Poder

Sem citar nomes, Yglésio diz que onda de violência em São Luís tem “comando político”

O deputado estadual Yglésio Moyses usou as redes sociais para comentar sobre a nova onda de violência que atinge a capital maranhense.

Segundo o parlamentar, a série de crimes de homicídios e assaltos no transporte público tem “comando político”. Ele não citou nomes, mas disse que o responsável pela violência em São Luís gostava de fazer grampos e “tratos com facções”.

“Está cada vez mais evidente que essa onda de homicídios e violência em coletivos da Ilha tem comando político do canalha que adorava grampos e vivia fazendo tratos com facções capital pra obter o silêncio das mesmas. Escória humana, maldito sejas!”, escreveu.

Nos últimos dois dias, a capital registrou 4 assaltos a ônibus, sendo duas vítimas fatais e um ferido.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Sem citar nomes, Yglésio diz que onda de violência em São Luís tem “comando político””

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Renata

    Esse deputado tem que procurar honrar os votos que o elegeram, usando seu mandato para o que é importante e não criando confusões para estar sempre na mídia. Como diz o provérbio: calado, até um idiota parece sábio.

  2. Zeca

    Pelo que ele ta falando so pode ser o Jeferson Portela. Agora se o que o ele diz for verdade? O negocio é mais serio do que se imagina. Porque ex-secretario de segurança que grampeava desembargadores e faz acordo com facçoes. Olha o risco que a população estava e estar tendo. Tem que mandar investigar. So quem nao pode investigar é a policia civil e o ministerio publico do Maranhão. Por que ai é a mesma coisa que mandar raposa vigiar galinheiro. Não dar certo nunca.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários