Poder

11 pessoas foram assassinadas durante o Carnaval na Grande São Luís

Do Estado

1488477581-1024818381

Onze mortes, 65 pessoas presas em flagrante, oito apreensões de menores e 84 pessoas conduzidas aos plantões de Polícia Civil. Este foi o saldo da operação realizada pelas Polícias Militar e Civil durante o período carnavalesco na Ilha de São Luís, realizada das 18h da última sexta­-feira até as 7h de Quarta-­Feira de Cinzas, 1º.

Os dados foram divulgados ontem durante coletiva, na sede do comandado geral da Polícia Militar, no Calhau, pelo secretário de Segurança Pública, delegado Jefferson Portela. Participaram ainda da entrevista o delegado geral da Polícia Civil, Lawrence Melo; o superintendente da Polícia Civil do Interior, delegado Dicival Gonçalves; comandante da Polícia Militar, coronel Frederico Pereira; subcomandante da Polícia Militar, coronel Jorge Luongo; comandante de Policiamento de Área Metropolitana I, coronel Pedro Ribeiro; e o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto.

“Não tivemos homicídios dolosos no circuito carnavalesco na Ilha, mas ocorreram crimes contra a vida nos bairros”, declarou o delegado Lawrence Melo.

Ainda segundo ele, no período do Carnaval deste ano, houve nove homicídios dolosos na Ilha, enquanto durante esse mesmo período no ano passado, o registro foi de 16 casos. Já no interior do estado ocorreram 24 assassinatos e, no Carnaval de 2016, um total de 32 mortes em todo o estado.

Crimes

Lawrence Melo informou ainda que 84 pessoas foram conduzidas aos Plantões de Polícia Civil da Ilha durante o Carnaval por cometerem crimes. No interior do estado, 159 pessoas foram presas em flagrante e 17 mandados de prisão foram cumpridos.

Os policiais ainda apreenderam 37 armas de fogo e 18 quilos de droga entre maconha, cocaína e crack foram retirados das mãos de criminosos.

Em relação ao trabalho da equipe do Corpo de Bombeiros no decorrer desse período festivo, coronel Célio Roberto disse que 26 ocorrências foram atendidas pelos bombeiros na capital e 112 no interior. “O Carnaval deste ano teve pouca ocorrência em relação ao período festivo do ano passado. Foram 177 ocorrências na Ilha e 316 no interior”, frisou o coronel.

Números

65 pessoas foram presas em flagrante no Carnaval na Ilha

8 menores foram apreendidos

84 pessoas foram conduzidas aos plantões de Polícia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.