Poder

Fiscalização identifica 16 adolescentes em situação de trabalho infantil no MA

Uma operação realizada pelo Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA) e Superintendência Regional do Trabalho (SRT) identificou 16 adolescentes, entre 13 e 17 anos de idade, que estavam em situação de trabalho infantil nos municípios de Chapadinha, Itapecuru-Mirim e Vargem Grande.

A operação foi realizada nos dias 30 e 31 de maio. As crianças trabalhavam em lugares degradantes, como lixão, lava jato, feira, oficina, além da venda de frutas às margens da BR-135.

Em Chapadinha, seis adolescentes, sendo cinco meninos e uma menina, foram flagrados no mercado municipal trabalhando em açougues e em peixarias. Outros dois jovens estavam em uma oficina mecânica.

Nas operações em Vargem Grande e Itapecuru-Mirim, crianças ficavam em lixões e lava-jatos, limpando motos e carros, expostos a agentes químicos, poluição sonora e risco de choques elétricos.

Na BR-135, uma menina de 13 anos de idade vendia frutas, na altura da cidade de Itapecuru-Mirim, no período noturno. O pai dela estava no local e foi notificado.

Segundo o MPT-MA, todos os 16 casos serão encaminhados aos gestores públicos dos três municípios para que a rede de proteção faça o acompanhamento das famílias das vítimas, o que inclui averiguação da situação socioeconômica, frequência escolar e eventual inclusão dos pais em programas de assistência social e dos jovens em programas de erradicação do trabalho infantil.

Do G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Fiscalização identifica 16 adolescentes em situação de trabalho infantil no MA”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. paulo

    Eles também contabilizaram quantas crianças e adolescentes estão nas mãos de traficantes de drogas ?

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários