Poder

Carlos Filho de volta na Assembleia

Deputado Carlos Filho.

Deputado Carlos Filho.

O deputado Carlos Filho (PRTB) retornou nesta terça-feira (23) às suas atividades na Assembleia Legislativa. O parlamentar se afastou do poder Legislativo Estadual para exercer o cargo de Secretário de Estado da Juventude, a convite da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Ao retornar ao Legislativo, Carlos Filho foi saudado pelo presidente da Casa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), e pelo vice-líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Magno Bacelar (PMDB).

O presidente da Assembleia deu boas-vindas a Carlos Filho, e disse que o parlamentar vai ajudar na tarefa do dia a dia na Casa legislativa, com seus préstimos e trabalho, em benefício do povo maranhense.

O deputado Fábio Braga teve seu trabalho destacado pela contribuição e participação ativamente das sessões plenárias e dos trabalhos das comissões.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Aprovado projeto que permite a identificação de cônjuge em faturas

Edilázio Júnior.

Edilázio Júnior.

Foi aprovado hoje por unanimidade na Assembleia Legislativa, em votação de segundo turno, o Projeto de Lei nº 175/2013 de autoria do deputado estadual Edilázio Júnior (PV), que assegura ao cônjuge de consumidor de prestadora de serviços públicos [como água, energia elétrica e telefone, por exemplo,] o direito de solicitar a inclusão de seu nome na fatura mensal de consumo. O objetivo do projeto é facilitar a comprovação de residência de cônjuges/companheiros dependentes dos consumidores responsáveis pelas faturas. O projeto, segundo o parlamentar, não interfere nas atividades do Poder Público e não onera as prestadoras de serviços.

De acordo com Edilázio Júnior, apesar de simples, o projeto evita o constrangimento, principalmente de donas de casas – casadas ou que vivem em união estável – na procura de serviços como a abertura de contas bancárias, crédito em estabelecimentos comerciais, concursos públicos e na comprovação de domicílio eleitoral nos casos de alistamento e transferência.

“Esse projeto é simples sim, mas tem um grande significado para pessoas que se encontram nesta situação, de dependentes dos seus cônjuges. Boa parte das donas de casa, das esposas, companheiras, não tem nenhuma conta de luz, água, telefone ou internet, por exemplo, em seu nome. E isso provoca um constrangimento e um transtorno para elas, uma vez que são inúmeras as ocasiões em que há a necessidade de comprovação de residência”, afirmou.

Já aprovado na Assembleia Legislativa em dois turnos, o projeto de lei agora segue para a sanção da governadora Roseana Sarney (PMDB). Uma vez aprovada, a lei entrará em vigor no dia de sua publicação no Diário Oficial do Estado do Maranhão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito pode ser denunciado por nepotismo em Presidente Dutra

Prefeito Juran Carvalho.

Prefeito Juran Carvalho.

Esbanjando imoralidade e nepotismo, o prefeito de Presidente Dutra, Juran Carvalho de Souza (PV), só faltou nomear cachorro, papagaio e periquito como secretários e diretores municipais.

Em gesto amoroso e carinhoso aos familiares, Juran agraciou a esposa dele, Maria de Fátima Sodré, como secretária de Mulher; o filho legítimo, Ciro Evangelista, ocupa a Secretaria de Administração e Finança (a do dinheiro).

E mais: o irmão de Juran, Jurandy Carvalho, é o Secretario Extraordinário; o outro irmão do gestor, Jurivan Carvalho, é o secretário de Esporte e o sobrinho, Robson Carvalho, comanda a Secretaria do Meio Ambiente. Ou seja, está tudo em casa.

Ainda não satisfeito com a imoralidade, Juran passou a violar a Súmula Vinculante nº 13 do Supremo Tribunal Federal, que coíbe a arcaica prática do nepotismo em Presidente Dutra com – por exemplo -, a nomeação dos sobrinhos, Anne Karoline Rodrigues, Diretora do Departamento Financeiro; John Sbergue Carvalho no cargo de Chefe da CPL; Anne Katiúrcia Carvalho na coordenadoria de Gestão da Assistência Social; Anne Karine Carvalho como coordenadora do Núcleo de Apoio NASF; Amanda Guimarães na coordenadoria de Controle de Avaliação; Wiraildo da Silva como Diretor do Departamento de Radiologia e a nora do prefeito, Jaquelani Pires, que trabalha na Secretaria da Mulher.

Embora na campanha de 2012, Juram Carvalho declarava que se fosse eleito não aceitaria parentes empregados, e, assim, conseguiu convencer os pobres eleitores com o velho discurso, o Ministério Público do Maranhão deverá se posicionar contra o que configura como imoralidade e farra de nepotismo na Prefeitura de Presidente Dutra.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Crime contra militar é investigado em Paço do Lumiar

As polícias Civil e Militar estão apurando homicídio ocorrido na noite de segunda-feira (21), no Conjunto Novo Horizonte (Paço do Lumiar), que vitimou o soldado da Polícia Militar, Joerberth Barros Damasceno, 41 anos. Na ação, o filho do militar, identificado como Jadson Yuri Silva Damasceno, 18 anos, também foi atingido com um disparo nas nádegas, mas não corre risco de morte.

Segundo relato da ocorrência registrada no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), o crime aconteceu por volta das 21h15. Moradores informaram que o filho do policial estava em frente à sua residência, quando foi surpreendido por dois elementos numa motocicleta Fan vermelha, que da esquina da rua, atiraram em direção da vitima, alvejando-a nas nádegas.

Jadson conseguiu correr para dentro da casa, momento em que seu pai, o soldado Joerberth, saiu do interior com uma arma de fogo em punho. Houve troca de tiros, o PM foi alvejado com um tiro no peito e outro de raspão na perna esquerda.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ex-prefeito de Bacabal presta depoimento na PF

Raimundo Lisboa.

Raimundo Lisboa.

O ex-prefeito de Bacabal, Raimundo Lisboa, deve prestar depoimento nesta terça-feira, 22, na Polícia Federal do Maranhão por suposto desvio de milhões durante sua gestão.

Segundo fontes fidedignas, sua intimação foi motivada pela ligação com um dos investigados pela PF, com quem, teria vínculo empresarial.

Na Operação Usura II, em que tiveram prisões coercitiva 19 pessoas, sob a acusação de desvio de recursos de programas do Governo Federal, aparece o elo entre Raimundo Lisboa e o agiota Pacovan que teria tomado do ex-gestor a fazenda Santa Teresinha no povoado São Paulo Apóstolo, local luxuoso avaliado em milhões.

Agiota Pacovan.

Agiota Pacovan.

Pacovan já foi preso pela PF em 2011, durante a operação “Usura,” por causa de negociações de agiotagem que mantinha com os prefeitos dos municípios de São João do Paraíso e Zé Doca.

Com ele, foram encontrados diversos cheques em brancos da prefeitura de São João do Paraíso.

Ele negociava com mais de 20 prefeituras no Maranhão, sendo as principais: Bacabal, Cururupu, Zé Doca e Paço do Lumiar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Marcos Caldas tem dupla filiação partidária

Situação para Marcos Caldas poderá se complicar.

Situação para Marcos Caldas poderá se complicar.

O deputado estadual Marcos Caldas, apresenta dupla filiação. Por causa disso, pode está complicando a sua candidatura a reeleição pelo (PRP). O partido é residido pelo ex-vereador de São Luís, Severino Sales.

A situação partidária de Caldas decorre da adesão do filho do conselheiro Edmar Cutrim, o jovem Glubert Cutrim no PRB.

Até o presente momento, o cartório eleitoral certificou que não foi encontrado pedido de desfiliação do partido PRB que não está envolvido no caso de duplicidade de filiação.

Se não for revertida a situação, Marcos Caldas pode ficar de fica das eleições de 2014.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Preso adolescente suspeito de ter assassinado jovem no Cohatrac

Do Blog do Luis Cardoso

Manoel Neto, vítima de latrocínio.

Manoel Neto, vítima de latrocínio.

A polícia militar apreendeu nesta segunda-feira (21) um adolescente de 16 anos suspeito de ter assassinado a tiro o jovem de 21 anos Manoel Câmara Guimarães Neto, na noite da última sexta-feira (18), no Cohatrac.

Ele participou com outro comparsa do crime de latrocínio, segundo testemunhas que o reconheceram. Mas na delegacia o adolescente negou a participação, mesmo sendo identificado como o autor do disparo, que vitimou Manoel. O segundo acusado não foi ainda identificado pela polícia.

Manoel Neto havia acabado de sair da casa dele e parou o carro para conversar com um amigo, quando dois bandidos se aproximaram e um deles atirou na cabeça da vítima. Os dois levaram o carro usado pela vítima, um veículo Celta, que foi localizado na Forquilha, um dia após o crime.

A vítima chegou a ser socorrida pelos vizinhos, mas morreu no hospital. Manoel Neto fazia parte de um grupo de jovens da Igreja Católica e estava noivo há menos de um mês.

Protesto no Cohatrac: população clama por segurança.

Protesto no Cohatrac: população clama por segurança.

Revoltados com a onda de criminalidade e as cenas de violência ocorridas no bairro, moradores do Cohatrac realizaram um protesto na noite desta segunda-feira pedindo mais segurança na região e policiamento.

O evento reuniu centenas de pessoas que juntas declararam a falência do sistema de segurança pública em São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fecury se chateia com saída de Fábio Braga da Assembleia

Do Blog do Luis Pablo

Ex-senador Mauro Fecury.

Ex-senador Mauro Fecury.

O ex-senador, dono do UniCeuma e mega empresário, Mauro Fecury não teria gostado nem um pouco da decisão da governadora Roseana Sarney de ter afastado o deputado Fábio Braga da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Fontes do Blog do Luis Pablo informaram que Fecury achou uma falta de consideração de Roseana e do grupo Sarney.

Fábio Braga, que é genro do ex-senador, deixou o cargo ontem, dia 21, após o deputado Carlos Filho ter deixado a Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Sejuv), para retornar ao Poder Legislativo.

No lugar do ex-genro da governadora, assumiu a pasta da Sejuv o suplente de deputado federal Paulo Marinho Júnior.

Vale ressaltar, que em todas as eleições do grupo Sarney, o ex-senador Mauro Fecury é um dos maiores doadores das campanhas.

A governadora Roseana Sarney, segundo apurou o blog, não teria gostado de Fábio Braga ter deixado o PMDB para garantir sua eleição de deputado pelo PTdoB em 2014.

É provável que Fecury cruze os braços para o grupo nas próximas eleições. Aguardem!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Dor

Por Abdon Marinho

Advogado Abdon Marinho.

Advogado Abdon Marinho.

Outro dia pensava sobre a dor. Lembro que sempre me causou impacto a expressão contida numa música que dizia: “tire o seu sorriso do caminho que eu quero passar com a minha dor”.

Um samba lindo, toda sua letra é uma lição. Entretanto a que mais me chamou atenção foi esse pedido de licença para que a dor passasse. Não falo da dor física, a dor palpável quantificada cientificamente ou a dor clinica para a qual os médicos tem suas teorias e ciências. Aqui falo da dor sentimental, a dor abstrata, aquela dor que aperta a o peito e dói na alma. Falo da dor que está contida num soluço sem lágrimas. Falo da dor que trás consigo o desespero da perda irreparável. A dor que dói com ou sem sentido. A dor da partida. A dor da saudade. A dor do amor a qual um outro poeta a definiu como a “dor que desatina sem doer”.

Ao longo dos tempos a dor tem sido relegada. Tratada como um sentimento subalterno. Tanto que o artista pede licença para passar com ela. Passar com a sua dor.

Fomos condicionados a escondê-la. Os maiores infortúnios e tribulações e não podemos demonstrar o que sentimos, não era/é de bom tom, educado, demonstrar. Guarde sua dor só para você. Não a partilhe com ninguém, não seja escandaloso, aguente calado.

Como não demonstrar o que sentimos diante da perda insuportável? Como calar diante da dor incessante? Como aceitar o inaceitável ou calar diante da indignidade? Como não sentir o que estamos sentindo?

Embora o artista na sua poesia peça licença para passar com a sua dor. E isso é de uma beleza e de uma ousadia imensurável, pois a dor, antes, durante e depois de tudo é tida como um tabu, sobre a qual apesar muitos sentirem, sobre a mesma não falam, acho que a dor não precisa de licença. Não temos porque esconder a dor que sentimos. Seja da perda irreparável, do sentimento não correspondido. A dor é nossa temos o direito passar com ela, levá-la conosco por onde quisermos.

Hoje, revendo meus conceitos e até preconceitos, posso dizer que tenho um certo carinho pelas pessoas que têm a ousadia de sentirem e viverem suas dores, os que não tentam ocultá-las sob o manto da hipocrisia e do cinismo. Principalmente pelas pessoas que vivendo suas dores, delas extraem lições que lhes serão úteis pelo resto de suas vidas. Entretanto, o que devemos repudiar como máxima veemência é a exploração que alguns fazem da dor alheia, principalmente com o intuito de lucrarem com isso, não temos como não considerarmos esse comportamento execrável.
Conhecendo pouco a dor ou dela se conhecendo muito, dela não falamos por medo de “atrair”. Impressiona como carregamos esse receio, por toda vida. Talvez, também nos escusemos de falar, por ligarmos à dor física, ao sofrimento causado por ela. Já com o amor, que poderíamos dizer, está no seu oposto, falamos muito. Livros e livros, poesias, músicas, tudo mais que possa existir, é o amor sua inspiração e seu depositário. A dor serviria apenas para completar a rima.

Afinal, amor rima com dor? Tomara que não. E ainda que tivesse o sentido de rimar, para sentir a dor é preciso antes ter vivido o amor, o que já valeria a pena. Não seria assim?

Abdon Marinho é advogado eleitoral.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

A prisão preventiva em defesa da sociedade

Por Milton Corrêa da Costa

A justiça do Estado do Rio de Janeiro manteve presos, até aqui, 42 dos 64 acusados de atos de vandalismo, no centro do Rio, na noite de 15 de outubro último, sendo que 33 deles tiveram a prisão preventiva decretada. Medida absolutamente necessária e tomada em nome do cumprimento da lei penal, da ordem pública, do relevante interesse social e em defesa de toda sociedade. Quem faz uso de arsenal composto de facas, coquetéis molotov, pedras, paus com prego, máscaras e rostos encobertos para garantir o anonimato, provoca e ataca tropas policiais, destrói o patrimônio público e privado e ameaça perigosamente a paz social merece estar no cárcere.

Tais manifestantes são ameaça à paz social onde alguns deles quebraram gravemente os princípios básicos de convivência harmônica no estado democrático de direito. Soltos subvertem a ordem social ou incentivam práticas de vandalismo e o quebra-quebra. Responderão agora perante a justiça, trancafiados, pelos crimes de que são acusados. Os que deram “apoio incondicional” aos black blocs terão tempo suficiente agora para visitá-los no cárcere.

Registre-se que alguns dos que foram colocados em liberdade continuarão a responder, perante a justiça, pela acusação de distintos de crimes, relacionados aos distúrbios ocorridos. Seria bom que a partir de agora começassem a lembrar que o Código Penal continua em pleno vigor em território nacional e que a reincidência na prática de tais crimes agrava ainda mais a situação de cada um. Prevaleceu a força do direito, não da baderna. Ponto para o Poder Judiciário.

Milton Corrêa da Costa é tenente coronel da reserva da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.