Poder

PF pediu prisão de Felipe dos Pneus por rombo milionário na Saúde de Santa Inês

A Polícia Federal pediu a prisão do prefeito afastado de Santa Inês, Felipe dos Pneus, por suspeitas fraudes licitatórias e superfaturamento de R$ 1,3 milhão em compras da Saúde municipal.

Além da prisão, foram solicitadas busca e apreensão, bloqueio de bens, dentro outras medidas judiciais contra o gestor.

Os pedidos foram feitos no dia 28 de janeiro pela titular da Delegacia de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros da PF, Rebeca Diniz Alves Fonseca ao desembargador do Tribunal Regional Federal da 1* Região – TRF-1, Ney Bello.

Documento obtido pela reportagem do Blog do Neto Ferreira mostra que a autoridade policial aponta Felipe dos Pneus como o líder da organização criminosa montada no âmbito da Prefeitura de Santa Inês especializada em fraude, superfaturamento, lavagem de dinheiro, cobrança de propina, entre outros crimes, por meio de empresa de fachada, envolvendo a distribuidora piauiense Droga Rocha.

“No decorrer da análise da referida quebra de sigilo telemático identificou-se que há inúmeros contratos fraudulentos firmados pelo Município de Santa Inês, com o conhecimento do atual Prefeito (Felipe dos Pneus), todos com indícios de envolvimento de “propina”, demonstrando que a atual gestão encontra-se dilapidando o erário municipal em detrimento do interesse público”, diz trecho do documento enviado pela PF ao desembargador federal.

As investigações culminaram, no dia 27 de abril, na deflagração da Operação Free Rider, com a finalidade de desarticular o grupo criminoso.

Um dos alvos foi o gestor, que foi afastado do cargo.

A PF aponta que a Prefeitura de Santa Inês realizava adesões fraudulentas a Ata de Registro de Preços de outros municípios sem que houvesse o requisito de “vantagem” para a administração pública, posto que, em um dos casos investigados, havia o sobrepreço de 215%.

O esquema era montado em três núcleos: o criminoso com atuação na Prefeitura, o com atuação na Secretaria de Saúde e o empresarial.

O núcleo da Prefeitura seria composto por Felipe dos Pneus e servidores do Executivo vinculados ao setor de compras e licitação, a exemplo da Secretaria de Administração, Departamento de Licitação, Diretoria de Compras e gabinete do Prefeito.

O núcleo criminoso da Secretaria de Saúde é encabeçado pela secretária de Saúde e servidores subalternos, que também cumprem ordens do Diretor de Compras e dos demais envolvidos no setor de licitação.

O núcleo empresarial, sediado em Teresina/PI, é composto pelo sócio da empresa contratada, seu sobrinho e um funcionário, os quais realizam diversas movimentações bancárias, com saques semanais de quantias vultosas em espécie, além de facilitarem o esquema de “montagem” dos processos licitatórios, os quais resultaram na contratação da empresa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “PF pediu prisão de Felipe dos Pneus por rombo milionário na Saúde de Santa Inês”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Brasil, a casa da mãe Joana

    Santa Inês no Maranhão é apenas uma das cidades que é sucateada…….

  2. Felipe dos Pneus recebeu R$ 761 mil em propina via empresa fictícia, diz Polícia Federal - Neto Ferreira – Conteúdo InteligenteNeto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Como parte das medidas judiciais, Felipe dos Pneus foi afastado do cargo. Ele teve a prisão pedida pela PF, mas o pedido foi indeferido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (reveja aqui). […]

  3. Bolsonaro destaca nas redes sociais operação da PF contra Felipe dos Pneus em Santa Inês - Neto Ferreira – Conteúdo InteligenteNeto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Felipe dos Pneus foi afastado do cargo e chegou a ter a prisão pedida pela Polícia Federal, mas foi negada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região – TRF1 (reveja aqui). […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários