Poder

Procuradoria quer que Eduardo DP devolva R$ 700 mil desviados de Prefeitura do MA

O empresário e sócio oculto da Construservice, Eduardo Barros Costa, mais conhecido como Eduardo DP ou Imperador, pode ter que devolver R$ 700 mil desviados dos cofres públicos da Prefeitura de Dom Pedro.

DP figura uma Ação proposta pelo Ministério Público Federal (MPF) que pede a condenação da sua mãe e ex-prefeita da cidade, Arlene Costa, pelo crime de desvio e apropriação indébita de R$ 700 mil repassados pelo Ministério da Educação para compra de três ônibus escolares, materiais escolares, carteiras, aparelhos de ar-condicionado e computadores durante o mandato da ex-gestora, entre 2009 e 2012. A informação é do site Atual7.

O MPF constatou que o esquema fraudulento usou a empresa Rio Anil Locação e Terraplanagem, de propriedade do empresário, para desviar verbas federais. O repasse da quantia mencionada acima, segundo o órgão ministerial, teria ocorrido no último dia no mandato de Arlene Costa mesmo sem contrato.

Contra Eduardo DP foram encontrados fortes indícios de autoria do crime citado, mas o Ministério Público Federal propôs um acordo de não persecução penal para que não haja prosseguimento do processo criminal contra ele.

As condições são a de aceitação de reparação do dano, consistente no pagamento de prestação pecuniária no valor de R$ 700 mil, em benefício de entidade a ser determinada pela Justiça; e prestação de serviços à comunidade, pelo período de 16 meses, em local também a ser indicado pela Justiça Federal.

Eduardo DP já foi preso diversas vezes por forte suspeita de liderar um esquema de desvio de R$ 100 milhões de 42 prefeituras do Maranhão.

Em 2015, a sua construtora foi alvo da operação Imperador I deflagrada contra a Máfia da Agiotagem no Maranhão. Investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Polícia Civil do Maranhão apontou que empresa teria envolvimento com o crime organizado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários