Poder

PP veta coligações com o PT nos estados

O partido de Ciro Nogueira, ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro, buscava acordos com os petistas em estados como Piauí, Bahia e Ceará

O PP, partido presidido pelo minstro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, proibiu hoje as executivas locais de firmarem acordos com o PT nos estados. A manifestação é uma resposta a algumas alianças locais que estavam incomodando o presidente Jair Bolsonaro e a cúpula partidária.

“O Diretório Nacional do Progressistas informa que a sigla não irá fazer coligação com o Partido dos Trabalhadores em nenhum Estado brasileiro. O PP oficializou, por meio de convenção nacional, coligação com o PL e apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro”, afirmou a sigla por meio de nota oficial.

O partido buscava acordos com os petistas em estados como Piauí, Bahia e no Ceará. No Piauí, a sigla ingressou com uma ação no Tribunal Regional Eleitoral para desvincular a sua imagem à do presidente da República.

Como registramos há pouco, Jair Bolsonaro não gostou de Blairo Maggi ter assinado a ‘carta pela democracia’ e fechou palanque com o governador Mauro Mendes (União) no Mato Grosso.

Do Antagonista


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários