Poder

Vereador e guarda municipal de Chapadinha são investigados por pedofilia

Vereador Emerson Aguiar PV e Antonio Gedeao Neto Netinho guarda municipal

O vereador da cidade de Chapadinha Emerson Aguiar (PV) e o guarda municipal que esta a disposição da desembargadora Nelma Sarney, Antônio Gedeão Neto, estão sendo investigados por aliciamento de menores para a prática ilegal da pedofilia.

A Policia Militar e o Conselho Tutelar foram acionados na noite do dia, 7, após denúncias que duas jovens de 16 e 17 anos, estariam embriagadas em plena praça pública do município. Segundo relatos de vizinhos, as duas menores chegaram de carro e foram deixadas no Bairro da Corrente.

O fato registrado e denunciado ao Conselhor Tutelar e ao Ministério Público, por uma professora da escola CEM. Raimundo Araújo, que após uma mulher de nome desconhecido, se passar por madrinha das menores, que no momento estariam em sala de aula, e acabou liberando-as.

Depois do inusitado, as jovens foram vista em um bar na companhia do vereador Emerson Aguiar e Antônio Gedeão Neto, Guarda Municipal licenciado e atualmente a disposição da desembargadora Nelma Sarney.

O depoimento da professora e as denúncias sobre o suposto caso de pedofilia, já se encontra na Promotoria de Justiça do município. Atenção CPI da Pedofilia!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Veja a realidade e o caos da educação de Barra do Corda

Em Barra do Corda, a realidade da educação na zona rural é exatamente essa, um município onde o prefeito Manoel Mariano de Sousa (PV) e o ex-secretário de Finanças, seu filho Pedro Alberto Teles de Sousa, desviaram mais de R$ 50 milhões de reais. Como se observa, os estudantes não tem uma estrutura escolar descente, merenda escolar e nem dignidade. Abaixo o vídeo:

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Assessores do ministro do PCdoB ajudaram PM a burlar fiscalização irregularmente

Em gravações obtidas por VEJA, funcionários do ministério ajudam o PM a se livrar de ofício que o acusava de irregularidades

O PM João Dias, que narrou a VEJA os bastidores do esquema de corrupção operado no Ministério do Esporte (Lula Marques/Folhapress)

A edição de VEJA que chega às bancas neste sábado traz mais um capítulo do esquema de corrupção que transformou o Ministério do Esporte numa fábrica de dinheiro para o PCdoB – e também para políticos e entidades ligadas a ele.

Depois de relatar, na semana passada, denúncias do policial João Dias Ferreira contra o ministro Orlando Silva e seus comandados, VEJA teve acesso a novas provas da maneira como a máquina do Esporte se corrompeu. São gravações de uma conversa de abril de 2008 entre João Dias e dois assessores próximos de Orlando Silva: Fábio Hansen, então chefe de gabinete da Secretaria de Esporte Educacional, que cuida do programa Segundo tempo, e Charles Rocha, então chefe de gabinete da secretaria executiva do ministério.

Foi o próprio João Dias quem registrou a conversa. Militante do PCdoB e dirigente de uma ONG, ele havia sido pego de surpresa por um ofício do Ministério do Esporte, enviado à polícia militar, responsabilizando-o por irregularidades e desvios de dinheiro num convênio de sua entidade com o programa esportivo federal Segundo Tempo. Em sua visita aos assessores de Orlando Silva, ele cobrava uma solução para o problema. E a pressão surtiu efeito imediato.

A gravação demonstra que Hansen e Rocha se esmeraram para arquitetar uma fraude que livrasse João Dias da investigação. “A gente pode mandar lá um ofício desconsiderando o que a gente mandou”, propôs Charles Rocha. E Hansen completou: “Você faz três linhas pedindo prorrogação de prazo.” Ele ainda explicou que esses pedido de prorrogação deveria ter data falsa.

Nos dias seguintes, a operação foi realizada exatamente como programado. Os dois ofícios enviados à PM – o original e o que pede que a investigação seja esquecida – foram reproduzidos pelo site de VEJA.

Alvejado pelas denúncias de João Dias, o ministro Orlando Silva passou a semana se explicando. Tentou desqualificar o acusador, qualificando-o de “bandido”. A gravação obtida por VEJA mostra que figuras graúdas do ministério não pouparam esforços para beneficiar o “bandido” com uma fraude.

Em depoimento no Congresso, Orlando Silva chegou a mencionar o vai-e-vem de ofícios entre o Esporte e a polícia militar, qualificando-o como procedimento administrativo regular. Também não é isso o que transpira das gravações.

Sim, é verdade que um terceiro documento, informando sobre a abertura de uma auditoria nos convênios do policial, foi enviado à PM pelo ministério. Só que um ano e meio depois da inacreditável – e reveladora – reunião entre João Dias, Hansen e Rocha, que VEJA esmiúça na edição desta semana.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Michael Jackson pode ter causado a própria morte

Em seu quarto dia de depoimento, o especialista mundial em anestesiologia Steven Shafer disse que é possível que Michael Jackson tenha dado a si mesmo a dose de propofol que o matou, informou o jornal “Los Angeles Times”.

Michael Jackson

Michael Jackson

Interrogado por advogados de defesa do médico Conrad Murray, que é acusado de homicídio culposo do cantor, Shafer afirmou que era possível que o cantor tenha removido um gancho na bolsa intravenosa que continha o poderoso anestésico quando estava sozinho.

Reafirmou, no entanto, que isso não tirava a culpa de Murray no episódio. Segundo Shafer, o médico não poderia deixar o paciente sozinho com aquele tipo de remédio.

O nível de propofol nas veias de Jackson após sua morte eram muito altos, afirmou Shafer, mas é impossível saber quem administrou a droga.

( Com Informações da Folha.com )


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Mulher de ministro do PCdoB recebeu dinheiro por meio de ONG

Orlando Silva e esposa Ana Cristina

Orlando Silva e esposa Ana Cristina

Documentos obtidos pelo Grupo Estado mostram que Anna Cristina Lemos Petta, mulher do ministro do Esporte, Orlando Silva, recebeu dinheiro da União por meio de uma ONG comandada por filiados ao PCdoB, partido do marido e ministro.

É a própria Anna Petta quem assina o contrato entre a Hermana e a ONG Via BR, que recebeu R$ 278,9 mil em novembro do ano passado. A Hermana é uma empresa de produção cultural criada pela mulher do ministro e sua irmã, Helena. Prestou serviços de assistente de pesquisa para documentário sobre a Comissão da Anistia.

A empresa foi criada menos de 7 meses antes da assinatura do contrato com a entidade. Pelo trabalho, recebeu R$ 43,5 mil.

A ONG Via BR tem em seus quadros Adecir Mendes Fonseca e Delman Barreto da Silva, ambos filiados ao PC do B. A entidade também foi contratada em maio do ano passado pelo Ministério do Esporte, para promover a participação social na 3ª Conferência Nacional do Esporte. No negócio, recebeu mais R$ 272 mil.

A informação sobre negócios da União com a empresa de familiar de Orlando Silva teria preocupado a presidente Dilma Rousseff, que deve se reunir ainda hoje com o ministro. Silva poderá deixar o Palácio do Planalto na condição de ex-ministro do Esporte.

(Com informações do Estadão)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Secretaria de Segurança é investigada por 23 promotores

Blog do Itevaldo Júnior

O Ministério Público Estadual instaurou inquérito civil para apurar as responsabilidades da secretaria estadual de Segurança Pública, comandada por Aluísio Mendes pela “situação de extremo abandono e caos” em que se encontram o Instituto de Criminalística (ICRIM), Instituto Médico Legal (IML), Instituto de Identificação (IDENT) e Centro de Perícia Técnica da Criança e Adolescente (CTPCA”. A representação é assinada por 23 promotores de Justiça.

O secretário de Segurança Pública

O secretário de Segurança Pública

Segundo os promotores por diversas ocasiões, inclusive em visitas in loco, realizadas por membros do Ministério Público, “que os Institutos vêm exercendo suas funções em condições precárias e insalubres, evidenciando-se o completo descaso do poder público“.

De acordo com o MP os reiterados atrasos nas entregas dos laudos, inclusive cadavéricos, tem prejudicado a conclusão de processos criminais e, “via de consequência, diversos relaxamentos de prisões por excesso de prazo, prejudicando a aplicação da lei penal“.

Os promotores de Justiça vão investigar o destino de R$ 2,4 milhões ( incluídos seis veículos Amarok) que foi destinado a Secretaria de Segurança, após o Ministério Público firmar dois Termos de Ajustamento de Condutas, com empresas  privadas. Segundo o MP, até hoje esses recursos não foram utilizados em nenhuma melhoria nos institutos.

Os promotores vão requisitar a Comissão Central de Licitação a cópia integral dos processos licitatórios:

Processo nº 6971/2010, datado de 03 de dezembro de 2010, cujo objeto é a aquisição de material de informática para os órgãos IML, ICRIM, IDENT e CTPCA, no valor estimado de R$ 339.000,00;

Processo nº 6231/2010, datado de 26 de outubro de 2010, para serviços de reforma e adequação do IML, no valor de R$ 340.725,51;

Processo nº 6970/2010, datado de 03 de dezembro de 2010, para aquisição de material permanente para a SPTC, abrangendo seus órgãos IML, ICRIM, IDENT e CTPCA, no valor de R$ 62.467,84;

Processo nº 6972/2010, datado de 03 de dezembro de 2010, para a aquisição de material de informática para os Órgãos IML, ICRIM, IDENT e CTPCA, no valor de R$ 318.819,00;

Processo nº 5050/2010, datado de 30 de agosto de 2010, para a construção e reforma do ICRIM, no valor de R$ 312.204,11.

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Vagas em sistema do Enem aumentam 40%

 Folha de S.Paulo

O aluno que pretende virar calouro de universidade federal no ano que vem terá de redobrar a atenção neste fim de semana, dias do Enem.

O número de vagas no sistema que usa o exame para seleção unificada nacional crescerá ao menos 40% em relação à última edição. O Sistema de Seleção Unificada (SiSU) é um mecanismo no qual o candidato utiliza a nota no Enem para pleitear postos em instituições federais de todo o país.

O aumento foi detectado a partir de levantamento do Jornal Folha de São Paulo junto às universidades. Para ingresso no ano que vem, serão ao menos 87 mil vagas nas federais, ante 62 mil para entrada em 2011. O número final de vagas pode sofrer pequenas alterações, pois há instituições que ainda não finalizaram seus editais para 2012. Além do SiSU, o Enem pode ser utilizado de outras maneiras, como, por exemplo, na primeira fase do vestibular, caso da Universidade Federal de São Paulo.

Considerando esse universo mais amplo de escolas, o Enem será utilizado para selecionar 105 mil vagas das federais (metade do total). Segundo pesquisadores, uma das vantagens de se adotar o Enem como seleção é a economia de gastos com vestibular. E as que aderem ao SiSU ainda podem receber estudantes do Brasil inteiro.

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Luís Fernando: "Formalizar empresas é promover dignidade"

Na manhã desta sexta-feira, dia 21, o chefe da Casa Civil do Governo do Maranhão, Luis Fernando Silva, participou da abertura do Seminário de Lideranças Públicas Municipais em Zé Doca, realizado pelo SEBRAE/MA, que tem como objetivo sensibilizar prefeitos do Vale do Pindaré e Alto Turi para implementação da Lei Geral da Micro e Pequenas Empresas.

O evento teve como principal palestrante, o ex-prefeito de Cabaceiras (PB), Arnaldo Júnior Doso. Estiveram presentes ainda, o presidente do Sebrae, Cláudio Azevedo, que fez a abertura desse primeiro seminário, o presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Júnior Marreca, e o prefeito de Zé Doca, Raimundo Nonato Sampaio.

Luís Fernando,chefe da casa civil

Luís Fernando,chefe da casa civil

Para Cláudio Azevedo, além da importância do evento para os municípios, no que diz respeito aos esclarecimentos direcionados aos gestores públicos sobre a implementação da Lei Geral da Micro Empresa, a presença do secretário Luis Fernando reforçou ainda mais o novo momento que vive o SEBRAE no Estado, que tem andando de mãos dadas com o Governo com relação aos grandes projetos de capacitação e assessoramento ao setor privado.

“Ao determinar a presença do secretário Luis Fernando neste seminário, a governadora Roseana mostra mais uma vez que acredita no trabalho do SEBRAE, que, por algum tempo, andou atuando de um jeito enquanto o governo tomava outro rumo. Agora, não. Estamos trabalhando com objetivos comuns nesse momento de grandes investimentos no Estado”, afirmou Azevedo.

Para Luis Fernando, de fato, a sua presença no seminário mostra o cuidado da governadora com as pequenas e micro empresas e por isso tem dado total apoio às iniciativas de órgãos que promovam conhecimento para os maranhenses, sobretudo, quando visa o desenvolvimento através de políticas que contemplem melhor qualidade de vidas das pessoas.

E cuidar do setor privado estimulando a geração de empregos, atraindo empresas para o Estado, segundo Luis Fernando, é a prioridade do governo nesse momento tão otimista da economia maranhense.

“Vivemos um momento de grande euforia de investimentos, são mais de R$ 100 bilhões em todas as regiões. Mas um estado só muda se os municípios mudarem. Por isso precisamos ter convicção de que é possível transformar a vida das pessoas capacitando nosso trabalhador, para ocupar essas mais de 200 mil vagas que estão surgindo, e com iniciativas como essas, desse evento, promovendo a convicção de que é melhor, para o pequeno investidor, viver dentro da formalidade”, disse.

Na sua fala, Luis Fernando recordou que quando esteve à frente da prefeitura de São José de Ribamar, conseguiu aumentar a arrecadação do município sem aumentar ou criar qualquer imposto, apenas criando mecanismos de apoio ao pequeno empresário, ao mesmo tempo em que assegurou aos pequenos investidores que, trabalhando de forma organizada ele estava exercendo a cidadania. “Na formalidade todos ganham, e quando a promovemos, estamos promovendo dignidade”, sentenciou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Vereador de Taubaté diz que leva vida de príncipe graças ao dinheiro público

O vereador Rodson Lima (PP), de Taubaté, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, postou em uma rede social na internet que tem “vida de príncipe” durante uma viagem a Sergipe. Ele comemorou a hospedagem em um hotel cinco estrelas e ainda afirmou que a vida de luxo é paga com dinheiro público.

Os comentários foram feitos nesta quinta-feira (20) num grupo de discussão criado no Facebook para debater as eleições municipais do ano que vem. “Nesse momento, estamos hospedados em um hotel cinco estrelas, com uma ‘big’ de uma piscina e de frente para o mar. Tudo pago com dinheiro público. O povo me dá vida de príncipe”, dizia a mensagem postada pelo político.

Vereador Rodson Lima (PP), " o princípe"

Vereador Rodson Lima (PP), " o princípe"

O comentário causou polêmica na cidade. Alguns comentários chegaram a ser ofensivos e o vereador também respondeu no mesmo tom. Segundo Lima, ele está em Aracaju para participar de um encontro com representantes do Legislativo de outras cidades do Brasil. Em entrevista à reportagem da TV Vanguarda, afiliada da Rede Globo, ele voltou a falar sobre a vida de luxo no Sergipe.

“Eu descobri que o hotel é três estrelas, mas pra mim é como se fosse um palácio. Eu estou conversando com você na janela e tem uma piscina de 40 metros com cachoeira, é brincadeira?!” , dizia a mensagem postada pelo vereador.

O político também agradeceu ao seu eleitorado. “Vivo a vida de príncipe há 15 anos. Dois motoristas, assessores, celular, assessoria jurídica, gabinete com ar condicionado… Inclusive até postei assim: engenheiros que são formados por Harvard, Yale, Michigan não desfrutam disso que eu desfruto. É muita honra que o povo me dá. Eu sou eternamente agradecido”.

O vereador responde a 14 processos na Justiça Eleitoral e está inelegível para a próxima eleição, mas afirmou que deseja colocar os filhos dele na vida pública.

( As informações são do Jornal Hoje)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.