Poder

Biópsia aponta que Brandão não teve diagnóstico de câncer

O governador do Maranhão Carlos Brandão (PSB) passou por uma cirugia de retirada de cisto em um dos rins, na cidade de São Paulo, mas passa bem.

Como de praxe, o médico que fez a cirurgia no governador, retirou uma amostra de tecido vivo com a finalidade de avaliação anatomopatológica laboratorial.

Após a realização do exame de biópsia, que determina a intensidade e a presença ou ausência de doenças, mesmo sendo benigno ou maligno, Brandão não foi diagnosticado com câncer.

A urgência na cirurgia passou a ser uma realidade quando na cidade de Balsas desencadeou uma forte crise no governador devido a inflamação na região do corpo afetado.

Brandão embarcou para a capital paulista em 17 de abril acompanhado da esposa e filha, Larissa e Lethicia Brandão, para se submeter ao procedimento cirúrgico, que foi realizado no dia 18. Após duas semanas, precisou pedir autorização à Assembleia Legislativa para permanecer internado no hospital para continuar com a recuperação. Atualmente, ele está sendo acompanhado da filha.

O pedido de licença é previsto na Constituição Federal, que prevê que o governador não pode se ausentar mais de 15 dias do cargo sem autorização do Legislativo.

Com o afastamento do socialista, o governo será comandado pelo presidente do Tribunal de Justiça, Paulo Velten, pois o primeiro da linha sucessória, presidente da Assembleia, Othelino Neto, não pode assumir, uma vez que ficaria inelegível e não disputaria a reeleição.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários