Poder

Gestão de Deoclides Macedo em Porto Franco vira alvo da Procuradoria da República

A gestão de Deoclides Macedo está no centro de um inquérito instaurado pelo Ministério Público Federal (MPF) por suspeitas de ilegalidades em contrato de quase R$ 300 mil em Porto Franco.

Segundo informações, foi apresentada uma denúncia à Procuradoria da República no Maranhão na qual versa supostas irregularidades na modalidade utilizada no Processo Licitatório nº 006/2021, realizado pelo Município de Porto Franco.

Ainda de acordo com os relatos, a empresa contratada K.N. Silva Matos, mais conhecida como Supermercado Kelly, também não teria cumprido a exigência do capital social mínimo de 10% sobre o contrato, cujo valor é de R$ 276.698,90 mil.

A vencedora do certame tem capital social de R$ 10 mil.

O caso está sob a coordenação do procurador da República, Daniel Medeiros Santos, que já determinou a realização de diligências investigatórias com a finalidade de coletar mais evidências sobre os fatos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários