Poder

Chefe da Codevasf no Maranhão promove padrinho de emendas em ano eleitoral

Chefes regionais da estatal federal Codevasf têm usado as redes sociais para promover políticos autores de emendas parlamentares escoadas à empresa pública para a realização de obras e doação de equipamentos em seus redutos eleitorais.

Entre os padrinhos de emendas favorecidos pela divulgação estão aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL), como o deputado maranhense Pastor Gil.

A propaganda feita pelos superintendentes regionais da Codevasf acontece por meio de posts nas redes sociais dos servidores públicos. Nas publicações também são divulgados os endereços dos perfis oficiais dos políticos na internet.

A Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) é uma estatal entregue por Bolsonaro ao controle do centrão em troca de apoio político. Os cargos de superintendentes regionais da estatal, em alguns casos, são ocupados por pessoas próximas dos próprios parlamentares.

No Maranhão, o superintendente regional Celso Dias usa as redes sociais desde março de 2021, logo após assumir o cargo. Ele transformou as instalações da Codevasf em um cenário para fotos e vídeos com diversos congressistas, inclusive de oposição.

As imagens mostram os parlamentares ao lado de carrinhos de mão, caixas térmicas, máquinas de fabricar gelo, freezers, barcos de alumínio, caixas d’água, tratores, caminhões e escavadeiras.

Em um post de 5 de maio com foto com  o deputado Pastor Gil, Dias afirma: “Hoje recebi a visita do dep. fed. Pastor Gil para discutirmos sobre a execução de demandas de emenda parlamentar por meio da Codevasf. Tratamos a respeito de obras de pavimentação e doação de equipamentos em benefício de municípios do Maranhão.”

Mesmo que não leve nomes de políticos, é proibida a divulgação de publicidade institucional no período de três meses que antecede as eleições, diz o ex-procurador regional eleitoral Pedro Barbosa Pereira Neto.

“A lei 9.504 de 1997, conhecida como lei das eleições, fala em agente público em amplo senso. Penso que se trata de conduta vedada, mas os dirigentes da Codevasf atuam de maneira disfarçada, mas nem por isso menos ilegal”, afirma o procurador.

A Codevasf afirma que “mantém comunicação com a sociedade em redes sociais exclusivamente por meio de perfis oficiais e de acordo com a legislação em vigor”. “Manifestações de profissionais da empresa em perfis pessoais em redes e plataformas digitais possuem caráter individual”, diz a estatal.

Com informações da Folha de São Paulo


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Chefe da Codevasf no Maranhão promove padrinho de emendas em ano eleitoral”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Marcinho

    Esse é filhote do Aluisio Mendes

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários