Política

Prefeito de Anajatuba sofre derrota no STJ ao tentar impedir que desembargador decrete prisão

Prefeito Hélder Aragão.

Prefeito Hélder Aragão.

Ao que tudo indica, até o momento, apenas o desembargador Luiz Gonzaga, aquele que cassou a liminar da juíza de Anajatuba – Mirella Freitas, possui juízo de valor distinto em relação ao prefeito de Anajatuba – Helder Lopes Aragão(PMDB), denunciado pelo Ministério Público Estadual por integrar uma organização criminosa suspeita de já ter desviado mais de R$ 14 milhões de reais do erário público.

Recentemente, diante da farta documentação probante, o prefeito maranhense sofreu derrota no Superior Tribunal de Justiça – STJ, em decisão proferida pelo ministro Ericson Maranhão. O engraçado é que mesmo tendo decisão favorável proferida pelo desembargador Luiz Gonzaga, Helder Aragão ajuizou junto ao STJ uma ação arguindo conflito de competência entre o Tribunal Federal da 1ª Região e o Tribunal de Justiça do Estado.

Na petição, como tem foro privilegiado, a defesa do prefeito pleiteou que o poder de cautela da investigação originada pelo inquérito de nº 452/2014 instaurado pela Superintendência da Polícia Federal no Maranhão fosse encaminhado ao TRF da 1º Região, o que impediria o TJ de deferir medidas cautelares de prisões ou receber qualquer denúncia contra o prefeito.

De pronto, com base nas informações fornecidas pelo Ministério Público Federal, o ministro relator rechaçou os argumentos da defesa, e assim se pronunciando: “O presente caso tem urgência no pronto atendimento em virtude de se tratar de uma organização criminosa que está em plena atividade realizando o furto e desvio de milhões de recursos públicos federal, estadual e do próprio município de Anajatuba, assim sendo, ante ao exposto, denego o conflito de competência suscitado”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Prefeito de Anajatuba sofre derrota no STJ ao tentar impedir que desembargador decrete prisão”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Anete

    SEU PSEUDO BLOGUEIRO QUE USA ESSE BLOGUE COM O ÚNICO OBJETIVO DE SE DAR BEM E EXTORQUIR PESSOA HONESTAS E TRABALHADORAS DESTE ESTADO.
    GOSTARIA QUE O NOBRE BLOGUEIRO VIESSE PESSOALMENTE PARA CONSTATAR QUANTO O PREFEITO HÉLDER ARAGÃO ESTÁ TRABALHANDO NO MUNICÍPIO DE ANAJATUBA.

  2. GIL

    ANETE VOCÊ É ANAJATUBENSE(?), POIS NÓS ANAJATUBENSES BEM SABEMOS COMO É A ADMINISTRAÇÃO DE SR. HELDER ARAGÃO.UMA ADMINISTRAÇÃO PAUTADA EM BENEFICIO PRÓPRIO E EM BENEFICIO DAQUELES ESCOLHIDOS POR ELE. O POVO E A CIDADE ESTÃO EM ULTIMO LUGAR DE SUA LISTA DE PRIORIDADES. E AGORA SUA ADMINISTRAÇÃO TEM UM CUNHO MERAMENTE VINGATIVO ONDE A QUESTÃO DE HONRA EM NÃO DEIXAR O VICE ASSUMIR SE TORNOU PRIORIDADE.ENQUANTO O POVO E O MUNICÍPIO ESTÃO A CEFALAS. TODO O CANTEIRO DE OBRAS QUE SE TORNOU ANAJATUBA, FORAM EXECUTADAS PARA AS VERBAS PODER SE LIBERADAS, O QUE NÃO IMPLICA EM SEREM TERMINADAS POIS TODOS OS PRAZOS DE ENTREGA DAS MESMAS JÁ EXPIRARAM. PORQUE NÃO FORAM TERMINADAS NO TEMPO HÁBIL SE A VERBA VEIO? PORQUE ELE NÃO PAGOU O TERRENO ONDE A QUADRA POLIESPORTIVA DE BACABAL FOI CONSTRUIDA(?). PORQUE ELE NÃO PAGOU AS CARADAS DE PICARA DA ESTRADA DO AFOGA(?)PORQUE O ENSINO DE ANAJATUBA É UM FIASCO(?).NAS ESCOLAS AS AULAS SÃO DADAS POR PROFESSORES SEM QUALIFICAÇÃO. ALGUNS DELES NÃO POSSUEM CURSO SUPERIOR, MAS SÃO AMIGUINHOS DESTE OU DAQUELE E ESTÃO LÁ.SEGUNDO INFORMAÇÕES DE ALGUNS QUEM NEM APARECEU NA PRIMEIRA LISTA DE SELETIVADOS NO OUTRO DIA ESTAVA EM PRIMEIRO LUGAR. NO DIA DA ATUAÇÃO DO GAECO AQUI FOI UM CORRE CORRE PARA MASCARAR A SUJEIRADA QUE É A EDUCAÇÃO DAQUI. TODO O POVO DAQUI SABE DE TUDO APENA TEM MEDO DE SE MANIFESTAR E SOFRER REPRESALIAS POIS BEM SABEMOS QUE QUEM DETÉM O PODER E QUEM TEM DINHEIRO E POR CAUSA DISSO OS DESMANDOS MESMO QUE ARBITRÁRIOS ACONTECEM.QUANTOS JA FORAM DEMITIDOS POR SE REBELAREM CONTRA ESTA ATUAL ADMINISTAÇAO.POR ISSO TE DIGO NAO DEFENDAS O QUE DESCONHECES DE VERDADE. E QUANTO AO NETO FERREIRA RESPEITE-O E UM PROFISSIONAL QUE SO ESTA FAZENDO O SEU TRABALHO.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários