Poder

Ex-mulher de Dalton Arruda pede à Justiça concessão de liberdade ao advogado

A ex-mulher do advogado Dalton Arruda, Janayna do Socorro Muniz Torres, pediu à Justiça a concessão da liberdade do ex-marido, que há mais de 7 meses está em regime de prisão domiciliar, decretada após Dalton descumprir medida protetiva e agredir Janaýna, em novembro de 2021.

No requerimento, destinado à 1º Vara de Combate a Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de São Luís, Janayna informa que o ex-marido não representa mais perigo a sua integridade física e psicológica, e portanto alegou que não tem mais interesse em manter as medidas cautelares em vigor, no caso a prisão.

Ela também afirma que o pedido é de espontânea vontade, e “sem nenhuma coação”.

Relembre o caso

O renomado advogado do ramo previdenciário, Dalton Arruda, foi preso no dia 17 de novembro de 2021, após invadir a casa da ex-mulher, no bairro do Calhau.

Segundo informações, o advogado descumpriu uma medida protetiva que determinava o distanciamento obrigatório, solicitada pela ex-companheira. Dalton arrombou o portão da residência com o seu veículo e conseguiu ter acesso à residência, onde teria agredido a mulher. Em depoimento, Janayna relatou que foi agarrada pelo pescoço. (Veja aqui)

O desembargador José Jorge Figueiredo dos Anjo decidiu converter a prisão preventiva do advogado previdenciário, Dalton Arruda, em domiciliar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários