Poder

Contratos milionários da Prefeitura de Loreto estão na mira do Ministério Público

A Prefeitura de Loreto, comandada por Germano Martins Coelho, está no centro de uma investigação do Ministério Púbico do Estado, que irá apurar supostas irregularidades quanto a contratação da empresa CONSMANG-Construções, Serviços e Locações EIRELI, com sede no município de São Raimundo das Mangabeiras.

Considerando o parecer do Núcleo de Assessoria Técnica, que constatou que vários preceitos legais foram ignorados na tramitação dos procedimento tomada de preço nº 005/2017, concorrência pública nº 004/2017 e concorrência pública nº 001/2019 da Prefeitura Municipal de Loreto, o promotor de Justiça Nilceu Celso Garbim Júnior converteu a Notícia de Fato nº 09/2021 em Inquérito Civil Público. A decisão do promotor também foi embasada em informações apresentadas, por meio de ofício, pela Controladoria Geral da União- MA acerca de indícios de movimentação suspeita de recursos em municípios do Maranhão. A promotoria apontou, ainda, que as diligências continuarão afim de colher maiores informações sobre os fatos.

A empresa CONSMANG, gerida por Leonardo de Sousa Santos, mantém relação contratual com a Prefeitura de Loreto desde o ano de 2017. As prestações de serviços envolvem limpeza urbana, locação de veículos para o transporte escolar, assim como de caminhões e máquinas pesadas para variados fins e engenharia civil.

A reportagem verificou junto ao portal de transparência do Tribunal de Contas do Estado que em 2017, a empresa faturou R$ 1.253,050,00 milhão. Já em 2018, os contratos custaram aos cofres públicos o montante de R$ 1.436.590,00 milhão. Em 2019, as prestações de serviços somaram R$ 304.297,09 mil. No ano seguinte foi negociado o serviço de melhoria de estradas vicinais no município de Loreto, no valor de R$ 712.740,01 mil. O último contrato vigente foi em 2021 e contemplou a locação de carro pipa por R$ 158.040,00 mil.

Os últimos 5 anos de parceria com a Prefeitura de Loreto rederam a empresa CONSMANG R$3.864.640,00 milhões.

A promotoria solicitará à gestão municipal para que envie, no prazo de 30 dias, cópias integrais dos procedimentos licitatórios – pregões presenciais n.º 14/2018 e 15/2018, assim como toda a documentação referente à execução orçamentária dos contratos deles derivados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Contratos milionários da Prefeitura de Loreto estão na mira do Ministério Público”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Brasil, a casa da mãe Joana

    Brasil, onde o crime compensa……

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários