Poder

“Me ofereceram R$ 200 mil para ficar calado”, diz Yglésio

Em discurso na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Yglésio Moyses (PSB) voltou a fazer uma grave denúncia sobre a suposta fraude cometida por uma quadrilha no concurso público da Casa.

O parlamentar revelou que ofereceram a ele a quantia de R$ 200 mil para ficar calado acerca do caso.

“Ontem tiveram amigos que me disseram: rapaz, tu não vai mudar o mundo. Me ofereceram ontem R$ 200 mil, de maneira indireta, para ficar calado hoje”, declarou.

Após a liberação do resultado do concurso público, o deputado usou suas redes sociais para denunciar que uma quadrilha teria atuado para certame do Legislativo. A revelação foi feita nas redes sociais na terça-feira (15).

Sem citar nomes, Yglésio afirmou que estão entre os beneficiados com a suposta fraude genro de desembargadora, esposa de advogado, irmão de ex-prefeita.Ele classificou o caso como inadmissível.

Nesta quarta-feira, o presidente da Assembleia, Othelino Neto (PCdoB), fez um pronunciamento acerca do caso e informou que pediu ao Ministério Público que investigasse as denúncias.

“Informei ao Ministério Publico sobre denúncias de possíveis irregularidades no concurso público da Assembleia Legislativa do Maranhão. Pedi que o órgão procedesse a investigação. Na hipótese de se confirmarem as denúncias, não hesitarei em tomar as providências legais.”, escreveu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em ““Me ofereceram R$ 200 mil para ficar calado”, diz Yglésio”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Jorge

    Basta o nobre Deputado informar o nome das pessoas da referida conversa e da oferta indireta de R$ 200 mil.

    Ele tem obrigação de fazer isso.

  2. José alves

    O caso é grave.
    Só não entendo qual o medo desse deputado dar nome aos bois.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários