Poder

Cappelli ataca aliança entre Josimar e Weverton após apoio negado para Brandão

Após prometerem vantagens grandiosas para cooptar o deputado Josimar de Maranhãozinho (PDT) para o grupo e terem o apoio negado em prol de Brandão, membros da cúpula do Governo estão fazendo uma série de ataques ao parlamentar.

Nesta quinta-feira (260, o secretário de Estado da Comunicação, Ricardo Cappelli (PSB), usou suas redes sociais para fazer uma espécie de avaliação pessoal sobre o a adesão de Maranhãozinho ao projeto eleitoral de Weverton Rocha (PDT).

Segundo Cappelli, o pedetista está comemorando “gol contra” para esconder as baixas na pré-campanha.

“Quando está empatado com o bolsonarismo na segunda posição, pra despistar, comemora até gol contra. O cidadão tem a maior rejeição, a pior imagem, não saiu dos 3% depois de 6 meses de campanha. Vai transferir o quê? O gol é contra, mas na segunda divisão, tá valendo.”

Em live transmitida nas redes sociais na segunda-feira (23), Josimar de Maranhãozinho revelou que pessoas ligadas ao governo Brandão chegaram a oferecer asfalto em troca de apoio de prefeitos do Partido Liberal.

O parlamentar também disse que foi oferecido a ele vantagens grandiosas, como cargos em secretarias, para fazê-lo apoiar Carlos Brandão (PSB).

Da base governista, o deputado estadual Yglésio Moysés confirmou que o governo passou um mês tentando levar Josimar para o grupo, mas as tentativas foram em vão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários