Poder

Weverton Rocha é alvo do MPF por divulgar vídeos em redes sociais de cunho eleitoral

O senador e pré-candidato ao governo do Maranhão, Weverton Rocha (PDT), está na mira do Ministério Público Federal (MPF) após divulgar vídeos de cunho eleitoral nas redes sociais.

Segundo informações, o pedetista estaria veiculando propaganda eleitoral antecipada por meio da divulgação de vídeo nas redes sociais, principalmente no Whatsapp e Instagram, contendo seu slogan de campanha e distribuição de brindes.

Para o procurador regional Eleitoral, Hilton Melo, os fatos apresentam supostos indícios de propaganda irregular em período vedado.

“No conteúdo veiculado observam-se trechos que podem configurar, em tese, violação ao art. 36 da Lei nº 9.504/97 (“A propaganda eleitoral somente é permitida após o dia 15 de agosto do ano da eleição”)”, frisou Melo.

Com a finalidade de reunir elementos que amparem uma eventual atuação da Procuradoria, foi instaurado um Procedimento Preparatório Eleitoral (PPE) contra Weverton Rocha. Será apurado se o senador praticou propaganda ilegal na veiculação dos vídeos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários