Poder

Profissionais denunciam falta de infectologista no Hospital Geral Tarquínio Lopes Filho

A reportagem do Blog do Neto Ferreira recebeu uma denúncia sobre a falta de profissionais de infectologia no Hospital Geral Tarquínio Lopes Filho, que é referência no tratamento oncológico no Estado.

Segundo relata a fonte, após o Instituto ABEAS assumir a gestão do hospital, o atual diretor tem administrado estratégias para reduzir custos, que têm impactado na assistência aos pacientes. Conforme a denúncia, a unidade de saúde está há 2 anos sem infectologista, ou seja,  sem um profissional que cuide diretamente do diagnóstico e tratamento de infeções em pacientes onco-hematológicos.

Os profissionais de hematologia, de acordo com a denúncia, reivindicam melhorias na assistência aos pacientes, no sentido de que sejam disponibilizados os medicamentos necessários, e que possam contar com o suporte de infectologistas, pois alegam que não há condições de tratar os pacientes onco-hematológicos dentro da sua espacialidade e ainda sustentar intervenções específicas da área de infectologia.

Também foi informado que alguns médicos, que cobraram melhorias, tiveram os contratos encerrados e para suprir o quadro clínico, a diretoria tem a intenção de contratar hematologistas do Estado do Pará.

Conforme retrata a denúncia, a saída dos profissionais que já acompanhavam o histórico dos pacientes há anos poderá ser prejudicial ao desenvolvimento dos tratamentos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários