Poder

Após 10 anos, os mandantes da morte de Décio Sá sem data para serem julgados

Gláucio Alencar e Júnior Bolinha ainda estão sem data definida pelo Poder Judiciário para serem submetidos a júri popular; apenas o executor do crime, Jhonathan Silva, e o piloto de fuga Marcos Bruno sentaram no banco dos réus.

Hoje, 23 de abril, completa dez anos de um dos crimes mais emblemático e que teve repercussão internacional, com manifestação de pesar de entidades como a
Organização das Nações Unidas (ONU), da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). Nesta data, no ano de 2012, o jornalista da editoria de Política do O Estado e blogueiro, Aldenísio Décio Leite de Sá, Décio Sá, de 42 anos, foi morto a tiros em um bar da Avenida Litorânea, em São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários