Poder

Caso de varíola dos macacos é investigado em São Luís

Imagem de microscópio mostra vírus causador da varíola do macaco — Foto: Cynthia S. Goldsmith, Russell Regner/CDC via AP

Um caso suspeito de varíola dos macacos está sendo investigado pela Secretaria Municipal de Saúde de São Luís.

A reportagem do Blog do Neto Ferreira teve acesso ao relatório emitido, na quinta-feira (9), pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), subordinado à Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Sanitária da capital maranhense.

A equipe do CIEVS foi acionada após um jovem de 30 anos ser internado na quarta-feira na Unidade Mista do Itaqui-Bacanga apresentando sintomas febris e lesões por todo o corpo.

Segundo o teor do documento, o paciente está com incontáveis erupções vesiculares cutâneas em todo seu corpo e outras lesões no rosto.

De acordo com o Centro, os primeiros sintomas apareceram no final do mês de maio quando o jovem apresentou febre alta durante três dias, calafrios, ardor nos olhos, dor nas costas. Em seguida, as erupções na face iniciaram e se espalharam pelo corpo todo.

O relatório diz ainda que o paciente procurou atendimento na UPA do Vinhais antes de dar entrada na unidade mista do Itaqui Bacanga. No pronto atendimento, foi diagnosticado com varicela e recebeu recomendação médica para ficar em isolamento domiciliar por 14 dias.

Após a disseminação das lesões pelo corpo e o agravamento do caso, o jovem procurou a Unidade Mista do Itaqui-Bacanga, onde está internado.

O paciente garante que não teve contato com outra pessoa com sintomas semelhantes e não tem histórico de viagem.

Amostras foram coletadas e estão sendo analisadas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da capital maranhense.

Sintomas

Os sintomas iniciais da varíola dos macacos costumam ser febre, dor de cabeça, dores musculares, dor nas costas, gânglios (linfonodos) inchados, calafrios e exaustão.

Depois do período de incubação [tempo entre a infecção e o início dos sintomas], o indivíduo começa com uma manifestação inespecífica, com sintomas que observamos em outras viroses: febre, mal-estar, cansaço, perda de apetite, prostração.

O primeiro caso de varíola dos macacos no Brasil foi confirmado nesta quarta-feira (8) na cidade de São Paulo. O paciente, um homem de 41 anos que viajou à Espanha, segundo país com o maior número de casos da doença, foi colocado em isolamento no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, na Zona Oeste da capital.

“O que é um diferencial indicativo: o desenvolvimento de lesões – lesões na cavidade oral e na pele. Elas começam a se manifestar primeiro na face e vão se disseminando pro tronco, tórax, palma da mão, sola dos pés”, disse Trindade, que é consultora do grupo criado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações para acompanhar os casos de varíola dos macacos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários