Cidade

Prefeito de São Luís abandona VLT

 

Após o ex-prefeito de São Luís e atual deputado federal, João Castelo (PSDB), gastar cerca de R$ 7 milhões na compra de um VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) para tentar se reeleger a prefeito de São Luís (manobra que não deu certo), Edivaldo Holanda Júnior, atual gestor municipal, prometeu em campanha eleitoral que iria dar prosseguimento ao projeto, no entanto o que se observa é que não passam de mentiras torpes de campanha.

O prefeito de São Luís não cumpriu a promessa. Deixou o VLT ser corroído pelo tempo, salitre e pela ação de vândalos por mais de 3 anos ao lado do Terminal de Integração da Praia Grande.

A expansão da rota do Veículo permanece paralisada em seu canteiro de obras, onde antes haviam máquinas trabalhando, hoje não há sinal nem de operários.

Para tentar enganar a população ludovicenses, Holanda Júnior, no início de sua administração, pediu ao Instituto da Cidade, Pesquisa e Planejamento Urbano e Rural que contratasse a Fundação Bio­Rio para elaboração de estudos de viabilidade técnica e econômica para implantação do projeto no trecho Itaqui-­Bacanga. Contrato esse que custou ao cofres públicos de São Luís R$ 200 mil.

Além do gasto com o estudo de viabilidade, a Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT), também paga contrato de R$ 216 mil para guardar o VLT por 18 meses. O termo de cessão da Transnordestina Logística S.A mostra que para guardar o veículo foi feito aditivo a contrato já firmado com a gestão municipal.

O projeto não deu certo, mas os contratos sim, uma vez que são gastos valores altos para manter um VLT que não funciona. É notório que dinheiro público está sendo jogado pelo ralo, uma vez que a quantia poderia ser aplicada em áreas da saúde, educação e na melhoria trânsito e transportes da capital maranhense.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Saúde

Prefeitura de Itinga usa verba federal em hospital abandonado

A Cidade de Itinga do Maranhão fez 19 anos, nesta terça-feira. Mas, ao contrário do que a palavra aniversário significa, os moradores não tem muitas razões ou motivos para comemorar a data. O município está completamente abandonado, com inúmeras obras paralisadas e com a crise econômica Brasileira a situação pode deixar a população de Itinga ainda pior.

Um grande exemplo dessa situação é o descaso para com o Hospital Municipal Santa Cristina, localizado no centro da cidade.

Segundo denúncias, o Centro Cirúrgico da unidade de saúde está totalmente entregue à ferrugem. A estufa de esterilização dos instrumentos médicos está velha e só funciona através de gambiarras; cama, cadeiras, carinho cirúrgico, todos estão sendo corroídos pela ferrugem.

Sem contar os riscos que as pessoas correm ao entrar em um ambiente desse. Podem adquirir uma infecção hospitalar e o tétano.

Veja abaixo a situação degradante em que se encontram os equipamentos do Centro Cirúrgico do Hospital de Itinga:

Equipamentos enferrujados.

Equipamentos enferrujados.

Equipamentos enferrujados.

Equipamentos enferrujados.

Equipamentos enferrujados.

Equipamentos enferrujados.

Equipamentos enferrujados.

Equipamentos enferrujados.

Equipamentos enferrujados.

Equipamentos enferrujados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.