Política

Equipe do Fantástico investiga ‘fraude’ no Censo de Anajatuba

O problema vem acontecendo desde 2013 na gestão do prefeito Hélder Lopes Aragão (PMDB), que maquiava os números informados no censo escolar.

Prefeito de Anajatuba.

Prefeito de Anajatuba.

Uma bomba de efeito retardado deve estourar no Maranhão com a reportagem investigativa de Eduardo Faustini, que faz parte da equipe do programa Fantástico, da rede Globo.

O jornalista está fazendo gravações para matéria que será exibida no domingo dia (14) no dominical, e deve ser revelado uma serie de fraudes cometidas, principalmente na Prefeitura de Anajatuba, que declarou números elevados de matrículas das quais são fantasmas no intuito do aumento do repasse da verba para Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério (Fundef).

Segundo apurou o blog, o problema vem acontecendo desde 2013 na gestão do prefeito Hélder Lopes Aragão (PMDB), que maquiava os números informados no censo escolar para modificar a destinação de verbas para os gestores dos vários níveis do sistema educacional do município.

É nitroglicerina pura.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

10 comentários em “Equipe do Fantástico investiga ‘fraude’ no Censo de Anajatuba”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Equipe do Fantástico investiga ‘fraude’ no Censo de Anajatuba | Blog do João Silva

    […] FONTE: NETO FERREIRA […]

  2. Dutra

    Isso tem sentido, várias escolas foram fechadas assim que o atual prefeito assumiu em 2013, mas varios comentarios rolavam na cidade por aliados rejeitados que atuam como professores no município, segundo eles, as verbas dessas escolas continuavam sendo repassado para a secretaria de educação. Agora o MP e a PF tem que investigar a fundo esse absurdo.

  3. carlos

    Investigue o contador Sérgio Murilo, horror de corrupção

  4. Carlos

    Meus Deus! Esses roedores não deixam, não largam os ossos “descarnados” desse povo pobre e sofrido. É uma lástima! Cadê as instituiçõe que controlam as verbas públicas que nada fazem?

  5. feliz

    Caro amigo neto ferreira,em matões do norte também tem essa pratica.o número de alunos é duas vezes o da população.

  6. Fabio

    Helder não estava se preucupando com o povo ele queria era poder e consiguiu ele sabe mais do que eu que fraudar desviar dinheiro público no Brasil não fica preso no máximo um dia o contador 3 dias ei é Brasil mais fica a dica votar em deconhecido pro povo de Anajatuba faz parte

  7. Marcellus Virgilius

    Caros senhores , foi preciso ajustar os alunos de Anajatuba, pois havia sido contraida na campanha uma divida de R$1.000.000,00, a ser paga em 48 parcelas mensais de 70.000,00.
    Foi pensado como pagar. Imaginou-se que era preciso criar licitações enormes para poder sacar através de laranjas, mas era preciso criar receita, e ai professor Sergio pensou no numero de alunos, não é professor N ???, seria melhor perguntar ao professor H ??
    Oh N e M como voces foram e são inocentes.

  8. PEDRO

    Coitada de anajatuba so vira noticia pra corrupção!!! sai aragao

  9. glauber alves pereira bogéa

    Cadê a reportagem de anajatuba no fantastico?
    Kkkk..

  10. ROSA

    É tem muita sujeira ainda para ser limpa o povo anajatubense nem faz ideia do tamanho da imundice.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários