Poder

Construtura é investigada por receber R$ 61 mil e não finalizar obras da UPA de Porto Franco

A Procuradoria da República instaurou inquérito para investigar a construtora Ferreira e Campos Ltda por irregularidades na conclusão das obras da Unidade de Pronto Atendimento – UPA em Porto Franco.

Segundo informações, a empresa foi contratada para executar serviços na UPA por meio da Tomada de Preços nº 007/2016 (Ordem de Serviço nº 006/2018), mas não finalizou os serviços mesmo tendo recebido R$ 61.487,02 mil dos cofres públicos. A reportagem do Blog do Neto Ferreira tentou contato com a Ferreira e Campos, mas não obteve retorno.

O caso está sendo apurado pelo procurador da República, Alexandre Ismail Miguel, que determinou a notificação da construtora citada e deu prazo de 10 dias para o envio da defesa. .

Em 2016, o Blog noticiou que a Ferreira e Campos havia ganhado o contrato de R$ 581.862,30 mil para concluir as obras da UPA. A contratação foi assinada pelo ex-prefeito Aderson Marinho Filho (reveja aqui).

A Construtora Campos fica localizada em Imperatriz e pertence a José Wilson Ferreira Campos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários