Poder

Aliado de Flávio Dino, Hernando Macedo é retaliado por Aluísio Mendes

image

Em virtude do lado político do prefeito de Dom Pedro, Hernando Macedo, aliado de Flávio Dino, o secretário de Segurança Aluísio Mendes, negou descaradamente o pedido do gestor que buscava alternativas para melhorar a segurança no município que foi palco do assassinato do ex-vereador Diogo Mendes, que após ser morto teve a orelha decepada.

Durante reunião que contou com a presença do deputado governista Roberto Costa (PMDB), do presidente da Câmara, Nilton Cesar e de outros cinco vereadores que buscavam reforço policial para combater assaltos e evitar mortes, o secretário em forma de retaliação disse que não pode atender a solicitação, pois não dispões de contingente. Uma grande mentira!

Mesmo diante da omissão de Aluísio Mendes, Hernando Mecedo ainda tentou solicitar reforço para os dias que antecedem o carnaval fora de época que acontecerá próximo mês, onde a cidade receberá um grande numero de foliões de todas as regiões.

Além de perseguir o deputado Raimundo Cutrim, Aluísio Mendes mantém sua postura deplorável com quem pertence ao grupo político do comunista Flávio Dino. Uma lástima!

Em contato telefônico com o titular do blog, o deputado Roberto Costa que intermediou a reunião, afirmou que o secretário não teria agido de má fé. Segundo o parlamentar, Aluísio Mendes se prontificou em disponibilizar contingente policial para levar segurança durante o carnaval fora de época.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Traficantes são exterminados em Barra do Corda

Um possível grupo de exterminou estaria atuando na cidade de Barra do Corda, que fica a 425 km de São Luís. Segundo informações, o alvo do grupo de extermínio seriam apenas traficantes. Foram assassinados aproximadamente quatro em quinze dias.

Ainda segundo apurou o Blog do Neto Ferreira, as vítimas deste grupo são eles: Ítalo Ferreira que chegou a ter seu nome veiculado no blog em post anterior, Eufrasio conhecido como do chefão, Luciano e outro ainda não identificado.

É bom que o secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, fique atento com essa onda de assassinatos que ocorre não só em Barra do Corda, mas em vários municípios do interior do estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Ao detonar Aluísio, Cutrim cita caso envolvendo Fernando Sarney

Ao lado da esposa, Fernando Sarney aparece em foto curtindo marafolia.

Ao lado da esposa, Fernando Sarney aparece em foto curtindo marafolia.

“Querendo contribuir com a isenção, fui dizer a ele que diante da ligação dele a um fato controvertido, onde ele não soube guardar sigilo de uma investigação que se processava na Polícia Federal com a autorização do Judiciário, esse fato poderia trazer repercussão negativa para o Governo do Estado, para a própria Secretaria de Segurança e para as Instituições. E fui à governadora e indiquei o nome do delegado Nordman Ribeiro”. Foi assim que o deputado Raimundo Cutrim (PSD) voltou detonar o secretário de Segurança, Aluísio Mendes, e ainda aproveitou a aportunidade para citar o caso envolvendo o empresário dono do Sistema Mirante de Comunicação, Fernando Sarney, irmão da governadora Roseana Sarney..

No pronunciamento na sessão desta segunda-feira (10), o parlamentar também disse que estaria acontecendo “uma campanha sórdida, criminosa, espúria” e direcionada especificamente a atingir a sua honra e a sua dignidade.

Cutrim disse que a honra e a dignidade pessoal dele não foram atingidas, mas atingiu a própria família, os amigos e a Casa, porque muitos dos colegas de plenário “têm dúvidas da minha participação no crime de homicídio de Décio Sá, na agiotagem e na grilagem de terras”.

Raimundo Cutrim confessou que, se as acusações não forem esclarecidas, não tem condições de continuar na vida política.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Aluísio Mendes diz que novo depoimento não compromete ação da polícia

O Estado

O secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, afirmou ontem, em entrevista ao radialista Jorge Aragão (Mirante AM), que a mudança no depoimento à Justiça do pistoleiro paraense Jhonatan de Sousa Silva, assassino confesso do jornalista Décio Sá, não compromete o trabalho de investigação feito pela Polícia Civil do Maranhão. Foi a primeira vez que o chefe da segurança do estado se manifestou publicamente sobre denúncias de que os réus, e até algumas testemunhas, teriam sido pressionados pela equipe de delegados a “falar o que não queriam” durante o inquérito policial, e referiu-se a isso como uma manobra “orquestrada” pelos advogados de defesa.

A mudança na versão do assassino – que apesar de confirmar que matou o empresário Fábio Brasil, em Teresina, e o jornalista Décio Sá a mando do réu José Raimundo Sales Chaves Júnior, o Júnior Bolinha, disse não saber da participação de outros acusados -, segundo Mendes, já era esperada. “Na minha concepção, e na concepção da equipe de profissionais que trabalhou nessa investigação, não muda nada. Isso era uma coisa já anunciada entre os advogados. Essa grande movimentação de advogados de lados diferentes, mas que por 27 vezes estiveram visitando o outro lado, já nos anunciava que alguma coisa estava sendo preparada para esse depoimento. Então, o que se observou foi uma grande ‘orquestração’ no sentido da mudança desse depoimento”, frisou Aluisio Mendes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Despreparado, Aluísio Mendes não controla onda de violência no MA

O secretário Aluísio Mendes

O secretário Aluísio Mendes

Aproximadamente dois anos de incapacidade e de liderar a polícia com os erros de gestão, o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes, aos olhos da população é pessimamente visto pelas vitimas da insegurança e impunidade que atormenta pessoas de bem.

A pasta que vem sendo controlada por Mendes é carregada de desiquilíbrio  e controversas. Além disso, o discurso formalizado construiu uma imagem de arrogância, a partir de falsas declarações que distorcem do cenário que é observado no estado. Uma de suas declarações mais criticadas é a de que o Maranhão mantém uma boa segurança pública. Uma mentira deslavada.

De fato, o titular da secretaria é incapaz de oferecer segurança de qualidade ao estado. Prova disto, do despreparo em planejamento aparece no fim de semana onde se comemorava o dia das mães, foi registrado na onda de assassinatos na grande São Luís mais de 13 vítimas.

Os erros do agente federal abrem brechas para bandidos, marginais e vagabundos assombrarem famílias desprotegidas.

Para leitores do blog do Neto Ferreira, a atuação de Mendes na Pasta não há diferença alguma com a ex-secretária Euridice Vidigal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Acorda, Aluísio Mendes! Município de Bequimão nem viaturas têm

Um assassinato registrado no último sábado (11) na cidade de Bequimão assustou toda a população. O empresário João Delbinha foi assassinado com dez tiros na frente do filho e da esposa.

Quatro bandidos armados invadiram o estabelecimento comercial do empresário, um hipermercado de gêneros alimentícios. Os assaltantes procuravam por um cofre que segundo eles teria a quantia de R$ 500 mil reais, o que não foi encontrado no local.

Irritados com a situação roubaram a quantia de R$ 2 mil reais e pertences das vitimas que foram feitas reféns, como relógio, cordão e celulares.

O empresário estava chegando no hipermercado localizado na avenida Antônio Dino, no centro da cidade, quando deu de cara com os bandidos. Mesmo sem reagir, foi assassinado cruelmente com dez tiros.

Após o fato ter sido consumado os bandidos fugiram. Familiares solicitaram viaturas militar para saírem em busca dos assaltantes e para piorar a situação foram informados de que as únicas duas viaturas da cidade estavam no prego. Uma sem gasolina e a outra com a bateria descarregada. Uma lástima!

Parentes da vítima estão revoltados com o péssimo desempenho da polícia, já que eles afirmam ter provas que possa levar a prisão dos bandidos.

Um dia após o assassinato, populares acharam uma bermuda utilizada por um dos bandidos suja de sangue com a quantia de R$ 190,00 reais.

Assim como em São Luís, nos municípios maranhenses a Segurança Pública é uma lástima. A população fica refém da bandidagem e a Polícia dormindo no ponto, a exemplo de Aluísio Mendes


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

A incompetência de Aluísio Mendes

O ineficiente secretário de Segurança do Maranhão, Aluísio Mendes.

O ineficiente secretário de Segurança do Maranhão, Aluísio Mendes.

“Quando o time está perdendo, se substitui o técnico ou então se compra outros jogadores. Ou se troca o corpo técnico, que é incompetente e ineficaz ou faz uma mudança de jogadores. Ou ele mesmo tem que se tocar e pedir para sair”. É dessa forma objetiva que a analogia do Blog do Neto Ferreira sugere ao secretário de Segurança Pública do Estado, Aluísio Mendes, que deixe o cargo.

A analogia deste blog se refere aos inúmeros casos de assaltos e principalmente ao aumento da violência no Maranhão, depois que Aluísio Mendes assumiu a Segurança Pública.

A Segurança no governo Roseana Sarney, principalmente, no que tange o programa Ronda nos Bairros, falha corriqueiramente. A falta de planejamento de Aluísio Mendes, que é um ‘mero’ agente Federal, precisa ser revista para evitar que o Estado permaneça com o alto índice de homicídios, que vem ocorrendo em praticamente todos os municípios maranhenses.

Segundo pontuou o relatório do Ministério Público, houve um recorde de corpos que deram entrada no IML por assassinato, assinalando o que nesse universo representa a quantidade de assassinatos registrados apenas nos cinco meses.

Portanto, os relatórios do próprio MP mostram que, se depender de Aluísio Mendes, milhares de pais de famílias estão vulneráveis à ações de bandidos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Omissão da Polícia Militar reflete a ineficiência de Aluísio Mendes

O clima de insegurança e impunidade que atinge o titular do Blog do Neto Ferreira – como também de toda população de São Luís, onde assassinatos, assaltos, entre outros pontos negativos, triplicou após entrada de Aluísio Mendes no comando da Segurança Pública do Maranhão, é apenas um dos exemplos do fraco governo Roseana Sarney.

Secretário de Segurança Aluísio Mendes.

Secretário de Segurança Aluísio Mendes.

Não desmentindo o Ministério Público Estadual, que apresentou relatórios que comprovam a insegurança em que vivemos (reveja), uma leitora do Blog do Neto Ferreira sofreu na pele este grande problema quando precisou por uma viatura da Polícia Militar e não teve êxito.

A leitora, de nome Jéssica Sousa Maciel Braga, teve seu veículo Peugeot arrombado, por volta das 21h dessa quarta-feira (8), no bairro do Cohatrac. Ao avistar três homens suspeitos, solicitou, por meio do Ciops, a PM. Como já era esperado, Jéssica esperou por auxilio policial por mais de 1h, e não foi atendida.

Revoltada, ela fez contato com a direção do Ciops, que informou ter repassado a queixa para o capitão Leal. O militar sequer teve a sensibilidade e o dever de levar à ocorrência à guarnição que faz ronda nos bairros Cohatrac e Cohab. Um verdadeiro crápula.

A leitora Jéssica Braga é, apenas, mais uma das vítimas de bandidos, marginais e vagabundos que pintam e bordam no Maranhão, onde a omissão de policiais, como o capitão Leal, e a ineficiência do secretário Aluísio Mendes, são fatores preponderantes para questionarmos: é dessa segurança que tanto Mendes prega ser qualificada para atender a necessidade dos maranhenses?

Uma lastima!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ineficiência de Aluísio Mendes é apresentado em relatório do MP

Secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes.

Secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes.

O clima de insegurança e impunidade que se espalha pela ilha de São Luís, onde, proporcionalmente, foram assassinadas 10 vezes mais pessoas que a cidade de São Paulo, no mês de abril, voltou a ser pautado na Assembleia Legislativa. O motivo deste importante assunto se deu após o deputado Bira do Pindaré, apresentar relatório do Ministério Público Estadual das Inspeções nas delegacias da capital.

O documento elaborado pelo promotor José Cláudio Cabral Marques aponta que entre 2010 e 2012 foram contabilizados 349 homicídios, sem que os Inquéritos fossem concluídos.

Na verdade, os números são um reflexo da impunidade e fortalecem as ações dos criminosos. No total, 349 vidas foram ceifadas e os autores dos crimes não foram encontrados, muito menos punidos.

A governadora foi cobrada para que se reverta este quadro de barbaridade que dominou a ilha de São Luís.

O executivo estadual que tem torrado aos tubos com o contrato de manutenção das câmeras de videomonitoramento, que custaram R$ 19 milhões para o Estado. O custo da manutenção é de R$ 12 milhões ao ano que sairão da conta da Policia Militar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Antônio Pereira convida Aluísio Mendes para debater segurança na Assembleia

O deputado Antônio Pereira (DEM) anunciou nesta segunda-feira (6), que vai convidar o secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes a participar de uma sessão especial, para debater os avanços tecnológicos do Sistema de Segurança Pública do Maranhão na gestão da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Deputado Antônio Pereira.

Deputado Antônio Pereira.

O convite a Aluísio Mendes será feito por meio de requerimento protocolado na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, nas próximas horas. Na sessão especial, o secretário deve esclarecer a todos os deputados detalhes do sistema de vídeo monitoramento e outras ações de combate à criminalidade no Maranhão.

O parlamentar pediu o apoio do presidente da Assembleia, deputado Arnaldo Melo (PMDB), para marcar a data e mobilizar os deputados e a sociedade civil organizada para o debate. O foco principal será o sistema de vídeo monitoramento instalado em São Luís, que hoje conta com 110 câmeras espalhadas na cidade.

Antônio Pereira conheceu o vídeo monitoramento de São Luís, que hoje funciona com um sistema de fibra ótica próprio, contratado pela Secretaria de Segurança Pública (Segup). “Fiquei impressionado com a qualidade e com a praticidade do sistema de monitoramento, capaz de revelar mínimos detalhes”, confessou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.