Poder

Promotoria mira contratos de pavimentação entre Prefeitura de Tufilândia e construtora

A Promotoria de Pindaré-Mirim está apurando supostas irregularidades em contratos celebrados pela Prefeitura de Tufilândia.

As investigações iniciaram com base em denúncias enviadas à Ouvidora Geral do Ministério Público cujo teor relatava indícios de ilegalidades em acordos contratuais realizados entre o Executivo Municipal e a Dmais Construções e Empreendimentos.

A construtora foi contratada em maio de 2019 pelo valor de R$ 459.972,30 mil visando pavimentação asfáltica em ruas da sede de Tufilândia. Essa quantia foi elevada após a celebração de mais dois aditivos firmados entre 2020 e 2021.

Em pesquisa ao Portal da Transparência do Município, a reportagem do Blog do Neto Ferreira não conseguiu ter acesso ao montante que já foi pago à empreiteira, pois não está disponível.

O caso está sob a coordenação do promotor de Justiça de Pindaré-Mirim, que responde pela Comarca de Tuifilândia, Cláudio Borges dos Santos.

Como parte das diligências investigatórias, um ofício foi enviado à Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) solicitando análise do procedimento licitatório. O prazo de conclusão da apuração não foi divulgado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários