Saúde

Maranhão já possui 66 casos de microcefalia

Segundo o boletim, o total de casos notificados de microcefalia de 2015 a 2016 é de 235.

1458636535-126954695

De acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta segunda­feira (4), 36,40% do municípios maranhenses já registram notificações de microcefalia. Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde (SES), com base no Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc).,

Segundo o boletim, o total de casos notificados de microcefalia de 2015 a 2016 é de 235. Destes, 34 casos de microcefalia foram descartados e 66 casos foram confirmados. Sob investigação estão 135 casos no Maranhão em 79 municípios.

Os municípios com casos confirmados são: Anapurus (1), Apicum­Açu (2), Axixá (1), Barra do Corda (2), Chapadinha (1), Coelho Neto (1), Colinas
(1), Coroatá (1), Dom Pedro (1), Fortaleza dos Nogueiras (1), Grajaú (2), Lagoa Grande do Maranhão (1), Lima Campos (1), Mata Roma (2), Miranda do Norte (1), Paço do Lumiar (4), Paraibano (1), Pindaré­Mirim (1), Presidente Dutra (2), Presidente Vargas (1), Santo Antônio dos Lopes (1), São Benedito do Rio Preto (1), São Domingos do Azeitão (1), São José de Ribamar (1), São Luís (24), Timon (5), Trizidela do Vale (1), Urbano
Santos (1) e Vargem Grande (3).

Ocorreram cinco óbitos que estão em investigação: São José de Ribamar (1) em dezembro de 2015; Pedreiras (1) em fevereiro de 2016; São Luís (1),
Tutóia (1) e Serrano do Maranhão (1) em março de 2016.

Conforme informou a SES, após a notificação de cada criança nascida com perímetro cefálico abaixo do estipulado, uma equipe revisa os prontuários
do pré­natal de todas as mães e realiza entrevistas para saber se durante a gravidez houve algum sintoma do Zika Vírus. Depois, é necessário a
realização de exames de imagens da criança para a confirmação, que podem ser a ultrassonografia transfontanela até os três meses de idade ou a
tomografia computadorizada.

Os hospitais que integram a rede de assistência à microcefalia em São Luís são: o Hospital Infantil Dr. Juvêncio Matos (estadual), a Maternidade
Estadual Marly Sarney (estadual) o Hospital Odorico Amaral de Matos (municipal) e o Hospital Universitário Materno Infantil (HUUFMA). No interior, atualmente, dois hospitais integram a rede de assistência à microcefalia: o Hospital Materno Infantil de Imperatriz (estadual) e a Maternidade Carmosina Coutinho em Caxias (municipal).

Após a notificação de microcefalia, de acordo com a secretaria, a família passa a receber apoio de uma equipe multidisciplinar, que conta, entre
outros profissionais, com assistentes sociais e psicólogos que ajudam e orientam as famílias a lidarem com a nova realidade.
Lista de cidades maranhenses com casos da doença

1459783071-331281359


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários