Poder

Promotoria investiga denúncias de ilegalidades em obras da Prefeitura de Mato Roma

A Promotoria de Chapadinha instaurou inquérito para apurar denúncias de ilegalidades em obras da cidade de Mata Roma.

A investigação foi aberta pela promotora de Justiça, Ilma de Paiva Pereira, que recebeu uma Representação formulada por Pedro Augusto dos Santos Moura, Tiago de Sousa Monteles, Francisco das Chagas Oliveira Alves, Maria Madalena Alves da Costa, Miryam Mendes Teixeira e Claudimir Diniz Rego contra o prefeito de Mata Roma Besaliel Freitas Albuquerque.

No documento, os autores alegam que o Executivo municipal firmou contrato de adesão a Ata de Registro de Preço n° 04/2021, cujo objeto foi prestação de serviços de locação de máquinas e veículos pesados (manutenção de estradas vicinais) pelo valor de R$ 848.400,00 mil, porém moradores da região beneficiada pelo serviço afirmaram que o maquinário utilizado para a execução da obra eram pertencentes à Prefeitura de Mata Roma.

Com base nos autos, a promotora de Justiça determinou que o prefeito Besaliel Albuquerque seja notificado sobre a investigação e pediu que o gestor encaminhe cópia do procedimento licitatório acima referido, documentos das máquinas do município em 10 dias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários