir os programas partidários; transmitir aos filiados informações sobre a execução do programa partidário, dos eventos relacionados a este e sobre as atividades congressuais do partido; divulgar a posição do partido em relação a temas políticos-comunitários; e promover e difundir a participação política feminina, dedicando às mulheres o tempo que será fixado pelo órgão nacional de direção partidária, observado o mínimo de 10%. A regra vale para a veiculação tanto nas emissoras de rádio quanto nas de televisão.

A legislação vigente proíbe, ainda, nos programas partidários: a participação de pessoa filiada a uma legenda que não seja a responsável pelo programa; a divulgação de propaganda de candidatos a cargos eletivos e a defesa de interesses pessoais ou de outros partidos; e a utilização de imagens ou cenas incorretas ou incompletas, efeitos ou quaisquer outros recursos que distorçam ou falseiem os fatos ou a sua comunicação.

O partido que descumprir essas regras pode ter cassado o direito de transmissão do programa partidário no semestre seguinte, quando a infração ocorrer nas transmissões em bloco da propaganda no rádio e na TV. Também pode perder tempo equivalente a cinco vezes ao da inserção ilícita, no semestre seguinte, quando a infração ocorrer nas transmissões em inserções.

6 de julho

Conforme o Calendário Eleitoral de 2014 e a Lei das Eleições, o dia 6 de julho é também a data a partir da qual os candidatos, os partidos ou as coligações podem fazer funcionar, das 8h às 22h horas, alto-falantes ou amplificadores de som, nas suas sedes ou em veículos. Ainda nesse dia, os candidatos, partidos e coligações poderão realizar comícios e utilizar aparelhagem de sonorização fixa, neste caso, das 8h às 24h.

A propaganda eleitoral na internet também é permitida a partir do dia 6 de julho, sendo vedada a veiculação de qualquer tipo de propaganda paga. No entanto, segundo decisão do Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proferida em setembro do ano passado, por maioria de votos, manifestações políticas feitas por meio do microblog Twitter não são passíveis de ser denunciadas como propaganda eleitoral antecipada, ou seja, podem ser feitas antes desta data.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Flávio Dino volta ao Maranhão para tentar acalmar ânimos de ‘aliados’ que só visam o poder

11

Flávio Dino que deverá deixar o comando da Embratur nos próximos dias, já informou que a partir do próximo mês já estará em campo maranhense em ritmo de campanha.

Mas, antes de partir pra rua com seus “Diálogos pelo Maranhão” o comunista ainda terá de resolver alguns grandes problemas, como por exemplo: quem será seu vice, na chapa contra o candidato da governadora Roseana Sarney, Luis Fernando.  São muitos nomes e muitos egos para Dino acalmar, uns querem contribuir para o processo, outros querem mesmo é grana alta para abdicar da vaga de vice e não abandonar o barco de Flávio Dino.

Como sempre foi e sempre será, a oposição do Maranhão segue colocando a frente de tudo o seu interesse pessoal, a quem diga que existem aliados que já estão até montando quadro de funcionários para um quase impossível governo de Flávio Dino em 2015.

Enquanto do lado de Dino a briga pelo poder é grande, da parte dos Leões, o clima é de foco e muito trabalho, aliados caminham juntos e unidos sempre pelo mesmo objetivo, que é eleger Luis Fernando Silva para o cargo de governador e dar continuidade no progresso do nosso estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Mais um amigo de Flávio Dino é condenado e tem direitos políticos suspensos

Flávio Dino e o seu amigo, agora inelegivel

Flávio Dino e o seu amigo, agora inelegível

Depois do deputado Bira do Pindaré (PSB), ficar inelegivel, agora é a vez do deputado estadual Othelino Neto (PC do B) ser condenado pela Justiça Estadual por improbidade administrativa ambiental, concessão de licença sem cumprimento de formalidades legais e omissão do dever de fiscalização. Com a decisão o parlamentar teve os direitos políticos suspensos por cinco anos – o que o impossibilita de concorrer a cargos eletivos – e deve pagar multa. Ele pode recorrer no cargo.

Além de Othelino Neto, a empresa Limp Fort Engenharia Ambiental também foi condenada e deve pagar uma multa de mais de R$ 70 mil – que devem ser atualizados – e está proibida de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais direta ou indiretamente de ente público.

A decisão é do juiz Manoel Matos de Araújo Chaves e foi proposta pela Promotoria de Defesa do Meio Ambiente.

O processo movido contra Othelino Neto é de quando ele ainda era secretário de Estado do Meio Ambiente. Neto também é acusado por um empresário de ter cobrado propina de R$ 700 mil para autorizar uma licença de instalação de um empreendimento turístico na cidade de Carolina.

O depoimento do empresário foi dado à comissão de crimes contra o erário estadual em fevereiro de 2010. Três anos antes, Othelino também foi acusado de ter destinado pouco mais de R$ 35 mil para a construção de um Centro de Visitantes do Jardim Botânico de São Luís. (Com informações do Imirante)

Leia aqui a íntegra da decisão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

‘Luis Fernando será o nosso governador’, afirma João Alberto

Senador João Alberto.

Senador João Alberto.

Em conversa com o titular do blog, o senador João Alberto (PMDB) afirmou que não tem nenhum dúvida de que o secretário de Infraestrutura do Estado, Luís Fernando Silva, será o próximo governador do Maranhão.

“Temos pesquisas com números bem avançados, o que demonstra a credibilidade que o nosso candidato passa à população, por ter passado e presente limpos, e contar com o apoio do maior grupo político do Maranhão”, garantiu.

Para o senador João Alberto, o grupo fez a escolha certa e no momento certo, e que agora resta apenas confirmar o nome do futuro senador. “Se for Roseana, a vitória é garantida”, acredita. (Com informações do Blog do Luis Cardoso)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Luis Fernando: a pedra no sapato da oposição

Secretário Luis Fernando destaca parceria na solenidade de entrega de retroescavadeiras para municípios do Maranhão.

Secretário Luis Fernando

Embora a oposição tente desqualificar o trabalho que vem sendo desenvolvido em poucos meses na Secretaria de Estado de Infra-estrutura, Luís Fernando Silva, traça metas em pontos estratégicos que é de necessidade para a sociedade maranhense.

A prova disso é que o titular da Sinfra vem fazendo um grande percurso nessa terceira semana de janeiro. Dia 11 ele esteve, em Lago dos Rodrigues inaugurando de vias urbanas pavimentadas, dia 12 em São Luís,  inaugurando a Estrada do Quebra Pote, e ontem dia 15 em Itaipava do Grajaú, Fernando Falcão e Barra do Corda, assinando ordens de serviços.

E não para por aí. Ele também estará assinando ordens de serviços nos próximos dias em Caxias e Timon, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Codó, São Pedro dos Crentes,  Fortaleza dos Nogueiras, Feira Nova, Riachão, Itapecurú, Arari, Viana, Raposa, Esperantinópolis, Lagoa Grande, Lago da Pedra, São Francisco do Maranhão, Barão de Grajú, Lagoa do Mato, Afonso Cunha e Coelho Neto.

Dessa forma, o trabalho de Luis Fernando Silva é motivo de incomodo para a minoria dos deputados como – por exemplo -, Marcelo Tavares, Rubens Jr, Othelino Neto e o deputado que ficou conhecido pela frase “o teu mal é que as vezes, teu passado te condena”: Bira do Pindaré.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Deu no Estadão: Governadora vai renunciar para disputar Senado

Estadão

Roseana Sarney.

Roseana Sarney.

BRASÍLIA – Em meio à crise, a governadora Roseana Sarney (PMDB-MA) vai renunciar ao mandato em abril para disputar uma vaga no Senado e garantir a permanência da família no poder, o que obrigará o Estado a fazer uma nova eleição para escolha do sucessor dela até janeiro de 2015.

A solução e as explicações para a barbárie nos presídios ficarão para um governador “tampão”, que será eleito pela Assembleia Legislativa, em votação indireta. A renúncia de Roseana forçará uma nova eleição porque o vice-governador, Washington Oliveira, foi nomeado conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) em uma manobra para tirar o petista do comando do Palácio dos Leões.

Em uma reunião há duas semanas na Ilha de Curupu, onde a família Sarney tem casa, Roseana disse que não tinha intenção de disputar o Senado e que sua vontade era se mudar para os Estados Unidos. Foi convencida do contrário pelo pai, o senador José Sarney (PMDB-AP).

Um dos presentes contou ao Estado que Sarney alertou a filha de que ela era a única que poderia manter o poder político da família (o senador tem 83 anos) e, como congressista, manteria a imunidade parlamentar.

“Você é a continuidade. Vai sair da política e viver pagando advogados? Depois que a gente senta em certas cadeiras, fica vulnerável a processos. (O presidente americano Bill) Clinton, quando saiu da presidência, enfrentou vários processos”, disse o senador, segundo interlocutores. Os irmãos Fernando (empresário) e Zeca Sarney (deputado pelo PV-MA) concordaram com o pai.

Após o apelo do pai, ela cedeu. A família, contudo, tem pela frente mais um complicador: a escolha do candidato “tampão”. Gostaria de indicar um secretário estadual para a disputa, mas o presidente da Assembleia, Arnaldo Melo (PMDB), com votos na situação e na oposição, impôs seu nome.

Principal adversário da família Sarney, o presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB), também vai renunciar ao cargo no fim do mês para se preparar para a eleição de outubro. A oposição considera o momento favorável não só na tentativa de retornar ao Palácio dos Leões, mas de ocupar a vaga no Senado. O nome mais cotado é o do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB), aliado do ex-governador e provável candidato ao governo do Maranhão José Reinaldo Tavares (PSB). Tavares diz que pretende concorrer ao mandato tampão, mas reconhece ser difícil derrotar o presidente da Assembleia. O Estado procurou Melo, mas ele não ligou de volta.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Roseana deve ficar de olhos bem abertos com Arnaldo Melo

Roseana-Viva-Nota

O presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo (PMDB), ao que parece está mesmo disposto a se tornar o novo governador do Maranhão, embora seja por pouco tempo.

Arnaldo que já provou que é capaz de tudo pelo poder quando passou por cima da ordem da governadora e se candidatou a presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão  e desbancou o então deputado Ricardo Murad, com a ajuda de um grupo de deputados que leem na cartilha de Melo.

Agora, Arnaldo tenta a mesma estrategia para ficar no lugar da governadora Roseana Sarney, que provavelmente deixará o governo para entrar na disputa por uma vaga no senado. Melo já teria inclusive contactado a oposição, que através do seu líder, o deputado Rubens Jr declarou que a oposição pretende eleger Melo, caso aconteça uma eleição indireta naquela casa.

Então, sendo assim, a governadora Roseana Sarney precisa ficar atenta e de olho nos pulos de Arnaldo Melo, que já é o que mais se movimenta no tabuleiro dos Leões.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino quer fazer milagre e colocar PT e PSDB no seu palanque

foto203

É incrível a insistência do comunista Flávio Dino em querer o apoio do PT ao seu projeto para as eleições de 2014. Porém, Dino precisa acordar e parar de querer abraçar o mundo com as pernas. Como ele pode dizer que seria uma honra ter o PDSB em seu palanque e em outro dia dizer que espera e sonha com o apoio do PT?

Até mesmo os leigos de politica sabem muito bem que PT e PSDB são inimigos de longas datas e não será aqui no Maranhão que isso será diferente. Ou seja, se o PSDB aceitar as propostas de Dino, é vom que se conforme com a perda do PT, que só quer mais esse motivo pra fechar realmente as portas para ele. Sarney que diga.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.