Poder

Governo fecha contrato de R$ 20 milhões com empresa acusada de trabalho escravo

Acusada de manter trabalhadores atuando de forma irregular, a Qualitech Engenharia, com sede na cidade de Paço do Lumiar, ganhou mais uma contrato milionário no governo Carlos Brandão.

A contratação foi celebrada via Secretaria de Estado da Infraestrutura (SINFRA) pelo valor de R$ 20.587.129,86 (vinte milhões, quinhentos e oitenta e sete mil, cento e vinte e nove reais e oitenta e seis centavos).

Segundo as informações, a empresa atuará no governo por 12 meses, prestando serviço de adequação e manutenção preventiva e corretiva em prédios e logradouros público no Maranhão.

A Qualitech Engenharia pertence aos sócios Flávio Henrique Silva Campos e Frederico de Abreu Silva Campos, mais conhecido como Fred Campos, e mantém vínculo com o governo do Maranhão desde 2015, início da gestão do ex-governador Flávio Dino, onde movimentou mais de R$ 500 milhões em contratos.

Ex-governador Flávio Dino, dono da Qualitech, Fred Campos, e o atual governador Carlos Brandão.

Fred Campos já foi candidato a prefeito de Paço do Lumiar, mas perdeu o pleito em 2020. Além disso, foi condenado à perda dos direitos políticos por abuso de poder econômico.

Recentemente, a Qualitech foi denunciada por colocar trabalhadores em situação análoga a escravidão.

A denúncia foi feita pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sindconstrucivil) após fiscalização em canteiros de obras em São José de Ribamar onde os trabalhadores estavam atuando.

“Encontramos trabalhadores totalmente em situação irregular, parecendo trabalho escravo”, disse Humberto França Mendes, presidente do sindicato, ao se deparar com os trabalhadores da Qualitech atuando sem carteira assinada e sem qualquer tipo de direitos que a legislação trabalhista garante (veja aqui).

Em maio desse ano, uma fábrica de bloquetes ligada ao empresário foi fechada pela Polícia Militar Ambiental. A empresa foi alvo de uma operação de busca e apreensão.

Segundo as investigações, a suspeita é que a Qualitech Engenharia vem cometendo irregularidades trabalhistas, como funcionários atuando sem vínculo empregatício formal.

A fábrica não possui licença ambiental para operar, certidão de uso e ocupação de solo e alvará de funcionamento, conforme as informações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Paço do Lumiar, que também participou da operação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários