Poder

Investigação sobre esquema de Eduardo DP começou após imprensa noticiar

 

A decisão da 1º Vara Federal Criminal, que resultou na prisão do empresário Eduardo DP, também apelidado de Imperador, por envolvimento em crimes de lavagem de dinheiro, destacou que a investigação foi instaurada após a mídia divulgar matérias acerca da movimentação em contratos milionários adquiridos pela Construservice, tanto nas esferas estadual como federal.

A Justiça ressaltou que as notícias deram ênfase ao retorno da atuação do mesmo grupo criminoso alvo da Operação Imperador, desencadeada pela Polícia Civil em 2015. O esquema utilizava o mesmo modus operandi para desviar recursos públicos da Prefeitura de Dom Pedro, onde a mãe de DP era prefeita. Na época, Eduardo, a mãe e outros empresários foram presos por envolvimento no desvio de cerca de R$ 100 milhões em verbas de 42 prefeituras maranhenses.

Os contratos milionários abocanhados pela Construservice, demonstram o fluxo de influência de Eduardo DP, tanto no governo estadual como federal; o que tem sido pauta de vários veículos de comunicação, e acabou alertando a Polícia Federal.

O Blog Neto Ferreira já divulgou inúmeras matérias sobre contratos robustos da Construservice com prefeituras maranhenses e com o governo do Maranhão. Inclusive, alguns certames estão sendo investigados pelo Ministério Público sob suspeita de irregularidades nos procedimentos licitatórios.

No governo do Maranhão, a empresa do Imperador é uma das campeãs em ganhar licitações de obras milionárias, principalmente  na gestão de Flávio Dino. O Blog Neto Ferreira fez um levantamento em junho deste ano e demonstrou todos os valores embolsados pela Construservice na gestão do socialista. (veja aqui)

O governador Carlos Brandão, que é pré-candidato a reeleição no pleito deste ano, continua mantendo a aliança com Eduardo DP, e nesta semana, mas precisamente um dia antes da prisão do Imperador, na terça-feira (19), publicou no Diário Oficial a contratação da empresa Construservice pelo valor de R$ 78 milhões. (Relembre aqui)

O Blog procurou a assessoria do governo para questionar se o contrato ainda seria mantido, depois da prisão do empresário, porém não obteve retorno.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Investigação sobre esquema de Eduardo DP começou após imprensa noticiar”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. José alves

    E as licitações fraudulentas que envolvem verba estadual e municipal? Vai ficar por isso mesmo????

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários