Política

Prefeitura vai apurar irregularidades em obras da gestão Castelo

Foi encaminhado ofício para que esta instaure um processo administrativo disciplinar em relação à construtora.

Obras incompletas da gestão Castelo.

Obras incompletas da gestão Castelo.

A Prefeitura de São Luís, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), encaminhou ofício à Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp) para que esta instaure um processo administrativo disciplinar em relação à construtora responsável pela obra do canal Cohab-Cohatrac.

Financiada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e orçada em R$ 13 milhões, o canal da Cohab/Cohatrac começou a ser construído no ano passado. Por certo tempo, as obras ainda ficaram paradas. Durante as fortes chuvas desta terça (12) e quarta-feira (13), a água arrastou as peças de concreto do canal.

A Procuradoria Geral do Município (PGM) solicitou à Semosp que seja instaurado processo administrativo para apurar eventuais irregularidades. De acordo com o procurador-geral do município, Marcos Braid, as penas variam da simples advertência até a declaração de inidoneidade, que se traduz na proibição de a empresa prestar serviços e realizar obras nas três esferas do poder público, no prazo de cinco anos.

Por conta do alagamento nesta área, a Prefeitura de São Luís, através da Secretaria da Criança e Assistência Social (Semcas) e Secretaria de Urbanismo e Habitação (Semurh), realizou reunião com as famílias para retirar da área de risco e cadastrá-las no programa federal do Minha Casa, Minha Vida.

Obras incompletas da gestão Castelo.

Obras incompletas da gestão Castelo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Prefeitura vai apurar irregularidades em obras da gestão Castelo”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Antonio

    ja farão muito, se conseguirem fiscalizar a propria GESTÃO.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários