Poder

“Atrás dos improvisos tem algumas coincidências”, ironizou Alexandre Garcia

1

Mais uma vez improviso quando se trata de segurança pública.

“E os contribuintes pagando aluguel de casa vazia desde agosto de 2015, por um preço acima do aluguel de Brasília. Um bom locatário exigiria antes de começar a pagar o aluguel, que a casa já estivesse adaptada para a sua destinação. Então, já se foram R$ 172 mil do contribuinte, para nada.

Enfim, acabam de ingressar sete internos. Se for dividido pelo que já se pagou, dá R$ 24 mil por interno. Só para lembrar, um presidiário de Manaus custa cerca de R$ 4 mil por mês. E pensar que um trabalhador de salário mínimo, que não assalta, só trabalha, ganha pouco mais de R$ 900”, afirmou Alexandre Garcia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.